Maranata – seguros obrigatórios

SEGUROS

Se recuarem as investigações até 1996, por exemplo, aparece o diretor financeiro tesoureiro do PES e dono da Angular Seguros. Ele assinava tudo: cheques que quitavam as faturas do Seguro de Vida dos pastores, funcionários e boletas de clientes (membros da ICM).

Mas usava os cehques Da conta do PES (Banco do Brasil) para quitar faturas de seguros quando deveriam ser quitadas pelo Banco Bandeirantes (conta espécífica). Meio nebuloso esse negócio, né?

Nesse rolo de SEGUROS a liderança estava envolvida. Toda ela…. Essa turma do Peixoto deve explicações…

Lembrem-se: DELAÇÃO PREMIADA é um benefício legal concedido a um criminoso delator, que aceite colaborar na investigação ou entregar seus companheiros. E isso pode ser usado contra os que se dizem “ungidos”… mas agem como ladrões de dízimos e ofertas

Que prodridão!
.
.
Olá,

Na legislação vigente nada encontrei que obrigue o cidadão a suportar este gravame religioso. Não satisfeito, consultei corretores de seguros em cinco das grandes administradoras de seguro da Capital e também estive no BRADESCO e no ITAÚ. Nada de obrigação…

Pela ausência das informações que retratem os termos do contrato do “seguro obrigatório da ICM-ES”, aquele que entender abusiva e ilegal a obrigação de pagar seguro para entrar no Maanaim – onde entende ter direito de receber a bênção prometida – não entra, não recebe a bênção, é discriminado, passa vergonha e pode sofrer exclusão. O Estatuto ordena: “A ICM-PES providenciará a exclusão de qualquer membro que se desviar das doutrinas, normas e orientações emanadas do Presbitério ou contrariarem a natureza da entidade”.

Perguntas que não querem calar:

1. Os cheques administrativos para cobertura dos acidentes ocorridos nas estradas foram expedidos pela ICM-PES ou por alguma seguradora?

2. Os membros da ICM-PES estarão sendo vítimas de constrangimento, dissimulação ou enganação para pagar o “seguro obrigatório da ICM-PES”?

3. Por que este seguro está sendo exigido há tanto tempo?

4. Quantas são as administradoras com que a ICM-PES opera?

5. Qual o valor de cada Apólice de Seguro dos eventos da Semana Santa em todo o País?

6. Soube que ossorrevelô, e o chefe muito religioso imediatamente determinou o seguro dos templos. Quanto isso dá de retorno ao “abençoado” corretor e quem é este felizardo?

7. Você dizima, oferta e ainda é obrigado a pagar “seguro obrigatório da ICM-PES”?

8. Você pode me informar quais os números das Apólices de Seguros que cobriram os eventos de que você participou como inscrito-segurado?

CV

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/04/nota-a-imprensa/comment-page-1/#comment-9563