radio trombetas – ex-maranata – A maioria das pessoas que escutam a radio são da Religião Maranata, e por essa enquete e a quantidade de votos errados da pra se ter uma noção do estrago que esse homem tem feito na mente de milhares de seus seguidores

JESUS disse: Pecais por não conhecer as escrituras nem o poder de Deus

Veja esse enquete que foi feita no site da Radio Trombetas ===>>>

Enquete postada no dia 30/1/2012.O que você entende sobre a expressão do texto 2 Co 3:6 “[…]a letra mata[…]”?

Ler muito a Bíblia pode confundir ou matar uma pessoa espiritualmente 1,33%

Refere-se ao primeiro pacto da “Lei” do Antigo Testamento 3,80%

O estudo cuidadoso de toda Bíblia é inútil e até perigoso 0,41%

A Palavra de Deus precisa de revelação 92,61%

Não tenho conhecimento sobre o assunto 1,85%

92,61% dos ouvintes votaram que a famosa frase usada por Gedelti e seus seguidores “a letra mata” se refere a toda a escritura tanto o velho como o novo testamento e que pra se entender precisa de revelação…

A maioria das pessoas que escutam a radio são da Religião Maranata, e por essa enquete e a quantidade de votos errados da pra se ter uma noção do estrago que esse homem tem feito na mente de milhares de seus seguidores

reparem que essa enquete foi feita no começo do ano.. em janeiro

Ouçam a mensagem do ex-pastor da maranata Samuel França dono da Radio Trombetas

http://www.radiotrombetas.com.br/MSGS_GRAVADAS.asp?id=232&tp=3

conhecereis a verdade e a verdade os libertará

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/comment-page-3/#comment-14207

Acrescentando:

(2 Jo. 1.9 – RA-SBB): “Todo aquele que ultrapassa a doutrina de Cristo e nela não permanece não tem Deus; o que permanece na doutrina, esse tem tanto o Pai como o Filho.”

Irmão entenda a destruição vem do próprio Presbitério Espírito Santense em Vila Velha!! Este versículo bíblico não permite cinza – é preto ou branco – é sim ou não permanecer na doutrina do Senhor – o que é certo, é certo – o que é errado, é errado – sem meio termo, quem não permanece na doutrina do Senhor, não tem o Pai nem o Filho – mesmo pensando que tem, mesmo estar absolutamente convencido/a!! A ordem do Senhor é bem clara, indiscutível: … sai dela povo meu…!!!

PAZ

maranata – Então voltei aqui e lendo os artigos e comentarios, cheguei a conclusão q não era coisa da minha cabeça…Era Deus falando comigo

Boa noite a todos os irmãos. Quero deixar registrado aqui o meu relato do tempo que passei nessa denominação q se diz cristã.

Sou evangelica desde os 14 anos e amo a Palavra de Deus. Sempre lia e estudava inclusive outros livros q falvam sobre seitas e heresias, mas nunca havia me deparado com uma igreja pseudocristã. Estamos acostumados a pensar em TJs, Maçonaria, Mormons, Adventistas do Setimo dia como seitas hereticas e nem imaginamos que existem piores q essas. Enfim…

Aos 27 anos comecei a namorar um rapaz da ICM e fui no culto com ele. Achei o lugar simples, as pessoas me receberam muito bem e o culto muito bem organizado, louvores bem cantados…. acabei me deixando ficar, pois minha denominação era muito grande e na ICM tinha tanta atenção… Envolvi-me depressa e nem parei para questionar biblicamente as doutrinas… como era novidade pra mim, fiquei mesmo obsolvendo o q me passavam e rapidamente cresci. Em tres anos já estava no GL, já tocava violão e já tinha a maioria dos seminarios. Todo mes estava no maanaim reciclando e era mnuito conhecida por lá.

Mas aqui estamos falando de discriminação e preconceito e então vamos a minha experiencia.

Depois de quase dois anos na ICM meu namoro acabou. Apesar disso os jovens estavam senore comigo e as vezes saiamos pra lanchar. Na epoca eu trabalhava e ganhava um alto salario e não poucas vezes eu pagava o lanche de alguem ou até mesmo seminarios. Lembro-me de uma rixa entre os jovens q tinham funções q sempre saiam juntos e os jovens sem função sempre ficavam de fora, até o diacono reunir os jovens e proibir qualquer saida sem q todos fossem convidados. Como tinha muitos grupinhos, acabou q raramente passamos a sair juntos.

Qd fui mandada embora, depois de um tempo comecei a trabalhar num escritorio onde ganhava menos, mas tinha tempo de estar na igreja todos os dias e nos finais de semana. Gradativamente fui me afastando dos amigos q não eram da ICM e tb da familia. Ao mesmo tempo eu percebi q os jovens tinham mudado comigo e por dois motivos: finaceiro, pq não ficava mais pagando nada pra ninguem e afetivo: eu tinha mais de 30 e não pensava em casamento, como não penso até hj.

Fui muito discriminada por querer ser solteira e servir ao Senhor e tinha uma jovem q sempre q podia, me humilhava por isso. Um dos erros maiores dessa igreja é proibir os jovens de se relacionar com jovens de outras denominações. Se vc o faz, é pressionado a trazer a pessoa pra ICM ou a terminar. Eu presenciei muito isso. Por essa razão q tem tanta jovem solteira, mesmo pq os varões só querem garotas tipo modelo e quem vai querer namorar uma gordinha como eu? Principalmente uma gordinha q começou a questionar as coisas? E uma gordinha questionadora e pobre? Pra ICM tudo isso é deficiencia e correm disso.

Um dia o pastor me chamou, junto com a jovem q gostava de me humilhar e disse q o Senhor tinha revelado nós duas para sermos responsaveis por inscrição de seminario. No momento em q nos ajoelhamos pra orar, ela fala no meu ouvido: Tinha q ser com vc? E depois, longe dos pastores disse q não queria nenhum tipo de amizade comigo pq não tinha nada a acrescentar a ela. E mesmo levando isso ao pastor, fui tratada como problematica. Deixei na mão do Senhor e apesar de mal nos falarmos, desempenhei bem a função.

Lendo as postagens da Euripia, devo concordar com ela quanto ao trabalho de Libras. Eu tb fiz a oficina e apesar de ter aprendido com facilidade e me emprenhar para estar interprete, depois da prova, pessoas q mal sabiam fazer uma frase em libras tinham sido “levantadas” interpretes e eu apenas como auxiliar. Botei a boca no trombone, falei com todas as professoras, indignada com aquilo. Eu tinha me esforçado pra nada? Duas semanas depois o pastor me chama e diz q agora eu poderia interpretar em qualquer igreja e pra eu dar essa noticia a todos os q riram de mim….ele sabia mais do q eu. E mesmo conseguido isso, não tinha mais vontade de interpretar. E durante o ultimo ano q estive na ICM, não interpretei nenhuma vez. Pq entendi naquele momento q não era pq Deus mostrou, mas pq homens mudaram de opinião.

Qd resolvi morar sozinha, consegui uma kitinet pertinho da igreja, na intenção de me dedicar mais, alem de ficar livre do problema do alcoolismo do meu pai. Apesar dos 6 anos q tive na ICM, esse quadro do meu pai não tinha mudado e não dava mais pra continuar vivendo com ele. Com apoio da minha mãe e meus irmãos, me mudei pra kitinet q uma senhora da igreja alugou pra mim. Sem o problema do meu pai q me fazia ficar mais tempo na igreja, passei a analisar melhor as coisas e a questionar.

Pesquisando, voltei a esse blog q eu tinha visitado a tres anos atras, mas achava q estava pecando contra a “obra” por estar aqui. Só q eu voltei a ler a Biblia como antes e com o escandalo, minha mente, q já estava clareando, se libertou de vez. Então voltei aqui e lendo os artigos e comentarios, cheguei a conclusão q não era coisa da minha cabeça…Era Deus falando comigo. No inicio fiquei zangada, me acando a maior das burras por não ter visto as heresias pregadas e ter aceitando sem confrontar na Palavra, mas depois as coisas foram voltando aos seus lugares e experimentei a liberdade em Cristo.

A mudança foi logo sentidda: de frequentadora assidua e participante de tudo, comecei a aparecer exporadicamente na igreja, sempre acompanhando as noticias e sempre q falava com algum amigo ou irmão da ICM, na maioria das vezes era agredida, ignorada e alguns me excluiram do facebook.

A ultima foi uma “palavra profetica” armada num culto de sabado, sem a presença do pastor onde o obreiro interpretou o diacono dizendo o absurdo q não vou esquecer: “Minha jovem (era mes de março e na igreja raramente tem palavra profetica direcionada a jovens, sem ser no mes tematico dos jovens), eis q te digo q seus pensamentos e sentimentos em relação a minha obra não me agradam. O homem é falho, mas minha obra é perfeita. E te dou poder para vencer esses pensamentos”. Todo mundo percebeu q era pra mim, a igreja estava praticamente vazia, e só tinha membro, sem visitante. Depois dessa, e no dia seguinte o pastor dizer q teve um dom, mas sem contar e falar q tinha q receber imposição de mãos por uma semana, eu decidi q realmente ali não era meu lugar.

Tem duas semanas q saí do ninho q não tem amor, coisa q cobrava demais dos irmãos e q ninguem me ouvia (chegaram a dizer q os membros me evitavam pq eu gostava de unir todo mundo e não tinha preconceito de ninguem. De fato, só os “excluidos” me procuravam) apenas diziam q eu devia fazer a obra q Deus cuidava do resto. E minha saida provocou algumas reações contrarias, fui taxada de caída e ainda não sei se a senhora vai permitir ficar na kitinet alugada, pois ela já percebeu q eu saí. Mas teve irmãos q não se chatearam, apenas disseram pra eu não sair da presença do Senhor.

Hj, depois de voltar para minha antiga denominação, acompanho de longe o desmoronar do palacio da rainha desfigurada. De vez em quando algum irmão de lá me procura e me dá razão. E entendem o pq de tantos posts falando da verdadeira e sã doutrina q está na Biblia, do jeito q está escrito.

Agradeço a todos pela paciencia de ler minhas muitas palavras.

CV, sempre q posso, divulgo o blog. É um oasis no deserto.

A todos, A paz do Senhor Jesus.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-13543

maranata – nunca vi uma igreja sujar tanto o evangelho quanto a icm-pes: desvios de dinheiro, de conduta, de caráter e o pior de todos os desvios – o da Palavra do Senhor, bem como do Nome do Espírito Santo de Deus, para manipular e subjugar pessoas de boa fé

(Rm. 2.24): “…o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por vossa causa.”

É isto CV, nunca vi uma igreja sujar tanto o evangelho quanto a icm-pes: desvios de dinheiro, de conduta, de caráter e o pior de todos os desvios – o da Palavra do Senhor, bem como do Nome do Espírito Santo de Deus, para manipular e subjugar pessoas de boa fé.

Hoje mesmo uma irmã me confidenciou algo sobre sua filha, que já saiu da icm há uns dez anos atrás, e que naquele momento ela não deu nenhum apoio, muito pelo contrário, ficou contra sua filha e cegamente do lado da “obra”.

E o motivo da filha sair?

Nos seus dois últimos de icm-pes ela inventava “dons”, particularmente no culto profético, e nunca, ninguém sequer desconfiou. No início ela falou pra mãe, que fazia pra ser mais respeitada e admirada. Mas com o passar do tempo, passou a não acreditar em mais nada, e que inclusive, tinha a certeza que o Senhor não estava naquele lugar.

Então passou a orar, pedindo ao Senhor, que mostrasse a alguém, que tudo que ela entregava era mentira, mas nada. Muitas vezes seu “dom” foi a direção pro culto. E na hora da bibliomancia? Amém pra suas mentiras.

Resolveu sair… foi pro mundo. E isso, porque a própria mãe não a apoiou a ir pra uma igreja tradicional, como era de seu desejo. Disse pra filha, que lá (na igreja tradicional) não havia salvação, nem o Espírito Santo… seria perda de tempo. Repetiu o que sempre aprendeu nos “reveladas” mensagens da “obra perfeita”.

Hoje, diante dos acontecimentos e acompanhando esse blog diariamente, viu a injustiça que cometeu com sua querida filha.

E agora? Como reparar tudo isso CV?

E ainda tem gente que entra aqui, pra defender essa “obrinha do sinhô”, que separa famílias, destrói sonhos, mata a fé e fecha as portas do Reino dos Céus.

Achavam que iam continuar reinando soberanos… Esqueceram do nosso JUSTO JUIZ, se é que um dia o conheceram.

Não mais enganarão vidas preciosas! Não mesmo!

É tempo de juízo do Senhor!

Paz a todos!


.
Amados,

E ainda dizem que têm a chave da interpretação da palavra revelada além da letra. E contra esses tais pesa a DENUNCIA DE JESUS (Lc 11.52): “Ai de vós, intérpretes da Lei! Porque tomastes a chave da ciência; contudo, vós mesmos não entrastes e impedistes os que estavam entrando.”

Então, de que vale o clamor pelo sangue de Jesus?

Espíritos de enganação e mentiras habitam em icemitas extremamente vaidosos; e depois de tomarem posse de suas almas fazem o querem dentro de um “culto profético”. E ninguém discerne. Demônios são expulsos? Não! Isto não causa indignação? Sim! Quem dentre eles discerne a obra do “deus deste século”?

O meia-sola remendado, ali presente, fica ouvindo mentiras depois da heresia do clamor, consulta mentiras, aprova mentiras e anuncia mentiras para o povo; enquanto o diabo se esgueira pelas sombras e introjeta outras mentiras nos presentes. E os filhos do gedeltismo feitos meia-solas remendados, embriagados exclamam: OBRA MARAVILHOSA! OSSORREVELÔ!

Os seminários são articulados para formatação e introjeção de doutrina revelada além da letra. Então, prometem a excelência da OBRA como caminho para a eternidade e exclusiva porta da salvação; mas andam com astúcias, adulterando as Escrituras e praticando coisas indignas e muito vergonhosas. Como está escrito (2 Co. 4-1-7 – ênfase nossa):

“Pelo que, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; pelo contrário, rejeitamos as coisas que, por vergonhosas, se ocultam, não andando com astúcia, nem adulterando a palavra de Deus; antes, nos recomendamos à consciência de todo homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.

Mas, se o nosso evangelho ainda está encoberto, é para os que se perdem que está encoberto, nos quais o DEUS DESTE SÉCULO [SATANÁS] cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.

Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor e a nós mesmos como vossos servos, por amor de Jesus

Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo.

Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós.”

E o que fazer? Arrependimento! Mudança de vida! Pedir perdão! Quebrantamento!
Naquilo em que a Mãe dessa jovem foi responsável por estimular o erro da filha com suas mentiras, ela deve confessar isto a fim de alcançar o perdão de Deus.
Pois eu lhes afirmo: em um culto profético a POSSIBILIDADE DE ERROS é de 100% (cem por cento).
Paz.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/castigo-definitivo/#comment-13528

maranata – fico indignado com a lavagem cerebral que fizeram em mim e que graças a Deus já estou liberto dela depois que saí da Seita

Ao Indignado do Comentário Enviado em 24/06/2012 as 2:51

Amigo, agora eu gostaria de te dizer com o que eu fico indignado.

Preste atenção:

Fico indignado quando penso que fui enganado nesta Seita ICM durante 27 anos;
fico indignado com as doutrinas heréticas que me ensinaram e que me levaram a ensinar tambem;
fico indignado com a lavagem cerebral que fizeram em mim e que graças a Deus já estou liberto dela depois que saí da Seita; fico indignado quando penso que muitas vezes ia para aquele Maanaim para aprender sempre as mesmas coisas, ou seja, heresias, quando poderia ter aproveitado melhor este precioso tempo perdido;
fico indignado quando penso nos “cultos de madrugadas” que tive que participar, quando poderia ter ficado em casa dormindo um pouco mais;
fico indignado quando penso que quando saía com minha esposa e filha para passearmos, ficava com pressa para retornar para não perder o tal do “culto profético” e aí nem aproveitava direito o passeio;
fico indignado quando penso que chegava do trabalho e ás vezes nem banho tomava, pois tinha que ir para a “igreja” rapidamente, pois era o diácono responsável pela “igreja” e não podia perder a reunião do culto profético;
fico indignado quando penso que em todos os anos na época do Natal não podíamos participar de momentos juntos com os familiares porque nos era ensinado para não participarmos;
fico indignado quando penso que nem o dia das mães podíamos comemorar junto com nossa mãezinha, porque nos ensinaram que isto não podia-se fazer…

Veja bem amigo, são tantas as indignações que se quizer colocar todas aqui,este comentário ficará imenso. Mas vou terminar falando de mais uma indignação:
fico indignado em pensar que meu dinheiro do dízimo e das ofertas foi surrupiado por uma quadrilha(em tese) que se instalou na cúpula desta “igreja”. Dinheiro este que não foi só o meu e que foi desviado para compra de carrões e mansões e foi até utilizado para se fazer plástica de natureza estética em mulher de pastor. E o pior é a indignação de saber que todos os crimes (em tese) dos quais a cúpula da Seita ICM está sendo investigada, provavelmente vem acontecendo a muitos anos…

Deixo este comentário para a sua reflexão.
Será que voce tambem ficará indignado?

Um abraço a todos e fiquem na PAZ!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/castigo-definitivo/#comment-13528

maranata – Ao curioso deve ser explicado tudo de forma evasiva e superficial – “não podemos revelar o segredos dessa Obra”.

“OBSCURANTISMO” – Uma doutrina da ICM
2.1.5. O Obscurantismo é o método de governo que oculta fatos e argumentos que possam denunciar ou contradizer os atos, as decisões e as afirmações de certos grupos que se arvoram donos da verdade. É um recurso político e religioso que se opõe a difusão do conhecimento entre os subalternos do sistema.

É um estado de espírito oposto à razão e ao progresso intelectual e material; um desejo de não instrução ao povo; engenhosamente objetivando um estado de completa ignorância (desinformação) aos subordinados. Seja conhecimento a nível social, político, religioso e cultural, é o sistema que nega a instrução e o conhecimento às pessoas para preservar o estado de ignorância de modo a facilitar o poder de controle das Instituições.

2.1.5.1. O Secretismo Religioso é um dos artifícios amplamente recorridos na Maranata. O caráter secreto é um inerente atributo das reuniões e encontros do sistema religioso da Maranata cujo objetivo é tornar seu sistema fechado, isolado, a fim de não expor as intimidades dos conteúdos teológicos, das decisões administrativas e das determinações sobre a vida das pessoas enquanto membros da Maranata.
.
Há uma enormidade de reuniões com caráter secreto, para as quais, rigorosamente, só determinadas castas “superiores” ou “edificadas” da igreja podem participar. Os componentes dessas reuniões ou encontros seguem a cartilha de que jamais podem revelar o conteúdo ou assunto tratado, para que se mantenha oculto, em mistério, as matérias expostas aos não participantes.

Além da parte prática, que é ocultar informações e decisões dos visitantes e membros, o secretismo religioso tem o poder de suscitar, naturalmente, nos adeptos das reuniões às portas fechadas a sensação de mistério e privilégio espiritual sobre o restante dos membros não participantes, comumente reputados pelo sistema como “não-edificados” suficientemente para receberem tal “conhecimento”.

As práticas secretas estimulam uma vaidade elitista, orgulho religioso e ostentação espiritual ao participante. Reuniões de pastores, “culto-proféticos”, seminário de 7º período, “grupo de intercessão”, algumas reuniões de jovens, reunião de obreiros, são exemplos de reuniões que são revestidas da capa do obscurantismo religioso.

2.1.5.1.1. De acordo com a teologia da Maranata, Deus revelou a liderança “Segredos da Obra”. Se há secretismo religioso entre os internos, por conseguinte, em relação aos de fora, é mais acentuado. Muito embora as palavras de Jesus asseverem que tudo que se falar às escondidas deve ser anunciado sobre os telhados e nada há oculto para que seja revelado, na Maranata, porém, é ensinado que Deus houvera revelado “segredos da Obra” especialmente a seus fundadores, de tal sorte que é terminantemente proibido se falar dos detalhes e minúcias do sistema da Maranata a pessoas não-membros.

Tais “segredos” seriam as doutrinas originais e particulares da teologia da Maranata, assim como os conteúdos expostos em seminários, reuniões, encontros e distribuídos em apostilas. Ao curioso deve ser explicado tudo de forma evasiva e superficial – “não podemos revelar o segredos dessa Obra”.

Seminários, cultos e reuniões, por exemplo, são proibidos expressamente de serem gravados, seja até mesmo em áudio. Já se chegara até a proibir meras filmagens e fotografias dentro dos “maanains”, a fim de preservar a sensação de mistério e pretensão espiritual do local.

2.1.5.2. A Falta de Prestação de Contas ou Intransparência Orçamentária é diretriz basilar do governo da Maranata. Os valores arrecadados dos dízimos e ofertas são omitidos dos adeptos, ficando tão-somente sob a ciência do Presbitério (em matéria geral) e do pastor e tesoureiro (a guisa local).

Não há prestação de contas ou exposição do memorial descritivo de custos e arrecadações mensais aos membros, tampouco dos negócios firmados pelo Presbitério na aquisição e alienação de bens. O Estatuto da Instituição Religiosa, também, é omitido dos membros que não podem reclamar o seu acesso e ciência, sob pena de sofrerem retaliações e sanções.

Não obstante ensinarem que “o maanaim é dos membros”, não se justifica o motivo pelo qual levou a alienação de algum deles. Tudo é muito oculto e nada pode ser revelado em matéria que envolva administração de finanças, as quais estão totalmente a mercê da consciência do Presbitério.

E a Palavra do Senhor Jesus diz:

“Jesus lhe respondeu: Eu falei abertamente ao mundo; eu sempre ensinei na sinagoga e no templo, onde os judeus sempre se ajuntam, e nada disse em oculto.”
 João 18:20

“Porque não há ninguém que procure ser conhecido que faça coisa alguma em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo.” João 7:4

“Porque nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se. O que vos digo em trevas dizei-o em luz; e o que escutais ao ouvido pregai-o sobre os telhados.” Mat 10:26-27

E Paulo explica o motivo pelo qual seitas utiliza a política do obscurantismo:

“Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.”2 Co 4:2

Sugestivo e muito.

Em Cristo.

Fonte:http://obramaranata.wordpress.com/governo-e-organizacao/

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/04/poder-camaleonico/#comment-12612