igreja maranata – Na polícia militar do estado do espírito santo os maranatas possuem outro nome: MARAMÁFIA

PM da maranata com apelido de maramáfia

PM da maranata com apelido de maramáfia

Em conversa com um sargento da PM-ES o mesmo disse que os maranatas são conhecidos lá no quartel pela forma de atuação. Se o comandante for da seita, os subordinados que também são usufruem de regalias, tais como folgas em horários e datas melhores, promoções, etc. Na PM-ES os maranatas possuem outro nome: MARAMÁFIA. Que “tristemunho” para o evangelho.
Outro dia, aquele “mugido” garanhão canela verde foi viajar e precisou aguardar a liberação da PF, isso sem constrangimento algum. Puro óleo de peroba.
Li o manifesto dos “mugidos” robotizados de MG em apoio ao grão mestre e confesso que fiquei triste por existirem tantos covardes no comando desta seita apoiando seus erros.
Este ano Deus vai cobrar desses homens a conta e não vai ser barata não.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/12/bando-de-fariseus/#comment-49517

Comentário:

também já comentamos a respeito – “Os infiltrados”

http://obramaranatarevelada.wordpress.com/2012/11/03/igreja-maranata-a-infiltracao-de-membros-da-seita-vai-alem-disso-e-na-pf-pm-policia-civil-todo-tipo-de-organizacao-governamental-e-ate-na-justica/

O fundador da maranata, gedelti gueiros, dono e deus revelador da seita, soube infiltrar seus escolhidos muito bem nos poderes administrativos como política, polícia e justiça no estado do Espírito Santo.

Tem maranata ROXO e obediente a gedelti gueiros na justiça, como a atual juíza que tenta livrar o deus da maranata interferindo nas investigações do MPES. Tem o tal de juíz aposentado Augusto Kohls que está entre os 26 investigados pelo MPES. Que sabe muito sobre os crimes da máfia da maranata. Juíz aposentado que PAGOU uma nota boa para tirar sua filha, também juíza, de um processo de fraude na justiça capixaba: http://jusvi.com/noticias/16812

Chegou a um ponto tão ridículo que até tem Rua em Vila Velha no bairro “dívino espírito santo” nomeado em homenagem ao augusto kohls… Esse fato me lembra do caso Dan Mitrione, amigo de jim jones… O grande pai da tortura que ensinava aos militares como torturar político preso durante a ditadura militar… Tinha uma rua em BH em homenagem a dan mitrione. Quando ficou claro quem era dan mitrione e o que ele fez no Brasil trocaram o nome de rua. Acho que está na hora de mudar o nome de um bairro inteiro na cidade de Vila Velha – o bairro dívino espírito santo a cada dia ganha mais a cara de bairro do anti-cristo.

Se isso for critério para dar nome a ruas em cidades então todas as cidades no mundo deveriam ter uma Avenida Adolf Hitler!

Mas continuando na matéria, tem polícial militar, tem polícial federal e tem polícial cívil da “oubra maranata”!

Tem político envolvido como o ex-governador paulo hartung, deputado elcio alvares e o famoso ex-presidente do hospital Metropolitano e deputado federal manato…

Gedelti gueiros entendeu e soube escolher os “escolhidos” e amigos da “obra” em favor de sua “obra”, para proteger e não expor a “obra”.

Uma “obra” de poder, dinheiro, riqueza, fraude, tráfico, morte!!

É um caso NACIONAL – não está mais límitado ao estado do Espírito Santo – o poder paralelo da seita maranata a comando de gedelti gueiros está infiltrado nos estados de ES, BR, MG, RJ, BA, PE, SP e por aí vai – aonde aparece um membro da maranata com poder dentro dos 3 poderes fundamentais de um estado democrático tem um levantamento pelo “sinhô” da obra! Um “amigo da oubra” de gedelti gueiros revelado!

PAZ

testemunho obreiro da maranata que pediu votos para o candidato Geovani, ex-Vasco

Irmã Chris.

Segundo afirmam alguns, o Dr. Hércules é espírita.

Se é, pouco me interessa, mas também dizem ser um baita cachaceiro que ia trabalhar em um hospital público sempre de FOGO.

Quanto à apoiar candidatos políticos:
A ICM apoia com força, isto é, com a força que tem.

Na penúltima eleição para deputados estaduais, eles apoiaram o Geovani, aquele ex-jogador do Vasco, e ele foi eleito graças ao apoio maranata.
Digo isto porque fui eu mesmo que em minha igreja reuni com os irmãos para pedir o voto para ele.
Antes que alguém me critique: Fiz o que o PES mandou fazer.

Na eleição seguinte não conseguiram elegê-lo novamente, pois tinha se envolvido com o Gratz, ex-presidente da Assembléia Legislativa, o qual está ou estava preso por corrupção.

Nesta segunda tentativa de reelegê-lo aconteceu um fato interessante em alguns polos:
No domingo, dia de votação, as igrejas fizeram o culto matutino mais cedo, às 6:30, para não correrem o risco de algum candidato adversário, vir ao culto para tentar conseguir votos na frente da igreja.
A tática não funcionou e o Geovani, polichinelo do PES, não conseguiu se reeleger, mas o Elcio Alvares AMIGO da OBRA se elegeu deputado estadual.

Fiquem na paz.