maranata – a obra de Deus não necessita de advogado

maranata – a obra de Deus não necessita de advogado

maranata – a obra de Deus não necessita de advogado

“A verdade não tem preço”

Ninguém de nós tem interesse ou poder financeiro para pagar “atores” de hollywood parecidos com o fundador da seita para ser gravado em vídeo ou locutor com voz de gedelti para alterar vídeos em maanains ou transmissões de “chatélite” em órbita do planeta “terra dos icemitas”.

A verdade está exposta públicamente em vídeos e audios gravados por verdadeiros irmãos em Cristo para proteger do falso Evangelho de gedelti. Publicamente sem custo algum porque a verdade não tem preço. No momento só o presbitério em Vila Velha está pagando caro com o dízimo dos escravos. Pagando caro para advogados com honorários multimilionários para esconder a verdade.
Somente os processos no estado do Espirito Santo:

http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/09/07/igreja-crista-maranata-processos-da-igreja-crista-maranata-por-favor-nao-deixem-de-pagar-dizimo-e-muito-advogado-a-pagar/

A Obra de Deus não necessita de advogado.
A verdade não tem preço e somente Satanas precisa de advogado na terra para proteger sua obra em ser exposta.

Até Hollywood sabe disso…

PAZ
.
.
O episódio da pirâmide dos containeres chegou à mídia envolvendo gente importante: mestres religiosos e pastores da ICM-PES ditos infalíveis ao grito de guerra do “Não toqueis nos meus ungidos!” A camuflagem dissimulada e imediata protestando pela pureza da Obra revelada além da letra, logo foi desmascarada. Até onde alguns avarentos da elite presbiteral estavam envolvidos? Enriquecimento ilícito! Falsidade!

Onde o chefe exaltou a ICM-OBRA, ali mesmo continuam humilhados.

Para nossa tristeza, naquelas terras mineiras onde mais uma vez a heresia icemita foi semeada, ali mesmo está concentrado o grande número de ações judiciais para ressarcimento dos danos materiais e morais. Basta consultar o site do TJMG nas Comarcas de Betim, Capital e Contagem.

Quase 1.000 processos! R$ 50.000.000,00 de prejuízos.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/01/avareza-e-estelionatos/

Que Obra Maravilhosa, hein?!

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/07/a-conspiracao/#comment-18498

maranata – a obra está em ruínas – Você vai esperar o “galo cantar”, para depois chorar amargamente, e aí então, cair em si, para poder agir?

 

A OBRA ESTÁ EM RUÍNAS!

 

maranata - a obra está em ruínas - Você vai esperar o “galo cantar”, para depois chorar amargamente, e aí então, cair em si, para poder agir?

maranata – a obra está em ruínas – Você vai esperar o “galo cantar”, para depois chorar amargamente, e aí então, cair em si, para poder agir?

Gedelti, durante todo esse tempo, ou seja, 43 anos de seita, nunca imaginou que chegaríamos no momento em que estamos. Embora fosse um estrategista, caiu pela sua soberba. Como diz a Bíblia:

“A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda”.

Provérbios 16:18

Mas quando começa a tocar no sentimento da ovelha, Deus não permite. Muitas heresias, mentiras, linguagem do não pensamento foram introduzidas nas mentes, nos corações, aí o Senhor, lá da eternidade, disse BASTA; fora o desvio dos “dízimos”.

Brincaram com a membresia! Não tiveram respeito! Pensaram que a membresia pertencia a eles, e não ao SENHOR! Erraram feio, gedelti, o pes e seus meias-solas.

Agora, a luta é do Senhor! A justiça divina vem forte sobre gedelti, pes e seus meias-solas!

Não queria estar na pele deles, mas quem planta vento colhe tempestade!

Um Abraço Fraternal.

Pr. Eduardo Gil Vasconcellos.

COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:

Perceberam que o texto bíblico de Provérbios 16:18 descreve fases, sequenciando causa e efeito,  que antecedem a queda?

O sujeito é avisado que a soberba leva à RUÍNA. Ao contemplar a ruína espiritual, podendo acarretar resultados negativos em vários campos de sua vida secular, como na família, vida profissional, situação econômica e financeira, saúde, a pessoa tem uma chance de se redimir da soberba.

Mas se a pessoa evolui da soberba para a altivez do espírito, pensando estar imune a tudo quanto é tipo de penalização pelos seus atos, por se achar muito bom, a coisa se degrada ainda mais, e se chega à QUEDA!

Resumindo: SOBERBA —–> RUÍNA—–>ALTIVEZ DE ESPÍRITO—–>QUEDA

Depois que caiu, fica muito mais difícil se levantar de novo, pois deverá haver uma nova construção.

Usando a analogia de uma edificação, se atitudes não são tomadas, no intuito de manter a estrutura do prédio, desde o primeiro sinal de ruínas, aquela construção poderá estar comprometida mais tarde, podendo cair (queda).

Já aproveito o ensejo para afirmar: a edificação (obra) está em ruínas!

Lembro de outro texto maravilhoso da Palavra de Deus, que fala sobre a experiência da negação de Pedro, quando Deus usa a mesma didática para alertar ao homem sobre a “queda”. Vejamos o texto bíblico:

“Ora, estando Pedro em baixo, no átrio, chegou uma das criadas do sumo sacerdote

e, vendo a Pedro, que se estava aquentando, encarou-o e disse: Tu também estavas com o nazareno, esse Jesus.

Mas ele o negou, dizendo: Não sei nem compreendo o que dizes. E saiu para o alpendre.

E a criada, vendo-o, começou de novo a dizer aos que ali estavam: Esse é um deles.

Mas ele o negou outra vez. E pouco depois os que ali estavam disseram novamente a Pedro: Certamente tu és um deles; pois és também galileu.

Ele, porém, começou a praguejar e a jurar: Não conheço esse homem de quem falais.

Nesse instante o galo cantou pela segunda vez. E Pedro lembrou-se da palavra que lhe dissera Jesus: Antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás. E caindo em si, começou a chorar.”.

Marcos 14:66-72

De igual forma, na história da negação de Pedro, podemos destacar que Jesus o avisou que ele iria negá-lo antes que o galo cantasse, e ainda enumerou as vezes que isso aconteceria. Vejamos:

“Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que esta noite, antes que o galo cante três vezes me negarás.”.

Mateus 26:34

Mesmo sabendo do aviso de Jesus, ao ser perguntado a primeira vez, Pedro não percebeu que os fatos da realidade daquele momento estavam se casando com o alerta do Senhor, e efetivamente negou.

Na segunda vez, Pedro poderia lembrar do aviso de Jesus e fazer diferente, mas novamente negou.

Na terceira vez, já que era a quantidade de vezes que Jesus falara que ele iria negá-lo, isso poderia soar para Pedro como um sinal de alerta, que aquilo que estava praticamente no plano da ficção, que era ele negar Jesus, e ainda três vezes, estava realmente acontecendo, mas ele não se deu conta, e mais uma vez negou.

Ao ouvir o galo cantar, a Bíblia diz que Pedro “caiu em si”, e chorou!

Meus irmãos, quantos avisos os mentores do gedeltismo receberam?

Quantas oportunidades foram dadas para que pudessem se redimir do engano que estavam vivendo, e que estavam levando o povo a viver?

Deus poderia promover o “choro”, amargo, de Pedro, já após a primeira negação dele, mas deu ainda outras duas oportunidades, além do próprio alerta feito antes até mesmo dele sonhar em ver aquilo acontecer!

Quantas vezes Deus deve ter falado com a cúpula do pes que o caminho não era aquele?

Quando eles vão “cair em si”, reconhecendo o erro, confessando os pecados, arrependendo-se?

Por que continuar no objetivo de enriquecimento, tudo em nome da avareza?

Essas perguntas só eles mesmos poderão responder…

Mas quanto a você, icemita, deixo um alerta:

“Saí do meio dela, ó povo meu, e salve cada um a sua vida do ardor da ira do Senhor.”.

Jeremias 51:45

Você vai esperar o “galo cantar”, para depois chorar amargamente, e aí então, cair em si, para poder agir?

Pense nisso!

A Paz do Senhor!

Alandati

PS: Recomendo ainda que leiam um belo texto em http://www.ezioluiz.com.br/2011/04/07/o-encontro-do-olhar-de-jesus-com-o-de-pedro/

fonte: http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/10/05/a-obra-esta-em-ruinas/

maranata – O TITANIC OBRA ESTÁ AFUNDANDO! – E você, icemita, vai morrer afogado??

 

O TITANIC OBRA ESTÁ AFUNDANDO!

 

maranata - O TITANIC OBRA ESTÁ AFUNDANDO! - E você, icemita, vai morrer afogado??

maranata – O TITANIC OBRA ESTÁ AFUNDANDO! – E você, icemita, vai morrer afogado??

Como aquele que projetou o navio chamado Titanic disse que “nem Deus afundaria”, muitos pensavam o mesmo sobre a grande obra construída por Gedelti  Gueiros.

Vejo a mesma coisa, quando Gedelti afundou a seita.

O pensamento era que nunca iria chegar ao ponto em que estamos, só que encontrou um iceberg gigantesco durante sua trajetória quadragenária, do qual não pode se desviar, tal qual ocorreu com o o navio Titanic.

Este iceberg representa a frieza, dentro do sistema obra, como é tratada a membresia. A massa do grande bloco de gelo contém as heresias, os crimes (em tese), a falta de amor, a destilação do ódio, as perseguições, as discriminações, as mentiras, as competições, as falsas unções, os preconceitos, a avareza, as falsidades, as politicagens, etc.

Agora só estamos vendo o grande e “imponente” navio obra, obra, obra, afundando e o mestre do malabarismo e seus meias-solas atordoados sem saber o que fazer.

E você, icemita, vai morrer afogado??

A água já está chegando até o seu “camarim”! Você vai ficar parado? Teus parentes e amigos já empreenderam em um plano de fuga!

Quando você vai pegar o seu bote e sair fora deste navio (obra)??????

Vai preferir perseverar em um entendimento que tudo está sob controle? Que o projeto da obra foi bem executado? Que o comandante vai conseguir garantir o bem de todos os passageiros?

Não foi bem isso que aconteceu no caso do Titanic, e todos nós conhecemos bem essa história, inclusive contada por James Cameron, em 1997, sendo estrelado por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet, pois, dos que estavam a bordo, 70 % (setenta por cento) sucumbiu, restando como sobreviventes apenas 30 % (trinta por cento).

Ou seja, não adiantou falarem que tudo iria acabar bem, mas o final foi desastroso.

Você vai ficar para ver se estará dentre o grupo de sobreviventes do naufrágio do transatlântico obra, após a sua jornada quadragenária?

Foge dela, povo meu!

Um abraço fraternal e A Paz do Senhor a todos.

Pr. Eduardo Gil Vasconcellos e Alandati!

COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:

Tomei conhecimento de um diálogo curioso antigo, mantido entre o falecido, homem de Deus, pastor Jonas, enquanto já moribundo, no leito, que se virou para o comendador Gedelti e bradou: “Eu estou morrendo, mas você vai acabar com essa igreja”, referindo-se à icm-pes!

Podemos verificar então, visto que a fonte dessa informação é totalmente segura, pois emana de alguém que testemunhou tal conversa, que a profecia está se cumprindo para o palácio da rainha desfigurada, e gedelspapa, mesmo sabendo disso, nada fez para que a coisa tomasse outro rumo, no sentido de tentar evitar que o navio abalroasse no imenso iceberg!

Colhem hoje o que plantaram o tempo todo!

A Paz do Senhor.

fonte: http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/09/29/o-titanic-obra-esta-afundando

maranata – "Não toqueis no ungido do Senhor": desmascarando essa falsa doutrina

NÃO TOQUEIS NO UNGIDO DO SENHOR: DESMASCARANDO ESSA FALSA DOUTRINA

MARANATA - NÃO TOQUEIS NO UNGIDO DO SENHOR: DESMASCARANDO ESSA FALSA DOUTRINA

NÃO TOQUEIS NO UNGIDO DO SENHOR: DESMASCARANDO ESSA FALSA DOUTRINA

Por Vera Siqueira

“Não toqueis no ungido do Senhor”. Essa é a resposta de nove entre dez crentes que crêem em tudo o que lhe pregam sem serem bereianos, quando confrontados com críticas ou acusações contra pastores, apóstolos (?) e demais líderes eclesiásticos. Não importa se as provas do crime são claras, para esses crentes não nos cabe julgar nem analisar o que a liderança da igreja faz de errado: cabe aos crentes, segundo essa falsa doutrina, agir como Davi em relação à Saul: simplesmente não fazer nada, e esperar que Deus resolva o negócio e faça a justiça. E enquanto nada se faz, esses líderes criminosos continuam roubando, matando e destruindo o rebanho de crentes em suas mãos, e trazendo escândalo para o Evangelho, afastando de vez os não-crentes do afã de conhecerem a Verdade de Cristo.

Mas enfim, Davi realmente disse em várias passagens de 1 Samuel que não se deve tocar no ungido do Senhor. E aí?

Em primeiro lugar, temos que deixar bem claro sobre qual ungido Davi se referia. Ele se referia a Saul, atual rei de Israel, porém já destronado por Deus, que havia ungido Davi em seu lugar. Portanto, a primeira coisa que temos que ter em mente é que não se tratava de qualquer ungido, mas de Saul.

Em segundo lugar, temos que entender essa unção que Saul recebeu. Em 1 Samuel 8, lemos que o povo queria um rei no lugar dos antigos juízes que governavam Israel. Deus não tinha esse desejo, pois o querer um rei era um desejo do povo de que Deus já não reinasse mais sobre eles. Porém Deus resolveu satisfazer Israel, e escolheu Saul como rei.

Em 1 Samuel 10, lemos o profeta Samuel indo ungir Saul como rei:

“Então tomou Samuel um vaso de azeite, e lho derramou sobre a cabeça, e beijou-o, e disse: Porventura não te ungiu o SENHOR por capitão sobre a sua herança? Apartando-te hoje de mim, acharás dois homens junto ao sepulcro de Raquel, no termo de Benjamim, em Zelza, os quais te dirão: Acharam-se as jumentas que foste buscar, e eis que já o teu pai deixou o negócio das jumentas, e anda aflito por causa de vós, dizendo: Que farei eu por meu filho? E quando dali passares mais adiante, e chegares ao carvalho de Tabor, ali te encontrarão três homens, que vão subindo a Deus a Betel; um levando três cabritos, o outro três bolos de pão e o outro um odre de vinho. E te perguntarão como estás, e te darão dois pães, que tomarás das suas mãos. Então chegarás ao outeiro de Deus, onde está a guarnição dos filisteus; e há de ser que, entrando ali na cidade, encontrarás um grupo de profetas que descem do alto, e trazem diante de si saltérios, e tambores, e flautas, e harpas; e eles estarão profetizando. E o Espírito do SENHOR se apoderará de ti, e profetizarás com eles, e tornar-te-ás um outro homem. E há de ser que, quando estes sinais te vierem, faze o que achar a tua mão, porque Deus é contigo. Tu, porém, descerás antes de mim a Gilgal, e eis que eu descerei a ti, para sacrificar holocaustos, e para oferecer ofertas pacíficas; ali sete dias esperarás, até que eu venha a ti, e te declare o que hás de fazer. Sucedeu, pois, que, virando ele as costas para partir de Samuel, Deus lhe mudou o coração em outro; e todos aqueles sinais aconteceram naquele mesmo dia.”

1 Samuel 10.1-9

E Saul ficou cheio do Espírito Santo, e em 1 Samuel 11.15, finalmente Saul é proclamado rei. Porém a unção que Saul recebeu era apenas para reinar, não para ser sacerdote ou líder espiritual do povo. Essa função era para algumas pessoas específicas, como o profeta Samuel. Não cabia a Saul as funções sacerdotais, sendo esse um dos pecados que o fez perder o reinado em Israel:

“E os filisteus se ajuntaram para pelejar contra Israel, trinta mil carros, e seis mil cavaleiros, e povo em multidão como a areia que está à beira do mar; e subiram, e se acamparam em Micmás, ao oriente de Bete-Aven. Vendo, pois, os homens de Israel que estavam em apuros (porque o povo estava angustiado), o povo se escondeu pelas cavernas, e pelos espinhais, e pelos penhascos, e pelas fortificações, e pelas covas. E alguns dos hebreus passaram o Jordão para a terra de Gade e Gileade; e, estando Saul ainda em Gilgal, todo o povo ia atrás dele tremendo. E esperou Saul sete dias, até ao tempo que Samuel determinara; não vindo, porém, Samuel a Gilgal, o povo se dispersava dele. Então disse Saul: Trazei-me aqui um holocausto, e ofertas pacíficas. E ofereceu o holocausto. E sucedeu que, acabando ele de oferecer o holocausto, eis que Samuel chegou; e Saul lhe saiu ao encontro, para o saudar. Então disse Samuel: Que fizeste? Disse Saul: Porquanto via que o povo se espalhava de mim, e tu não vinhas nos dias aprazados, e os filisteus já se tinham ajuntado em Micmás, eu disse: Agora descerão os filisteus sobre mim a Gilgal, e ainda à face do SENHOR não orei; e constrangi-me, e ofereci holocausto. Então disse Samuel a Saul: Procedeste nesciamente, e não guardaste o mandamento que o SENHOR teu Deus te ordenou; porque agora o SENHOR teria confirmado o teu reino sobre Israel para sempre; porém agora não subsistirá o teu reino; já tem buscado o SENHOR para si um homem segundo o seu coração, e já lhe tem ordenado o SENHOR, que seja capitão sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o SENHOR te ordenou.”

1 Samuel 13.5-14

O outro pecado de Saul ocorreu em 1 Samuel 15, quando desobedeceu à ordem do Senhor ao não destruir o melhor do rebanho dos amalequitas, com a desculpa de que usaria o rebanho como sacrifício, onde Samuel disse que é melhor obedecer do que sacrificar.
Assim, em 1 Samel 16 lemos o Espírito do Senhor deixando Saul e passando a habitar Davi, o novo rei ungido:

“Disse mais Samuel a Jessé: Acabaram-se os moços? E disse: Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda chamá-lo, porquanto não nos assentaremos até que ele venha aqui. Então mandou chamá-lo e fê-lo entrar (e era ruivo e formoso de semblante e de boa presença); e disse o SENHOR: Levanta-te, e unge-o, porque é este mesmo. Então Samuel tomou o chifre do azeite, e ungiu-o no meio de seus irmãos; e desde aquele dia em diante o Espírito do SENHOR se apoderou de Davi; então Samuel se levantou, e voltou a Ramá. E o Espírito do SENHOR se retirou de Saul, e atormentava-o um espírito mau da parte do SENHOR.”

1 Samuel 16.11-14

Ou seja, Saul deixou de ter o Espírito Santo, mas continuou sendo rei de Israel por vários anos. Nesses anos, o Espírito Santo estava com o novo ungido, Davi, que porém ainda não havia sido reconhecido rei pelo povo. Dessa forma, Davi servia ao rei Saul e foi perseguido por seus exércitos, e aí chegamos à passagem que abriu esse artigo, quando Davi teve real chance de aniquilar Saul, mas não o fez por considerá-lo ungido do Senhor.

Realmente, o que impediu Davi de se levantar contra Saul não foi o poder do Espírito Santo no antigo rei, pois este já o tinha deixado e Saul não passava de um endemoniado. Porém, mesmo endemoniado, Saul continuava sendo rei, e em razão desse título que Davi o poupou. Uma vez ungido rei, sempre rei. Deus tirou Saul do reinado, porém isso só se concretizou com sua morte, não havendo rebelião para que isso acontecesse e Davi tomasse o poder em seu lugar. A unção de rei permaneceu com Saul por toda a sua vida, mas o Espírito de Deus não.

Entendido tudo isso, vamos agora analisar a doutrina do “não toqueis no ungido” nos dias de hoje. Por que ela não é válida?

Como visto, a unção a qual Davi se referia dizia respeito ao direito de reinar sobre Israel, não sobre possuir funções eclesiásticas. As funções de governo do Estado e eclesiásticas eram bem divididas naquele tempo, embora Israel fosse um Estado teocrático. Portanto, a não ser que algum líder de igreja seja também rei nomeado por Deus (olha eu dando idéia para novos títulos, que Deus me perdoe) em sua localidade, nenhum líder religioso atual se enquadra nesse quesito.

Sobre como devemos agir em relação ao líderes religiosos e qualquer cristão, a Bíblia é bastante clara:

“E logo os irmãos enviaram de noite Paulo e Silas a Beréia; e eles, chegando lá, foram à sinagoga dos judeus. Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.”

Atos 17.10-11

“Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem; Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo. Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais. Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo.”

1 Coríntios 5.9-13

Chega desse engano do “não toqueis no ungido do Senhor”, engano esse que tem transformado a igreja em covil de salteadores. O rebanho tem que aprender a buscar na Palavra se o que seus líderes pregam é verdade ou não, tem que aprender a raciocionar, a analisar, a meditar dia e noite na Palavra, mas é isso mesmo que os lobos em pele de cordeiro não querem que aconteça, e por isso acorrentam suas ovelhas em falsas doutrinas que visam cegar e conformar o rebanho à sua própria vontade, não à de Deus. Deus nos enviou Cristo para que fôssemos libertos, mas onde há liberdade se nem ao menos podemos criticar um líder eclesiástico por seus falsos ensinos ou sua má conduta, com a desculpa que de o fulano é “ungido”? O Apóstolo (de verdade) Paulo era bem ungido, disso não há dúvidas, mas nem por isso ficou chateado ao ser confrontado pelo povo de Beréia em seus ensinamentos. Por que os apóstolos (?) e líderes dos dias de hoje ficam melindrados, e até amedrontam suas ovelhas com a promessa de inferno para o “pecado de rebeldia” que seria se levantar contra um “ungido” do Senhor? E por que as ovelhas, que também têm unção (já que recebem o Espírito Santo desde sua conversão), ao contrário dos líderes religiosos, podem e são fortemente exortadas (se seu dízimo for baixo, claro) quando encontradas em erro?

Isso é estelionato gospel, e dos bons. Graças à essa mentira (a própósito, quem é o pai da mentira mesmo?) vemos igrejas destruídas por pertencerem (a palavra é essa mesma) a líderes criminosos, que adulteram as Escrituras a seu bel-prazer e agem como se a justiça de Deus e dos homens não valesse para eles. Enquanto isso, às ovelhas cabe apenas se conformar, “Deus quer assim”, “quem faz a justiça é Ele”, “só nos cabe orar”.

Povo de Deus, vamos abrir os olhos! Temos que orar, a justiça é de Deus, mas Ele usa homens e mulheres para que Sua justiça seja feita nessa terra! Se Lutero pensasse assim, ainda hoje estaríamos comprando indulgências (se bem que essa prática perniciosa continua ocorrendo nos dias de hoje, na forma de lenços suados, rosa ungida, sabonete ungido, etc). Como povo de Deus, temos que ser carvalhos de justiça principalmente em nosso meio, tirando os lobos que querem devorar nossas ovelhas! Se não o fizermos, não sobrará ovelha nenhuma no final da história, pois todas serão enganadas…

O “não toqueis no ungido do Senhor” é uma desculpa muito da mal feita para líderes que têm algo a esconder. Quando um líder pregar isso para você, fique ainda mais atento, pois quem está na luz não tem medo de ser julgado, afinal nada se encontrará que o desabone; ao contrário, quem está em trevas não quer que o candeeiro seja colocado em cima da mesa e ilumine o ambiente, pois isso trará à luz toda a podridão escondida em nome de Deus.

***

Vera Siqueira é procurada pelos Leões-de-Chácara religiosos por liderar um protesto cristão organizado na Marcha para Jesus. A tal Marcha para Jesus é um dos muitos eventos protestantes onde é proibido protestar. Ela também coopera enviando textos subversivos para o Púlpito Cristão.

maranata – fanatismo religioso pela obra de gedelti

Quem está por trás deste blog só pode ser um cara sem propósitos para a eternidade e sem fé na OBRA. mexendo com gente poderosa… ele fica futucando demônio com vara curta. Naissi na na OBRA, sou servo da Obra, vou morrer na na OBRA e sei que n~çao encontro homens perfeitos na OBRA e se esse tal de cv sabe onde encontrar homens perfeitos é so me dizer que vou pra lá. Estou no ministério da OBRA e não me acho meia-sola a isso não. Sei que na OBRA temos muitos problemas como esta na palavra que a unção não é de todos e assim muitos estão no ministério mas sem unção e são os meia sola mesmo; vejo pessoas arrogantes envolvidas com coisas ilíticas, alguns desistindo da OBRA por causa de vários problemas; mas aqueles DESOBEDIENTES que estão saindo do sistema da OBRA deveria ir para igrejas tradicionais e não inventar igreginhas com gente que não intendeu a OBRA no fundo. É por isso que a OBRA mascou a diferença nesses quarenta e três anos de OBRA. Podem sair que ganharemos outros para a OBRA e o RELATÓRIO FINAL vai sre na eternidade…
Outro dia disse para alguns companheiros que se o Jedeuti é o Saul buscando interesses próprios, o cv, o santo, irrepreensível, poderia, pelo menos, agir como o pecador Davi e buscar arrependimemto por atacar a OBRA e deixar o Saul se resolver com o Sr, porque os valentes batalham a favor da OBRA… Não quero atacar ninguém em especial…. mas ta escrito LC 6:37 “não julgueis para não serdes julgados, não condeneis e não sereis condenados, perdoai e sereis perdoados. APDSJ
.
.
Maninho,

Aparecer neste Blog com postagem exaltando a OBRA, foi interessante e oportuno como prova de que formatados e meia-solas manipulados fazem o jogo do palácio da rainha desfigurada. Vale dizer: mais um imerso nas heresias este fim de “jornada de quarenta anos”.
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/triste-fim-de-jornada-de-quarenta-anos/
.
Consigo ler em 15 s. a postagem de 263 palavras. Depçois contei 15 vezes a palavra OBRA, ou seja, cerca de 5% do que V. disse. Isto significa o seguinte: em 1 minuto V. é capaz de repetir 50 vezes essa palavra; e se ficar no púlpito por vinte minutos repetindo o que foi introjetado na sua mente, quem estiver na “unidade local” estará obrigado a ouvir 1.000 vezes essa palavra (quem agüenta?). Como bom aluno de OBRA, V. ganha até de Gedelti… Isto beira a FANATISMO RELIGIOSO.

Desde o início ficou mais do que transparente: ferir o autor dos artigos e não discutir ou entrar no assunto exposto. A este recurso a ÉTICA e a LÓGICA denominam “argumentum ad hominem”. Iniciar uma postagem com agressão não é ético, especialmente pela sua condição de pastor (estas expressões pesam nos relacionamentos); mas afirmo que é comum naqueles intoxicados pela mentalidade de Obra; mais no “servo devedor da Obra”; e mais especialmente: quando o “representante do presbitério” (para empregar uma expressão do Estatuto da ICM-PES) exala a instigação pelo ódio que exala da boca do chefe icemita. (Escuta, Maninho: V. compreende o significado da palavra exalar?)
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/02/instigacao-ao-odio-religioso/
.
E este desejo inconseqüente de maldizer o levou a tropeçar nas próprias palavras. E o amado irmão ficou preso no que disse, do jeito que disse. Por oportuno, V. não conseguirá impedir o meu direito de exercer “fé em Jesus” e de expor o que penso. Pelo contrário, e o digo muito respeitosamente, na atual condição V. é “devedor da Obra” (o seu chefe Gedelti exige pronta subserviência); e eu sou livre. V. está pastor em um ninho sujo… muito sujo, onde os donos de balcões de negócios se enriquecem à custa do povo e os Judas beijam Judas no beco sem saída. Não tenho outro jeito de dizer: esta é a condição em que a membresia está.
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/banquete-de-ladroes/
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/08/beco-sem-saida/
.
Por oportuno, se V. me chamasse de louco eu concordaria; porque é loucura esforçar-se por fazer os cegos verem, os mudos falarem e os surdos ouvirem; mas muitos cegos estão enxergando, muitos mudos estão falando e muitos surdos começaram a ouvir o som do tambor (quem lê entenda) e as estradas estão cheias de RETIRANTES. Viu? Você também ouviu o som do tambor e não mais poderá dizer: NINGUEM ME AVIOU.
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/12/eu-e-o-meu-tambor/
.
O Blog denuncia os erros desse ninho sujo… muiiiiito sujo; mas, infelizmente, o “servo da OBRA” não consegue pensar por si mesmo; e apenas pensa o que o chefe icemita quer que ele pense. E quer saber Maninho? Eu penso biblicamente, doutrinariamente, neo-testamentariamente e teologicamente… CONSTESTE pelo menos um dos artigos. Dou-lhe o prazo de um ano.

Não me espanta a falta de coragem para CONTESTAR o artigo, fugir do assunto e jogar pedras. Mais fávil, nãp é? Neste site estão mais de 100 (cem) artigos coroados com mais de 4.300 postagens. O que denunciei gerou CREDIBILIDADE na mídia, nos agentes estaduais e federais e o Judiciário está atento aos fatos… Ondas de tsunami virão. SENTENÇAS VIRÃO…

Pois bem. Mostre-me artigos, denúncias e e-mail’s que V. fez. Sim, porque V. disse: “Sei que na OBRA temos muitos problemas… vejo pessoas arrogantes envolvidas com coisas ilíticas, alguns desistindo da OBRA por causa de vários problemas…”

E o que V. fez? Denunciou as coisas ilícitas? Prove. Exortou as “pessoas arrogantes”? Prove. Escreveu ao chefe religioso? Prove. Ora, inconscientemente, e para mal dos pecados, V. admite que “Jedeuti é o Saul buscando interesses próprios…” (frase sua!). E a pergunta que não quer calar: como V. consegue ser pastor debaixo da tutela de quem age como Saul? Não é verdade que, para remendar meia-solas V. depende do dono da sapataria?
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/fabrica-de-meia-solas/
.
Que enrascada hein?! Querendo me ferir, V. acabou se ferindo e agora as palavras pesam sobre a sua cabeça e como vergões nos seus lombos!

Sei de algo que está retinindo nos ouvidos dos pastores surdos: se aqueles que dominam a ICM-PES perderam a vergonha, aqueles que os obedecem perderam o respeito por si mesmos.

CV.

P.S: Amados. A falsa unção desnorteia o indivíduo. Nesta postagem a formatação é meridiana e não a esgotei. Quem quiser continue com crítica respeitosa.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/fabrica-de-meia-solas/#comment-11718

maranata – escravos trabalhando de graça para a obra com pastor emitindo nota fiscal

Alguns fatos verídicos para nossa reflexão:
Soube de um fato ocorrido há uns seis anos atrás e acho por bem relatar aqui. Um grupo de irmãos, comandados por um diácono, começaram a informatizar o som do maanaim. Iam toda sexta e ficavam até domingo trabalhando, deixando família, afazeres, etc. para fazerem a “obra”.
Fizeram isso durante vários meses até que este diácono viu uma nota fiscal de milhares de reais emitida por um pastor. Ele questionou o porquê daquela nota, o pastor disfarçou mas ele descobriu que estavam trabalhando de graça e o espertalhão ganhando dinheiro nas costas deles.

Outro fato interessante é que qualquer coisa feita por um simples membro vira um castigo, pois expôe a “obra”. Vocês lembram aquele coronel/pastor cuja conversa foi gravada, colocada na mídia, com ele xingando e depois ainda na entrevista, quando teve oportunidade de mostrar um pouco do caráter cristão, foi extremamente arrogante? Pois é, ele não expôs só a “obra”, expôs a sobra, a cobra, a roba, etc. Se isto não é expor o evangelho, então o que é? Ao invés de perder o ministério, foi contemplado com outra igreja e ainda por cima, a administração do maanaim de Domingos Martins.

Por último, uma irmã de Vila Velha descobriu que o tesoureiro da sua igreja depositou os cheques de seu dízimo na própria conta durante um ano. Ela contou ao pastor e ele disse para ela não comentar pois estaria expondo a “obra”. Deu-lhe um recibo e ela achou que o tesoureiro seria afastado. Pois o gatuno continua como tesoureiro, afinal ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão.

Fico realmente pasmo com a conivência e covardia dos irmãos que continuam sustentando esta organização. Certa vez, conversei com um pastor e ele disse que está acomodado, sem forças para fazer alguma coisa. É muito triste ver que as pessoas perderam a vergonha e assumiram uma atitude chamada de atitude de avestruz: a avestruz quando vê um perigo iminente enfia a cabeça na areia para não ver, achando que está protegida, quando na realidade fica mais vulnerável. Muitos dos irmãos que estão nas organizações maranata estão agindo como avestruz: não querem saber de nada, não lêem jornais, e-mails, não acessam a internet e não conversam sobre o assunto, achando que assim ficam bem, sem sofrer qualquer dano. Ledo engano. Assim é que estão correndo real perigo espiritual. Deus ama os valentes, os lutadores, os que trabalham, os que lutam pela verdade e abomina os covardes, os preguiçosos, os que amam e cometem mentiras.

Realmente, os pastores não recebem. Quem recebe, isto é, desvia, rouba, afana, são da cúpula que tem acesso a tudo e não prestam conta de nada, pois manipulam uma massa de mentes formatadas ao longo de anos através de distorções feitas na palavra de Deus de forma ardilosas para enganar os incautos. Triste é ver um povo prostrado, acovardado e acomodado aceitar tantos crimes, concordar com criminosos que orientam a sua vida espiritual e só se incomodar com os que saíram por não aceitarem a bandalheira que tornou-se notícia em todo Brasil.

fonte:http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/o-clamor-publico/

o única obra de Deus – a obra da igreja cristã maranata

Por oportuno, de diversas apostilhas e matérias difundidas nos Maanain’s, como parte do Corpo da Obra e do aperfeiçoamento dos dons (aburdo inexplicável), citaremos alguns jargões que descem das escadarias do palácio da rainha desfigurada:

  • A diferença desta Obra é que o Senhor fala aqui, não é como a Mescla.
  • A ICM é a Obra o resto é manobra e sobra.
  • A Obra é filho único.
  • A Obra é minha vida, a minha vida é a Obra.
  • A Obra não pode ser exposta.
  • A religião vive a letra, esta Obra vive além da letra.
  • Esta Obra conhece a revelação, tem culto-profético, madrugada etc.
  • Esta Obra é completa, perfeita e revelada: não tem dedo do homem.
  • Esta Obra é dinâmica, caminha na velocidade da luz, vive o projeto de salvação.
  • Esta Obra é do Espírito, não é obra de homens como na religião.
  • Esta Obra é nossa locomotiva para a eternidade.
  • Esta Obra é para valentes, não queremos covardes. Pode sair.
  • Esta Obra é profética, o Senhor fala só aqui.
  • Esta Obra é tudo para nós, devemos dar a vida por ela.
  • Esta Obra Preciosa é a menina dos olhos de Deus.
  • Esta Obra Preciosa é filha única.
  • Esta Obra vive o projeto de Deus, não vive a religião.
  • Na Obra a Doutrina é vivida no Corpo.
  • Na Obra a Palavra é Revelada.
  • Na Obra não damos lugar para o destaque do homem.
  • Na Obra não damos valor à aparência.
  • Na Obra não temos pastor famoso como nos movimentos.
  • Na Obra os pastores não recebem salário, isso é coisa da Mescla.
  • Não troco essa Obra nem pela minha família.
  • Nessa Obra Preciosa não temos teologia, temos a Palavra Revelada.
  • O que seria de nós, se não fosse essa Obra Preciosa?
  • O servo dessa Obra é nobre, são varões valentes, servas valorosas.
  • Para onde iremos nós, se sairmos dessa Obra Maravilhosa?
  • Só a Obra tem o dom da sabedoria que os movimentos carecem.
  • Só na Obra temos a revelação de Cantares de Salomão.
  • Só nessa Obra encontramos a revelação.
  • Só nessa Obra temos louvores revelados.
  • Temos a consulta à palavra, só a Obra conhece este segredo.
  • Temos os meios de graça que são segredos dessa Obra.
  • Todos os que absorvem a Obra são aqueles que serão usados.