igreja cristã maranata – “Ora para o Senhor salvar um aleijado pra se casar com você.”

Irmã “Preciosa para Deus”, que história mais linda a sua!

Não sei se você leu alguns comentários meus mas eu também tenho uma deficiência física e, como você e seu marido, eu sonhava em me casar na maranata. Veja o meu grau de ingenuidade achando que um rapaz “perfeito”, desta igreja, ia se casar comigo.

Eu era totalmente iludida.

Olha o que eu ouvia:
“Ora para o Senhor salvar um aleijado pra se casar com você.”
“Como que vai ser…?”
“Deficiente quer ter filhos só para depois os outros cuidarem.”
“Tadinha, ela desse jeito! É muito difícil.”

Irmã, hoje eu agradeço a Deus por não ter me casado com irmão da maranata. Eu realmente não ia suportar conviver com tantos preconceitos e mente pequena.

Muito boa sua postagem. Que Deus continue abençoando seu lar e que vocês possam dar exemplo a todos que uma deficiência não incapacita ninguém para o amor.

E, se tem algum irmão lendo o Blog e for solteiro, viúvo ou divorciado e, claro, não seja formatado e preconceituoso, estou recebendo currículos…rsrsrs. Se é que o CV permite…

A paz do Senhor Jesus a todos.

Eurípia Inês.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-14015