maranata – Aqueles que fazem vista grossa, são honestos, e mesmo tendo ouvido as diversas denúncias, não querem se aprofundar nelas, e permanecem por medo mesmo, acreditando estarem na “obra filho único de mãe solteira”

Desculpem a franqueza no que vou postar agora. Não quero ofender ninguém, mas classifico quatro tipos de pessoas, ligadas a icm, nesta hora:

1) Os que tomaram conhecimento de bem mais do que a ponta do iceberg, ou seja, de toda a podridão submersa, de heresias, mentiras, falsas unções, politicagens, crimes, etc, e resolveram deixar o ninho sujo e fedorento, por estarem incomodados;

2) Os irmãos inocentes, coitados, que nem imaginam estar em lugar de tanta hipocrisia e falsidade. Podem perguntar, quem não sabe de nada ainda? Sim, queridos, tem pessoas simples, aqueles vozinhas por exemplo, humildes, os irmãozinhos desprovidos até de cultura, e estão com inteireza de coração, e até ficam tristes e oram por nós, quando saímos. Posso estar errado, mas estes, mesmo se permanecerem na seita, vão direto para o céu, mas como não sou Deus para garantir;

3) Aqueles que sabem de tudo e ainda participam ativamente dos diversos esquemas, e nunca pensariam em largar o “osso”, pois tem rabo preso mesmo, e

4) Aqueles que fazem vista grossa, são honestos, e mesmo tendo ouvido as diversas denúncias, não querem se aprofundar nelas, e permanecem por medo mesmo, acreditando estarem na “obra filho único de mãe solteira”, aceitando todos os mandos e desmandos, baixando a cabeça e cumprindo com tudo de forma subserviente. Muitos destes ainda, juntamente com as respectivas famílias, almejam insistentemente crescimento, vindo do “sinhôrevelou”, dentro da unção meia-sola e de funções (diaconato, unção, ordenação, grupo de intercessão, grupo de louvor, professor, frente de servas, etc), e a todo custo. Há ainda uma outra variante dentro deste grupo, que é o grato, por um favor recebido da seita ou dos seus gestores, resultando em um grande benefício, seja recebido em uma única prestação (como um bom empréstimo por exemplo) ou em gordas mensalidades (caso de vínculos empregatícios diretos com o pes, vínculos empresariais com alguns da seita, etc…) Denomino o quarto de “vaca de presépio”, e confesso que são esses alvos maiores da minha oração e trabalho, para que deixem a seita.

Os outros, deixo para os irmãos escolherem o nome que quiserem.

Deixo claro que tal classificação foi resultante de uma pesquisa no “teti-a-teti”, dentro do universo do meu conhecimento, na qual busquei entender o pensamento de quem se definiu por se retirar ou de quem decidiu permanecer, analisando as respectivas razões apresentadas.
E aí, o que acham? A Paz do Senhor a todos.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/desertores-quem-sao-e-onde-estao/#comment-12418

maranata – meio de disseminar arrogância, ameaças, teoria do medo, maldições, lavagem cerebral, heresias. A formatação continua.

Tomei conhecimento de um culto especial transmitido, no último sábado, pela seita, direto da região de Belo Horizonte, onde teve a presença do Comendador.

Soube que o texto base da pregação foi Judas 1:11 – “Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré.”

Eu gostaria de lembrar uma aula do Maanaim (contradizendo o significado bíblico, que é acampamento dos anjos, mais parece “oficina para oprimir os servos” nas mãos dessa seita) a respeito de Culto Profético, onde é explicado, até com gráficos e desenhos, que a pessoa chega no culto com diversas opressões, sendo que uma delas é a maior, e enquanto não se retira essa maior, todas as outras menores não serão retiradas, e a pessoa continuará oprimida. (Não sei se ainda é ensinada essa asneira, mas os mais antigos poderão confirmar isso).

Na aula citada, então é/era enfatizado que se deve seguir a orientação do “Senhor” a respeito das necessidades dos que entrarem na igreja, conforme a direção dada pelos “dons”, e aí se terá certeza que as opressões maiores, de cada um, serão retiradas, e as pessoas ficarão libertas para aceitarem a salvação.

Continuando com o ensino de lá, os louvores e principalmente a mensagem dos cultos/reuniões são escolhidos com base na “direção dos dons”.

Bem, a que propósito eu estou trazendo tal conteúdo para este blog, e que mais traz asco aos que ouvem e já largaram o ninho sujo? É para afirmar que o texto levado pelo comendador, ontem o culto especial, fugiu TOTALMENTE do ensino da “obra”, pois não foi condizente com os “sinais” ou “dons” entregues para a reunião, segundo informação dos presentes.

Será que a preocupação maior era falar daquilo que veio de Deus, ou de fazer uma verdadeira lavagem cerebral nos que estavam assistindo, a respeito dos retirantes?

O Comendador pode fugir do script? Os obreiros da seita tem que ficar engessados pelas sugestões, que viram obrigações, para serem retransmitidas ao povo, de forma massacrante, a ponto de ninguém mais aguentar ouvir falar no tal do CHATÉLITE?

Icemitas, abram o olho. Em um culo especial, onde o objetivo deveria ser de salvar o homem e falar aos possíveis visitantes presentes, do amor de Deus, de Sua misericórdia, ao contrário, serve como meio de disseminar arrogância, ameaças, teoria do medo, maldições, lavagem cerebral, heresias.

A formatação continua.

“Sai dela, povo meu”

A Paz do Senhor Jesus a todos.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/05/me-desesperei-quero-fugir-do-ninho-e-nao-sei-como/#comment-12238

maranata – inúmeras famílias (inclusive de pastores! aleluia!) estão apenas aguardando o resultado das apurações do ministerio publico para dizer adeus a esse ambiente sujo e cheio de corrupção.

Glória a Jesus porque a cada dia mais e mais pessoas tem sido libertas do jugo do gedeutismo.

Não falo de uma ou duas pessoas não, FAMÍLIAS INTEIRAS tem conferido o que está acontecendo na ICM e o que a Bíblia diz a respeito. Elas não acreditam mais nas mentiras ditas via circular e muito menos nessa onda de vigílias “fogo puro” que estão sendo realizadas para enganar o povo com profetadas e cultos pseudo-carismáticos (tudo isso tem sido feito para ocultar a verdade e prender o povo nas igrejas).

A DEBANDADA É GERAL!

A debandada chegou com força total no polo de novo mexico (atual polo de araças / vila velha). Famílias inteiras das igrejas desse polo tem abandonado as mentiras e a hipocrisia da ICM e tem procurado igrejas evangélicas sérias e comprometidas com as doutrinas bíblicas para servir a Deus.

Nesta semana mais uma FAMÍLIA INTEIRA abandonou a ICM. São pessoas que estavam há décadas na ICM e ocupavam as mais diversas funções: diaconato, obreiro, professoras, membros dos grupos de intercessão, de senhoras a frente, de louvor, de instrumentistas… Todos cansaram de ser espancados via púlpito e nas reuniões a portas fechadas. Eles tiveram seus olhos abertos pela Palavra para viverem segundo a Bíblia e não segundo as heresias maranáticas inventadas pelo gedeutismo. Não se curvaram ao ídolo “OBRA” e foram libertos por Jesus!

Outras inúmeras famílias (inclusive de pastores! aleluia!) estão apenas aguardando o resultado das apurações do ministerio publico para dizer adeus a esse ambiente sujo e cheio de corrupção.

A fila de retirantes só aumenta e eles tem ficado maravilhados com as experiências que tem tido em suas novas congregações evangélicas. Glória a Deus!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/05/me-desesperei-quero-fugir-do-ninho-e-nao-sei-como/

Que Deus ilumine os servos de gedelti

Para quem vive em dúvida a respeito das doutrinas dessa SEITA MARANATA, nada melhor do que esse blog para esclarecer o quão ela é herética e distinta da Palavra do nosso Maravilhoso Jesus.

Tomara que muitos abandonem essa seita escravista, opressora, dominadora, consumidora de emoções, e vão viver a Palavra de Deus em outra denominação, mas num lugar sadio, amoroso, traquilo, onde o Espírito de Deus sempre atua refrigerando e dando conforto para a al,a. Longe dos espíritos de homens gananciosos, mentirosos, inventores de contos, para fascínio dos desinformados inocentes.

Que Deus os ilumine!

fonte: http://indicoesseblog.blogspot.com/2009/03/heresias-da-igreja-crista-maranata-blog.html

ICM Maranata – Valentes da obra

Citando um capitulo interessante do blog OBRA MARANATA – SEITA E HERESIAS:

http://obramaranata.wordpress.com/2011/06/27/refutando-a-icm-valentes-da-obra/

11- Os valentes da Obra também são assim:

  • A irmã que enfrenta o marido não crente todos os dias.
  • O jovem que se dedica ao serviço no Maanaim.
  • Os que abrem mão do conforto fazendo as madrugadas.
  • A irmã que entende a revelação e abre mão da calça comprida.
  • Os pastores e obreiros que viajam.
  • Os trabalhadores do Maanaim, etc.
  • Os que se gastam pela Obra.

MALIGNO!

Essa, sem dúvida nenhuma, é a passagem mais tenebrosa que vemos nesse estudo. Puramente maligna! Um fruto concreto de uma mente idólatra, pervertida, enferma e gananciosa para com o sistema e império ICM, sem nenhum compromisso de amor para com o próximo, tampouco para o Reino de Deus. São diretrizes impostas aos amados irmãos efetivados nesse sistema, as quais não produzem nenhum fruto espiritual para suas vidas; senão resultados destruidores, tanto espirituais, quanto emocionais. O ardil maligno expressado nesses sete tópicos converge na “Teologia da Prosperidade da ICM”. Como?

Gostaríamos de agradecer aos autores do blog do fundo dos nossos corações por iluminar nosso caminho e de ajudar muitos que estavam presos nesta obra maligna a saírem e superar o medo de acontecer algo de mau com eles ou com alguém amado da família.

Analisando ou pouco estas ferramentas malignas que  fazem parte dos valentes da obra e são em parte justificadas como revelações do Espírito Santo, chegamos á conclusão que os chamados valentes da obra não passam nada alem de mecanismos para os servos do PES-ICM reconhecerem o avanço desta obra maligna na cabeço das vitimas.

“A irmã que entende a revelação e abre mão da calça comprida” sem fundamento bíblico algum, simplesmente um dos primeiros passos para reconhecer na mulher o progresso da obra de Gedelti e cia.. Uma obra oca – sem coração, sem amor é incapaz de reconhecer o amor do fiel e necessita destas ferramentas!

“A irmã que enfrenta o marido mão crente todos os dias” – esta foi criada por uma mente muito doente, maligna, perversa!  Ela suga de um casamento que muitas vezes já sofria com problemas, ás vezes fácil de resolver com um pouco de mais diálogo entre marido e mulher, o amor que ainda restava entre o casal e torna a vida de ambos em um holocausto. Tudo para matar o perigo da razão que o marido poderia usar para refutar maioria das heresias fáceis de encontrar. O casamento entre uma valente da obra e um marido não crente terá que passar pela prova mais infernal que existe na face da terra – será que esta obra veio de Deus? Esta obreira tem Cristo no coração?

Outra função do “projeto” valentes da obra é levar a vitima á exaustão – ela não pode parar, deve estar o máximo do tempo envolvida com a obra. Quando não está trabalhando para sustentar o lar ou a família estará ocupada com serviços para obra maligna, em cultos de manhã e á noite, em grupos, nos finais de semana no maanaim, em seminários sendo atormentados – tudo a fim de afastar a possibilidade da razão voltar á vida destes infelizes.

Resumindo os valentes da obra somente tem os seguintes principais objetivos:

  • Mecanismos para controlar o progresso silêncio desta obra maligna na cabeça da vitima.
  • Afastar a razão da vida do servidor
  • Ocupar o servidor o máximo com a obra, fazendo dele em parte um escravo da obra.