igreja cristã maranata – Muitos aqui, que no passado se sentiam até ofendidos pelas denuncias do CV, já se arrependeram e hoje estão vivendo o evangelho verdadeiro.

Excelente e oportuno artigo!

Este vem completar o anterior (Discriminação e preconceitos) onde as pessoas narraram o que sofreram na pele no mundo material.

Este fala do que o Espírito já mostrava no mundo espiritual e as pessoas não entendiam ou se recusavam a entender. Mas está tudo ligado.

Por isso temos que reforçar sempre que é fundamental LIBERAR PERDÃO para que nós mesmos sejamos perdoados e LIVRES.

Continuaremos denunciando.
Muitos aqui, que no passado se sentiam até ofendidos pelas denuncias do CV, já se arrependeram e hoje estão vivendo o evangelho verdadeiro.

Denunciamos o reflexo do mundo espiritual no mundo físico, mas temos que ter em mente sempre que nossa guerra não é contra carne e sangue.

Que Deus dê a cada alma ferida pelos religiosos a capacidade de perdoar.

Que Deus produza em cada religioso que feriu as ovelhas do Senhor e que hoje se inflama contra esse site, frutos dignos de arrependimento.

Que Deus abençoe a todos nós.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/08/sonhos-quando-ver-o-que-outros-nada-percebem/#comment-16477

igreja cristã maranata – a igreja que frequentavam está a cada dia mais vazia e triste e que só agora entendem o porquê.

Ontem eu fui me reunir com os retirantes de BSB e a surpresa foi enorme. Encontrei entre os irmãos 5 pessoas que eram da mesma igreja que eu. Eu fiquei muito feliz. Eles disseram que entraram aqui no Blog do CV e ficaram atônitos não querendo acreditar e sentindo uma grande dor e decepção mas que continuam lendo porque nunca imaginavam tais coisas. Disseram que a igreja que frequentavam está a cada dia mais vazia e triste e que só agora entendem o porquê.

Irmãos, os retirantes de Brasília (que não foram para outras denominações) estão se reunindo em uma casa cedida pelo irmão Hugo, filho do falecido pr. Hugo. Essa casa tem um salão com capacidade par a umas 100 pessoas mas já não está cabendo. Devo esclarecer também que fica num local muito distante e por isso nem todos os retirantes se reúnem ali.

Bom falar isso porque… o tambor está com o som mais alto. No começo o CV estava só e a cada dia pessoas iam sendo acrescentadas e iam ajudando-o.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/12/eu-e-o-meu-tambor/

Hoje somos quantos? Não podemos imaginar. Mas os números não importam. O que importa para nosso Deus é cada alma liberta podendo gozar das riquezas que ele tem para nós e que nos eram nagadas lá na seita do Morro do Moreno.
http://www.morrodomoreno.com.br/memorias.htm
http://www.vilacapixaba.com/Artigos/Artigo%20Vila%20Velha%2001.htm

E assim a cada vida liberta é uma grande alegria e bem sabemos que, por isso há festa no céu.

Continuemos em oração mas também com informação para que nossos queridos que ficaram, e até nos tratam com desprezo, também venham viver a liberdade que só a Graça de Jesus pode proporcionar.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/o-clamor-publico/

maranata – “Na obra o homem não aparece!”. Percebam que o CV cumpre essa palavra, pois sem aparecer, ele constrói uma ponte tão bem arquitetada para que os retirantes a usem para voltarem ao “VERDADEIRO CAMINHO”. É, realmente, na “VERDADEIRA OBRA DE DEUS” o homem não precisa aparecer. Que coisa Gloriosa!

À querida irmã, “Uma jovem aos olhos de Deus”,

Acho muito legal ter a presença de jovem aqui neste Blog. Isso traz um frescor tão agradável!
Gosto muito da sua proposta de um encontro com todos os retirantes. Isso é algo que sempre desejei mas irmã, isso está ficando cada vez mais inviável e graças a Deus por isso.
Eu explico: O CV teria muitas dificuldades e até impossibilidade de fazer esse grande encontro porque o número de retirantes é cada vez maior.

Irmã, é que o CV toca um tambor cujo som já chegou a lugares muito distantes e pessoas que jamais imaginávamos se retiraram da seita. E este som não toca só no Brasil, ele toca no exterior também. Já viu um tambor assim?

Imagine um homem sem ser visto causando um racha tão grande onde se proclama: “Na obra o homem não aparece!”. Percebam que o CV cumpre essa palavra, pois sem aparecer, ele constrói uma ponte tão bem arquitetada para que os retirantes a usem para voltarem ao “VERDADEIRO CAMINHO”. É, realmente, na “VERDADEIRA OBRA DE DEUS” o homem não precisa aparecer. Que coisa Gloriosa! Que o CV o diga.

Mas irmã, não estou dando estia para o CV não. Se ele pensa que por isso ele não vai aceitar o seu e o meu convite, ele está enganado. Nós o aguardamos. E já que aqui na Terra talvez não possamos fazer um grande encontro com todos os retirantes, tenha certeza irmã, que o faremos em breve no céu. E até lá espero que todos sejam livres das amarras colocadas por homens vaidosos e amantes de si mesmos.

Ainda uma coisa que você me fez perceber, é que “eles” os “meia-solas”, odeiam as pessoas que eles não conseguem enganar. Agora é que fui notar isso. O enganador odeia quem não se deixa enganar, odeia pessoas sensíveis, pessoas cheias do Espírito Santo, que leem a bíblia,… mas agora, o que ele mais odeiam mesmo são as pessoas que leem BLOG.

Por enquanto é só Uma Jovem aos Olhos de Deus.
Continue escrevendo e trazendo frescor jovem ao Blog.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-13534

maranata – Cada capítulo da heresia icemita causou danos emocionais, desestimulou escolhas pessoais e profissionais, gerou indisfarçável timidez e invadiu a intimidade de marido e mulher.

Do blog do Cavaleiro Veloz – “Beco sem saída”

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/08/beco-sem-saida/

doutrina revelada espalhada pela elite icemita, credita aos falsos dons espirituais aquilo que Deus nunca disse, nem passou pela mente de Deus. Cada capítulo da heresia icemita causou danos emocionais, desestimulou escolhas pessoais e profissionais, gerou indisfarçável timidez e invadiu a intimidade de marido e mulher.

Almas feridas. Angústia. Culpa. Desconforto.

Até compreendo aqueles que acham difícil destruir mitos religiosos. De doentes e fracos se calam.  Erraram o alvo, amarguras apareceram e o medo criou profundas raízes em suas almas preciosas. Medo de ameaças, e de calúnias, e de escárnios e de maldições. Medo de pecar contra o Espírito Santo. Medo das perseguições e pressões previsíveis. Medo do ódio religioso cuja fonte está no palácio da rainha desfigurada.

Ciclo vicioso.

Crente dependente de doutrina revelada da ICM-PES é cego, mudo e surdo. Cego porque não enxerga a verdade do “evangelho da graça de Deus”mudo porque não pergunta e nem questiona as profetadas e revelagens nos cultos proféticossurdo porque não dá atenção ao Espírito de Cristo Jesus que fala nas Escrituras e exige separação e sinceridade.

De fato, certos homens nada querem entender da glória de Deus e da fidelidade às Escrituras Sagradas. Eles adoram a si mesmos, andam no centro dos erros, arranjam balcões de negócios, constroem tronos, desprezam os demais, distribuem comissões dos lucros com contrabando, guardam malotes de dólares nos cofres pessoais dentro do palácio, pisam nos subalternos e tudo fazem para esconder falhas e lucros da avareza indiscriminada. Eles falharam e a prova disto está nas estradas cheias de retirantes. Milhares!

Faça um favor a sua alma, continue lendo e pensando…

Há quem esteja saturado com o absurdo e esquizofrênico do maranatismo monárquico pseudocarismático introjetado pelo gedeltismo. Então, por não mais suportar aflições, agressões psicológicas, deboches, discriminações, dúvidas, maldições, perseguições, prejuízos, profetadas e revelagens, acaba correndo desta dominação herética e cheia de frutos podres!

Mas de doente não larga: autodefesa, avareza, bibliomacia, clamor pelo sangue de Jesus, dissimulação, dominação, louvor revelado, massagens do ego nos cultos proféticos, medo de exorcismos, medo do Diabo, medo de retaliações, medo dos falsos profetas com suas maldições…

Mitos religiosos envolvem crenças e erronias. Fracassos construido com a linguagem do não-pensamento. Mitos escondem heresias, geram perdas e reminiscências. Mitos religiosos são totens. Não  adianta lamentar e não querer romper com sistemas e tabus. O seu totem deve ser destruído, ou o Mal corroerá a sua alma ao longo do tempo…

Não duvide: a elite eclesiástica da ICM-PES ergueu o Ídolo Obra, esconde os erros debaixo dos tapetes e espalhou o medo. Medo de pecar contra a Obra Maravilhosa, medo de pecar contra o clamor pelo sangue de Jesus, medo de pecar contra a doutrina revelada, medo de pecar contra a Obra Maravilhosa, medo de cometer o pecado contra o Espírito Santo, medo de pecar contra o icemita-mor. Medo… medo… medo e o estardalhaço: “Não toqueis nos meus ungidos”MEU DEUS!O mal uso desta frase é distorção proposital “pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência,” (1 Tm. 4.2).

Nada obstante, apesar desse ambiente eclesiástico de ameaças, de cambalachos, de corporativismo, de falsos dons, de fisiologismo político e em especial: de instigação ao ódio religioso; o Espírito de Deus garante LIVRAMENTO INDIVIDUAL, pois está escrito (1 Co. 10.13 – ênfase nossa):

“Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiele não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.”

Não é de admirar, pois, que frases e jargões introjetados na mente dos crentes icemitas impedem o ato de agir biblicamente com liberdade. Loucura! Os formatados icemitas estão impedidos de pensar os pensamentos de Deus… e acham que pensam. Pelo contrário, eles expressam o maranatês como espiritualidade religiosa e forma de vida; e, como o chefe especialmente religioso,  não mais conseguem falar e pensar, a não ser, maranatês. Delírios do gedeltismo monárquico! Por conseguinte, a doutrina revelada introjetada na mente dos cegos, mudos e surdos servos da Obra, age inconscientemente nas vinte e quatro horas de cada dia da semana e ao longo dos anos; e cada beato formatado  expressa aespiritualidade esquizofrênica com  costumeiro maranatês. Quem me dera se me entendessem…

Ninguém está obrigado a aceitar o que aqui comentamos como fruto de amadurecimento e liberdade de expressão e de opinião. Os artigos NUNCA pretendem atacar pessoas; mas contestar e denunciar erros, heresias e maldições forjados no palácio da rainha desfigurada. Essas coisas destroem a liberdade que os crentes em Jesus possuem Nele e por Ele e para Ele.

O costumeiro maranatês gira na mente do formatado icemita e especialmente dos emissários do monarca muito religioso quedomina as unidades locais (lembre-se: falta regimento interno, nega-se transparência e isto  facilita as ações dos dilapidadores do cofre eclesiástico, trocando em miúdo: existe enriquecimento ilícito entre eles e haverão de presdtar contas). Infelizmente, esse eclesiasticismo esquizofrênico depende da formatação do eu-icemítico, pois a elite icemita corrompida com  desvios doutrinários, discriminação, erros e instigação do ódio religioso, não mais consegue ensinar e expressar o conteúdo do “evangelho da graça de Deus” (At. 20.24). Fariseus icemitas gerados como Benícios vestidos de roupas de bobos da corte. Fazem insistente propaganda: Obra Maravilhosa! mas quando alguém procura por frutos, encontra folhagens e nada mais que folhagens (“quem lê, enteda”). Observe as conversas (inclusive ofertas de produtos Herbalife, Noni, Seguros etc), profetadas e revelagens dos icemitas nos cultos proféticos.

Observe comentários dos icemitas nas comunidades de relacionamento: bobagens, jargões  e maranatês de tanto que absorveram a Obra ao gosto de chefe muito religioso. Não passam disso (quando não são ataques aos que denunciam contrabando, desvio de dinheiro de dízimos e ofertas voluntárias, enriquecimento ilícito de alguns da elite, inclusive de funcionários da administração – coisas que o chefe-mor finge não perceber (mas escutem: muitos temem existir cumplicidade e dissimulação em  negócios nunca transparentes, pois certo emissário do monarca foi preso no aeroporto de vitória e está sendo processado na Justiça Federal por contrabando). Piormente, os icemitas malucos-pela-Obra acreditam no mestre-mor quando proclama: a Igreja Primitiva é a cabeça e o Corpo de Cristo é esta Obra, a Igreja Fiel… Quando contestado, o icemita de carteirinha finca o pé na enganação da doutrina revelada e orgulhosamente responde:Estou em nível superior ao seu porque eu falo no nível da revelação além da letra. Você está na letra e só fala da letra da Bíblia.

O doutrinamento falacioso e intolerante introjetou o medo na mente dos formatados e obedientes servos da Obra.  E havendo incutido o medo como padrão de espiritualidade esquizofrênica, profana e sectarista na mente dos formatados servos da Obra, o monarca obsessivamente proclama: estes serão usados. Portanto, na mente do chefe muito religioso a ICM-Obra continua exaltada como a exclusiva Igreja Fiel… a única a ser arrebatada num abrir e fechar de olhos, ao toque da quarta trombeta, promete o chefe muito religioso na contramão das Escrituras Proféticas, e em detrimento do que ele designa de Mescla (as demais denominações evangélicas que ele considera mistura com religiões).

O olhar caolho do construtor de heresias dirige os Seminários da Obra, que mais parecem remendos de retalhos em roupas velhas. Por conseguinte, os icemitas estão num beco sem saída:

1) se desacatarem a dominação psedocarismática e quadragenária, estão cientes de que padecerão perseguições e sofrimentos. O apedrejamento de Estêvãos continua…  e as estradas estão cheias deretirantes.

2) se ainda permanecerem presos ao gedeltismo (eclesiasticismo filosófico monárquico pseudocarismático), com os mistérios da Obra continuarão andando no centro do erro, cúmplices do Ídolo-Obra erguido pelo monarca que exalta a si mesmo; continuarão debaixo de ameaças,  e de falsas profecias, e de falsas revelações (especialidades dos chamados cultos proféticos) e de maldições.

Salve sua vida!

Se alguém já entendeu, que continuar debaixo da autoridade eclesiástica de mestres e pastores pseudocarismáticos se faz cúmplice com os erros deles; o melhor a fazer é: arrepender-se dos pecados, cortar as cordas das falsas profecias, desfazer emoções, pedir perdão aos ofendidos, restituir o devido a quem de direito, romper com o sistema e submeter-se à orientação do Espírito de Cristo Jesus que jamais contraria o que está escrito, do jeito que está escrito.

Se os que dominam o rebanho de Deus já perderam a vergonha, aqueles que os obedecem perderam o respeito por si mesmos.

Venho dizendo isso há muito, muito tempo…

Você nunca poderá dizer: NINGUÉM ME AVISOU!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/08/beco-sem-saida/

maranata – um pes que ameaça os servos que procuram a verdade na internet

Olá C.V.
Quero comentar aqui a última que anda circulando entre os irmãos da icm… muitos estão lendo seu blog!! Mas não se expressasm nem comentam, por que estão sendo ameaçados de serem descobertos… (sim, o PES advertiu que vai descobrir o e-mail de todos os que comentam e processar a todos.)
Pura teoria do medo, mas como paraliza as pessoas!!
Querem aprisiona-las no ninho….ah…e por falar em ninho…o mesmo que disse “vou ficar no ninho”.. .ta dizendo o seguinte agora: ” Sou como um avestruz que esconde a cabeça num buraco para esperar a boiada passar”!!! ( quanta valentia hein!!!)
Só que essa ele não vai publicar, neh?!
A PAZ
.
.
Olá, rafaela, graça e paz.

Aprisionar as ovelhas debaixo do MEDO é atitude comum nos dominadores dos rebanhos. E essa é a glória do chefe muito religioso: em nome do sistema os meia-solas remendados dominam nas “unidades locais”.
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/10/se-alguem-chega-espalhando-a-morte-fuja/
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/fabrica-de-meia-solas/
.
Evidentemente, a falsa unção mata e o gedeltismo encurralou as ovelhas num beco sem saida.
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/a-falsa-uncao-gera-morte/
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/08/beco-sem-saida/
.
O medo não é o pecado mais lembrado, nem o mais reconhecido: mas para ser confessado requer humildade.

O sistema está implantado.

Romper é a ordem.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/05/apaixonei-me-pela-obra-e-agora/

Google eu te processo – mas teu dinheiro é bem vindo á obra

google processo maranata

google eu te processo mas teu dinheiro é bem vindo á obra

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

maranata ganhando dinheiro com google adsense

Por favor desculpem a sequência longa de fotos… mas tive que fazer desta forma para comprovar que se trata do mesmo site do cavaleiro veloz  que age em defesa da ICM…

Ao contrário do verdadeiro cavaleiro veloz que faz um trabalho maravilhoso e dos irmãos da obramaranata.wordpress.com que também fazem um trabalho maravilhoso sem retorno financeiro algum. Simplesmente para salvar e abrir os olhos de milhares de mentes controladas pela ICM, este obreiro e servo de gedelti da igreja cristã maranata, que age para defesa da ICM, precisa de ajuda financeira.

POR FAVOR contribuam e façam um clique bem lá no fundo ou no centro do lado direito – são anúncios Google Adsense.

A Google paga ao autor/proprietário da página um valor conforme o lance em cima da palavra chave ou também chamado keyword.

Mesmo vindo do grande inimigo Google que a ICM tentou processar – o dinheiro da Google será bem vindo!

Ajudem este cavaleiro veloz da ICM!!