igreja maranata – isso é um HOSPÍCIO

Meus amados, diante de todos os relatos que estamos tomando conhecimento, qualquer novela do autor mais depravado, pervertido, rebelde, polêmico, liberal, fica no chinelo perto do que se pode viver dentro dos domínios do reino, cujo governo é exercido pela rainha desfigurada!

Deus que abençoe os irmãos que lá ainda estão!

Por mais vivência que tenhamos, acho que ninguém está preparado para ouvir que, dentro de um lugar que se chame “igreja”, exista algo desta estirpe:

“O despreparo para o casamento é visivel, tamanho o pavor de algumas icemitas na igreja. O pior de tudo isso é o relato de uma amiga que há muitos anos saiu da seita, ela me disse com todas as letras que o seu varão o tal isaque, quis manter relacionamento intimo com ela antes de casar anal e ainda disse que isso podia só não podia ser o ato tradicional pois tiraria a virgindade ai não podia, tinha que se casar virgem. Pelo amor de Deus!” – parte do comentário de “cavaleira da verdade” em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/muita-coisa-esta-errada-dentro-desta-igreja/comment-page-7/#comment-49631

“Sei do caso de uma irmã, senhora de frente, esposa de ungido, que passou por isso. Ele nunca quis ter filhos e por isso forçava a mulher a este ato sexual constrangedor e aos 40 anos, depois de 20 anos de casamento a infeliz usava fraldas por não mais controlar as fezes. Hoje estão divorciados e ela lamenta o fato de nunca ter tido um filho… .” – parte do comentário de “falando nisso” em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/triste-fim-de-jornada-de-quarenta-anos/comment-page-5/#comment-49637

“- Já vi irmã com olho roxo por levar soco do marido e ele lá todo bonito dando assistência, orando com imposição de mãos e profetando;”…..”Fora o que as irmãs que são solteiras têm que aguentar de cantada e investida dos meia-solaS safados. A gente pensava que eram irmãos espirituais que queriam nos ajudar ou dar alguma assistência mas eram verdadeiros gaviões que ficavam rodeando com galanteios e presentinhos e visitinhas. Agora é que percebo que eram safados, nojentos e nunca foram crentes.” – trechos retirados do desabafo da irmã Eurípia Inês em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/triste-fim-de-jornada-de-quarenta-anos/comment-page-5/#comment-49646

“Sei de um dentista que era pastor que caiu em adultério com sua secretaria e começou a se sentir mal eu servir ceia, aconselhar casamentos em crise e resolveu procurar o anticristo GG para entregar o cargo pois não estava mais suportando viver em ecado e pastoreando igreja. Sabe quel foi a resposta do lider Mor, continua com seu casinho ai não precisa entregar o cargo, a igreja precisa de voce, as ovelhas precisa de vocem, e esse caso pode não dar em nada! Absurdo!” – trecho destacado do comentário de “Cavaleira da Verdade” em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/triste-fim-de-jornada-de-quarenta-anos/comment-page-5/#comment-49649

“Quando estive na seita, meu dizimo sumiu. Dei na mão do tesoureiro e como ele estava sem o recibo ficou de me entregar depois. Isso foi num sábado, no domingo quando fui cobrar o recibo o cara de pau falou que eu não havia dado ou que ele tinha esquecido no banco da igreja ou na Biblia e alguem tinha pegado.” – parte do comentário de “cavaleira da verdade” em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/triste-fim-de-jornada-de-quarenta-anos/comment-page-5/#comment-49623

“Tem uma igreja que um membro instrumentista marcava ensaios pra ensinar violão aos adolescentes sempre nos horários depois do culto aos domingos, as vezes no horario das 3hs, só ele e as crianças, depois descobriram que ele passava a mão nas pernas das meninas pois o costume de saia ja se aplica as adolescentes.” – parte do comentário de “cavaleira da verdade” emhttp://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/09/pedofilo-teria-feito-mais-duas-vitimas/comment-page-1/#comment-49628

“…quando eu tinha 15 anos fui molestado por um diácono da “obra”, no alojamento do maanaim, de madrugada……..contei apenas pra minha mãe….ela ficou indignada, mas ela (como eu tbm) eramos maranaticos…..não podiamos expor a “obra/icm”……” – comentado por “Frederico” em http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2013/01/10/igreja-maranata-descobriram-que-ele-passava-a-mao-nas-pernas-das-meninas-pois-o-costume-de-saia-ja-se-aplica-as-adolescentes-pedofilia-na-maranata/#comment-5482

Tem um outro depoimento que me chocou muito foi o daquela mulher, presente em uma apresentação de uma criança, a qual seria filha do seu próprio marido, “ungido do sinhô”, com a mulher que posava de família honesta, do lado do companheiro traído! Por que essa senhora ficou calada tanto tempo?

E olha que eu tirei apenas alguns de destaque. Lá no blog do CV há muito mais…

Não me levem a mal não, por favor, mas quem tá dentro dessa babilônia, chamada de obra, tem que encostar as costas na parede, e cuidar muito bem dos seus pertences, e tem que orientar a todos que façam o mesmo, principalmente os seus filhos, do contrário…

Guarda o que tens, povo meu!

Como diz o pastor Eduardo, isso é um HOSPÍCIO!

Licença, queridos, pois vou sair para vomitar…

Paz do Senhor Jesus a todos!

Alandati.

Publicado artigo sob o título O QUE É MELHOR: VER A NOVELA OU VIVER O “REALITY SHOW” DA OBRA? em http://diganaoaseita.wordpress.com/2013/01/11/o-que-e-melhor-ver-a-novela-ou-viver-o-reality-show-da-obra/, com base no comentário da irmã Eurípia Inês, de 25 de outubro de 2012 às 21:43.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/05/meia-verdade-e-uma-mentira-inteira/#comment-49670

igreja maranata – adultério e fornicação em maanains

> SEM DIZER QUE ALI JÁ ROLOU CADA UMA CASO! AM SE OS BELICHES FALASSEM!!!!!
> ATÉ PR CHEFE JÁ DESFRUTOU DO SERVIÇO DO QUARTO TRIPLEX MOTEL,APESAR DE
> CAMA SER DURA !!
> !!!!! SÓ QUE ROLOU UM ABAFA BÁSICO!!!!!!!!
> Infelizmente este comentário parece ser verdade. Já o ouvi algumas vezes
> por voluntários que tinham frequencia no maanaim.
> em portugues claro… adultério ou fornicação ali dentro? Foi isso q
> entendi…
>
> adultério ou fornicação ali dentro?
>
> Aqueles alojamentos me enojavam, não por sujeira mas por eu ter que sair
> do conforto da minha casa para ter que compartilhar da intimidade de um
> monte de homens porcos sem educação que eu não conhecia e nem queria
> conhecer. Ter que levar para aquele lugar tapa ouvidos se quisesse dormir,
> primeiro pelas conversas intermináveis e chatas dos imbecis que insistiam
> em desobedecer a hora do silêncio, segundo pelos roncos altíssimos. Não
> sei se alguém gostava daquilo, mas eu odiava.
>
> A única lembrança ruim que tenho do alojamento, quando ao chegar em casa
> de um 3° periodo (?) , não mais achei minha blusa azul NOVINHA que
> acabara de ganhar da minha esposa e que não usei nenhuma vez, por que não
> fez frio nenhum lá.A vergonha alheia que senti em contar que “um irmão”
> que já havia feito o 3° período simplesmente me roubou . não entendia como
> poderia isso ser possível…….. Hoje mesmo após saber que pastores do
> PES roubaram milhôes do dízimo, não consigo entender como um “irmão” vai
> ao seminário e na cara dura tira coisas da mala de outro “irmão”!!!
>
> se o dos homens era assim, imagine o das mulheres , fofocas, risadinhas
> ,preparação para o desfile de modas, falta de educação e respeito para com
> aqueles que queriam descansar , além dos odores desagradáveis e dos roncos
> insuportáveis, realmente era muito complicado “dormir” naquele ambiente.
> Graças a Deus estou livre desse constrangimento.
>
> As vezes um momento que era para ser de alegria se tornava insuportável.
> Eu nunca gostei de dormir cedo e gostava de ficar conversando mas não
> podia porque num alojamento gigante tinha que respeitar quem queria
> dormir. Então eu ficava escutando os roncos e os peidos, arghhhh. Seria
> melhor se fossem quartos onde pessoas com os mesmos gostos ficassem
> juntas, mas como disse nosso irmão falta verba $$$$. Afinal eles tem que
> juntar dindin pra comprar mais mansões em Miami, quem sabe uma em Abu
> Dabi?
>
> Eu nunca dormi no alojamento, não conseguia, roncos infindos!! E no
> alojamento feminino as meninas acordavam e começava a sinfonia das
> sacolas… Sempre falei pros rapazes, vc quer ver como são as tchutchucas
> do maanaim de verdade vão para o alojamento, terão a visão do inferno!!
> kkk
>
> …Os pastores dormem em um chalé bem confortável, poderiam dormir no
> alojamento também.
>
> E as esposas deles, as filhas, as amiguinhas das filhas, as funcionárias
> do PES, as dondocas da alta sociedade Maranática…Esse povo aí nunca
> enfrentou um banho gelado ou morcegos sobrevoando os alojamentos e muito
> menos precisaram fazer fila pra banho, pra escovar os dentes, pra usar o
> banheiro. Eu fui muito ao Maanaim, mas não dá pra dizer que aqueles
> alojamentos são um hotel 5 estrelas, aliás, estrela nenhuma né?
>
> Havia toda essa distinção para a “alta sociedade maranática,é?” Nunca
> soube disso, Sabia dos pastores.
>
> É então reflexo da “sociedade de privilégios”, característica nacional,
> Mais uma prova de que a ICM é somente mais uma igrejinha com todos os
> vícios da sociedade onde surgiu como acepção de pessoas depedendo da sua
> classe social. Isso em claro contraste com o que o Senhor nos ensinou.
>
> Sim, as filhas e esposas dos pastores que passaram pela Igreja que eu
> frequentava nunca ficavam nos alojamentos conosco, e eu, assim como as
> outras jovens, como não éramos da “alta” nunca podíamos ficar em chalé
> nenhum, só as dondocas de Vila Velha 1 e Praia da Costa.
>
>
> enquanto os dizimistas se amontoam todos…
>
> os que recebem o dizimo: carro importado, empresas na europa, dolares para
> o exterior, apartamentos de luxo em Miami
> eeeeee povão trouxaaaaaaaaaaaaaaaa
> Fiquei sabendo que ate tiro rolou no alojamento de trabalhadores, o irmao
> ainda tem a bala alojada na cabeça, mas houve o famoso abafa
>
> os alojamentos da OBRA tem que ser melhores rapaz. É da OBRA que você tá
> falando não é? POis é, alojamentos revelados, na velocidade da luz. A
> questão não é a qualidade e a inevitabilidade de acontecidos
> desconfortáveis, a questão é a OBRIGATORIEDADE de ir pra lá amigo, eu não
> gosto daquilo, não sou soldado pra dormir em alojamento e se voce procurar
> saber os alojamentos militares tem comida de primeira. Agora uma coisa, a
> maranata constrói mansões em DOMINGOS MARTINS com dinheiro desviado, por
> que não construir os seus 3000 chalés?
>
> sou reservada e nunca gostei desse investimento “espiritual”, ir ao
> Maanaim é sim uma imposição, você pode até procrastinar, mas se quer
> cargos e etc… não tem como ser diferente: Organize sua mochila chiando
> ou não, e siga os bons.
> Observando mais amplamente, dada a sociedade ” ? ” em que vivemos, não
> é diferente dentro do “acampamento” de anjos, existe de A a Z os
> privilegiados. Alojamento e comidas separadas. Pastores e os filés são
> apresentados. Esposas e filhas de pastores são agraciadas por revelação.
> Desde que o mundo foi mundo esses ditames nunca mudaram (lê-se: Desde que
> a ICM foi ICM).
> Quando estive lá, nada passou despercebido, sempre achei importante
> observar tudo sem ares de críticas, mas para conhecimento, não perdi
> tempo, acho que ganhei mais autoridade para falar o que falo aqui.
> O eixo maior é o dinheiro que se movimenta lá dentro, porque nada cai por
> acaso alí nas muralhas espirituais.Todos os membros são convidados
> (obrigados) a fazer sim os estudos, ou será visto como desacertado, fraco
> na fé. Se você mora na capital que tem uma “fazendinha encantada” dessas,
> ainda o custo é menor, mas se você mora numa média de 900km, tem que
> enfrentar os percalços.
> A rotatividade financeira é clara, faça às contas.Por deveras, os casais
> já tiveram muitos problemas em seus lares, quando ela a esposa entendia a
> OBRIGAÇÃO de frequentar e o esposo não, ou ao contrário. Um se achando
> mais espiritual do que o outro, numa disputa imprópria para um lar que se
> diz edificado por Deus. Pasmem! Começa a rachar. Neste exemplo quero
> colocar ela como sendo a que quer ir ele não, pois bem, é um pulo
> milimétrico para declarem guerra. Ela passa a achar que está na “BENÇA’ na
> fazendinha encantada, e sua casa e seu marido as moscas por muito pouco
> tempo, afinal, as aves de rapina chegam mais rapidamente do que as moscas.
> Se fosse dá exemplos, aqui… talvez ficasse falando sozinha, mas eu creio
> que em algum coração, cada letra seja valorizada.
> Está provado que todas as igrejas locais e etc, estavam e estão passando
> pela fase da economia, e aonde não existe manutenção a degradação é mais
> voraz.
> Os recursos sagrados, eram para a obra de si mesmo e não convertidas as
> melhorias, dada a demanda da membresia.Aqui se questiona, o que os olhos
> dos inocentes viam e não tinham como confrontar.Aqui se questiona, o que
> os passos dos inocentes avançavam e não tinha como seguir seus próprios
> destinos.
> É provado que a criação de chalés e o número de 3.000 mil é pouco para o
> que se arrecada. Mas, é estudado psicologicamente que o homem é o “ser da
> falta”.
> O luxo e o bom gosto nessas localidades faraônicas, não justifica aos
> membros, estarem se esbarrando da forma flagelante a qual são tratados,
> não existe mesmo razão dessa inópia.Quem não tem queixas que compreenda de
> forma ampla o que nos reportamos, e não se prenda a PEDRA QUE JESUS NÃO
> TINHA PARA RECOSTAR.O Antônio na sua postagem, falou de algo
> primorosamente importante: PIOR DE TUDO, É ISSO MESMO .
>
>
> É assim que a classe fica no seminario após a aula do supremo GG sobre
> Pascoa,ninguém entende nadica de nada,ele fala o coelho,bacalhau depois
> disse que na Oubra não se prega uso e costume,foi o que entendi no
> comentario sobre comidas proibidas pele GG,,
>
> “Curta a obra com Moderação, pois ela é curta… e fique de olho aberto,
> senão vão sumir com o seu $$$….
>
> Irmãos eu sei bem do que vocês estão falando… Antes de ser tecladista
> das Aulas de Gedelti, eu passei por este sufoco, depois de virar Popstar e
> entrar pra nata dos amigos de Vila Velha 1 e Praia da Costa, tudo mudou
> completamente, e vos digo que a diferença entre os alojamentos comuns e os
> reservados é como se eu fosse comparar o Céu e o Inferno…. Eu ficava
> impressionado com tamanha regalia, só porque comecei a dar minha cara a
> tapa tocando nas aulas de Gedelti e Amadeu… Não posso reclamar, pois fui
> um dos poucos que tive “tais regalias” de Ficar em alojamentos reservados,
> Chalés e fazer as refeições no refeitório do Gran Mestre… Vocês não
> fazem idéia de como era o cardápio das refeições desde o café até a ultima
> refeição, extremamente farto e variado, com direito a mesa de frutas de
> sobremesas variadas e tal… Eu estava ali… sim estava, gostava ??? Sim
> gostava, mas na minha cabeça eu me perguntava Meu Deus por que tanta
> diferença de tratamento ??? .
>
> Digo popstar como forma irônica odiava este apelido que o pessoal de Vila
> Velha 1 e da Catedral me colocaram … Eu nunca me achei merda nenhuma….
> Me lembro que antes de todas as aulas em que eu tocava, a minha oração era
> sempre para que eu fosse um vaso usado nas mãos do Senhor.

fonte: email recebido