igreja maranata – agora entendo a preocupacao do senhor de idade e seus comparsas de doutrinar o povo contra tudo e todos.Porque criaram algo,a icm,hereticamente,e sabem que ao experimentarmos o verdadeiro Amor de Cristo,sairiamos.

PDSJ,meu irmao mineiro.

Acredito que voce tenha tido muitas experiencias com o Senhor,e nao com a instituicao,assim como nos.Primeiramente,todos sentimos esta dificuldade porque esta e uma das coisas que esta seita fez conosco.O terrorismo espiritual.
Mas quero te dar meu testemunho e de minha familia.Nos recebiamos bolotas na icm,porque a plenitude do Evangelho de Cristo esta fora da icm.E agora entendo a preocupacao do senhor de idade e seus comparsas de doutrinar o povo contra tudo e todos.Porque criaram algo,a icm,hereticamente,e sabem que ao experimentarmos o verdadeiro Amor de Cristo,sairiamos.
E eo que esta acontecendo meu irmao,eles te deixaram semi morto assim como a mim e a todos os outros e somente Jesus e que pode te levantar ,assim como fez com Lazaro.
Meu irmao em relacao a catolica ,voce pela Palavra sabe que nao pode voltar.Em relacao aos movimentos que eles falavam,peca a Deus uma direcao e comece a visitar igrejas que voce sabe que nao sao seitas.E saia o mais rapido possivel antes que a sua dor seja insuportavel.
Te declaro que agora eu vivo uma vida com Jesus em Sua Plenitude,pois Aprendi o Seu Amor,estudo a Palavra e vivo e exalo esse Amor.Estaremos orando por voce meu irmao,mas saia o mais rapido possivel porque Deus ira te honrar.
E saiba que nao existe na Obra de Deus mais forte ou mais fraco,todos somos iguais perante ao Senhor e Ele trabalha em nos de acordo com as nossas possibilidades.Jesus te ama e o preco meu irmao foi pago ja na cruz.Voce nao precisa carregar nenhum julgo ou peso para Servir Ao Senhor.
Creia em Jesus que Ele te dara a Vitoria e tenho certeza que daqui a pouco estar testemunhando isto para nos.PDSJ

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/

maranata – eu presenciei o caso de um adultério de um meia-sola destruir o lar dele e o de um diacono. O diacono chorava copiosamente todos os dias. Foi uma tragedia! Herança maldita!

Alandati,

eu presenciei o caso de um adultério de um meia-sola destruir o lar dele e o de um diacono. O diacono chorava copiosamente todos os dias. Foi uma tragedia!

Eu sei q isso pode acontecer com qualquer um, mas na icm-obra o professor de seminário ensina aos obreiros a deixar mulher e filhos pra trás nos finais de semana e feriados (sem falar nos cultos durante a semana, quando o obreiro tem q estar na igreja todas as noites, sem hora pra voltar pra casa). Os compromissos da icm estão acima dos compromissos familiares – pois assim fomos ensinados em todos os seminários, encontros e reuniões da icm.

Alguns desses obreiros chegam a dar a vida para agradar os meia-solas. Se tornam motoristas particulares, porteiros e zeladores das unidades locais. Correm de um lado pro outro cumprindo ordens, e, fazem de tudo pela obra-icm, sem medir esforços. Mas em casa…. os filhos ficam órfãos de pai e as esposas se tornam viuvas de maridos (vivos) – quanto maior a posição hierarquia eclesiástica do marido na icm, maior a sua solicitação no “projeto” e maior a sua ausência dentro de casa.

Deixar a esposa sozinha em casa cuidando dos afazeres domésticos e dos filhos, enquanto o marido cuida da obra revelada do sinho, se tornou um exemplo esdrúxulo de obra como forma de vida para muitos obreiros.

O ensino nos seminarios fica claro na mente do icemita formatado: quanto mais se abandona o lar, mais espiritual se torna o obreiro e maior a chance de subir nas cobiçadas posições da hierarquia das organizações maranata (inclusive com direito a emprego dado por políticos eleitos pelos maranatas). E mais, quanto menos a esposa atrapalhar a ascensão hierárquica do marido, melhor o exemplo de esposa modelo, serva do sinho.

Herança maldita!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/03/opiniao-seminarios-da-obra/#comment-16284

igreja cristã maranata – Conversei hj com um irmao que saiu da ICM antes de mim, e ele disse que teve de fazer varios anos de psicoterapia para se curar. É mole!?!

Conversei hj com um irmao que saiu da ICM antes de mim, e ele disse que teve de fazer varios anos de psicoterapia para se curar. É mole!?!
.
.
Olha, amado
Fale com este sofredorpara aprensentar a conta das despesas no Presbitério…
CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/10/se-alguem-chega-espalhando-a-morte-fuja/

maranata – Entenda como as seitas e religiões fazem lavagem cerebral nas pessoas desprotegidas

Muito bem resumido e reconhecem-se as técnicas muito bem na igreja cristã maranata que o presbitério espírito santense usa para a lavagem cerebral:

maranata – meio de disseminar arrogância, ameaças, teoria do medo, maldições, lavagem cerebral, heresias. A formatação continua.

Tomei conhecimento de um culto especial transmitido, no último sábado, pela seita, direto da região de Belo Horizonte, onde teve a presença do Comendador.

Soube que o texto base da pregação foi Judas 1:11 – “Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré.”

Eu gostaria de lembrar uma aula do Maanaim (contradizendo o significado bíblico, que é acampamento dos anjos, mais parece “oficina para oprimir os servos” nas mãos dessa seita) a respeito de Culto Profético, onde é explicado, até com gráficos e desenhos, que a pessoa chega no culto com diversas opressões, sendo que uma delas é a maior, e enquanto não se retira essa maior, todas as outras menores não serão retiradas, e a pessoa continuará oprimida. (Não sei se ainda é ensinada essa asneira, mas os mais antigos poderão confirmar isso).

Na aula citada, então é/era enfatizado que se deve seguir a orientação do “Senhor” a respeito das necessidades dos que entrarem na igreja, conforme a direção dada pelos “dons”, e aí se terá certeza que as opressões maiores, de cada um, serão retiradas, e as pessoas ficarão libertas para aceitarem a salvação.

Continuando com o ensino de lá, os louvores e principalmente a mensagem dos cultos/reuniões são escolhidos com base na “direção dos dons”.

Bem, a que propósito eu estou trazendo tal conteúdo para este blog, e que mais traz asco aos que ouvem e já largaram o ninho sujo? É para afirmar que o texto levado pelo comendador, ontem o culto especial, fugiu TOTALMENTE do ensino da “obra”, pois não foi condizente com os “sinais” ou “dons” entregues para a reunião, segundo informação dos presentes.

Será que a preocupação maior era falar daquilo que veio de Deus, ou de fazer uma verdadeira lavagem cerebral nos que estavam assistindo, a respeito dos retirantes?

O Comendador pode fugir do script? Os obreiros da seita tem que ficar engessados pelas sugestões, que viram obrigações, para serem retransmitidas ao povo, de forma massacrante, a ponto de ninguém mais aguentar ouvir falar no tal do CHATÉLITE?

Icemitas, abram o olho. Em um culo especial, onde o objetivo deveria ser de salvar o homem e falar aos possíveis visitantes presentes, do amor de Deus, de Sua misericórdia, ao contrário, serve como meio de disseminar arrogância, ameaças, teoria do medo, maldições, lavagem cerebral, heresias.

A formatação continua.

“Sai dela, povo meu”

A Paz do Senhor Jesus a todos.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/05/me-desesperei-quero-fugir-do-ninho-e-nao-sei-como/#comment-12238

maranata – A lavagem cerebral pela qual passam todos os membros filiados a esta seita é muito forte. E olha que estou falando com conhecimento de causa, pois frequentei esta seita durante muitos anos e não foi nada fácil ficar livre deste mal.

Gostaria de deixar uma palavra para a irmã Mariasoturno do comentário nº 06. É irmã, pelo que voce disse, então o seu líder (Sr.Gedelti) não vai subir também não, pois o que mais ele faz é contender com aqueles que se retiram da seita ICM, esbravejando e lançando maldições contra estes irmãos.
Na verdade, pelo que eu tenho entendido, a nossa preocupação não é com aqueles que se sentem bem na ICM, mesmo estando cientes dos fatos que ali vem ocorrendo envolvendo diversos crimes (em tese) praticados pela cúpula desta “igreja”, pois tem gente que mesmo sabendo que uma determinada postura adotada poderá levá-la à morte, prefere morrer do que abandoná-la.

Entendo que a preocupação daqueles que foram libertos desta seita e deixam comentários neste blog é com aqueles irmãos e irmãs que não estão aguentando mais o sofrimento que vêm passando ali e que desejam se retirar, mas não encontram forças para tal. Sabe porque? A lavagem cerebral pela qual passam todos os membros filiados a esta seita é muito forte. E olha que estou falando com conhecimento de causa, pois frequentei esta seita durante muitos anos e não foi nada fácil ficar livre deste mal.

Finalizando, entendo que o objetivo destas postagens é justamente ajudar a estas pessoas. Se voce se enquadra neste grupo de irmãos, vai lendo os comentários. Quem sabe os seus olhos serão abertos tambem? Um abraço e fique com Deus!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/desertores-quem-sao-e-onde-estao/#comment-12135

maranata – Leio sempre os comentários de servos que preferiram ficar com Jesus e foram liberto desta seita destruidora, e quanta destruiçao! Familia, vida conjugal, na mente

Todos os dia dou graças ao meu bom Deus que se lembrou de mim e da minha familia e nos libertou desta seita destruidora. Leio sempre os comentários de servos que preferiram ficar com Jesus e foram liberto desta seita destruidora, e quanta destruiçao! Familia, vida conjugal, na mente etc…
Vejo também alguns dizendo que estão esperando a apuração para sairem, meu Deus esperando mais o que? esta tudo ai parece que estão querendo justificar o injustificavel que é a capacidade de romper com o sistema devido a formatação embora ja tenham percebido que na icm nao da mais para ficar, e doloroso sair mas é preciso depois que tomamos ciência não só do roubo mas das herezias pregadas não tem como permanecer. Obs: lost uns dos seus significado é: incapaz de encontrar o caminho; mas graças Deus encontramos.
a paz

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/desertores-quem-sao-e-onde-estao/#comment-12135

maranata – sou da OBRA e até agora dei a minha vida por ela inimigos da OBRA vão arderrrrrrrrrr no inferno kkkkkkkk

Vcs deviam fechar a boca invez de falarmal da OBRA pq não existe outra melhor do que a icm que nasceu no coração de deus e foi revelada aqui td é revlado pelo es mas esse blog de vadios distorce tudo e fica pondo caraminholas nas cabeças da gente sou da OBRA e até agora dei a mihda vida por ela inimigos da OBRA vão arderrrrrrrrrr no inferno kkkkkkkk cuidado cv vc ta errado para com esse blg de m…. !!!!
.
.
Olá Anselmo Mendes

Gatunagem

A gatunagem na elite da ICM-GG é assunto de bêbados.
A “Obra Maravilhosa” chegou aos botecos.
.
http://globo.com/_conteudo/2012/03/a_gazeta/minuto_a_minuto/1144943-investigacao-chega-a-lideres-da-maranata.html
.
http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/03/noticias/a_gazeta/dia_a_dia/1146308-crimes-federais-investigados.html
.
Mais
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/banquete-de-ladroes/
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/04/nota-a-imprensa/
.
Não se iluda: Benícios e Benícias custam a entender que a falsa unção destrói e mata. Ora, os meia-solas nasceram do nebuloso pandulho do palácio da rainha desfigurada… Terrível!
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/a-falsa-uncao-gera-morte/
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/01/agradando-aos-homens-e-desacatando-as-escrituras-parte-i/
.
Neste Blog discutimos idéias e não estamos falando mal de pastor. Não estamos falando de ladrõezinhos na elite da igreja. Não! Pior: as DENÚNCIAS dão contas de que ao longo de 43 anos FUNDADORES da instituição se enriqueceram… enquanto derramavam heresias e mentiras destruindo a fé em muitos.

O JUÍZO VEM!

Viu? O som do TAMBOR chegou aos seus ouvidos.
.
http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/12/eu-e-o-meu-tambor/
.
Você não mais poderá dizer: NINGUÉM ME AVISOU.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/02/poco-de-iniquidades/#comment-11316

maranata de gedelti gueiros – andando no centro do erro – contaminada desde o início

A OBRA: Andando no Centro do Erro

“A OBRA”: ANDANDO NO CENTRO DO ERRO
“Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai
os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas
têm saído pelo mundo fora.
Nisto conheceis o Espírito de Deus: todo espírito que
confessa que Jesus veio em carne é de Deus; e todo espírito que
não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é
o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem
e, presentemente, já está no mundo.
Filhinhos, vós sois de Deus e tendes vencido os falsos
profetas, porque maior é aquele que está em vós do que aquele
que está no mundo. Eles procedem do mundo; por esta razão
falam da parte do mundo, e o mundo os ouve.
Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus nos ouve;
aquele que não é da parte de Deus não nos ouve. Nisto
reconhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro.” 1 João.
4.1-6
A ICM-PES foi contaminada, desde o início, em QUATRO QUESTÕES
de grande importância:
a) “discernimento de espíritos”;
b)interpretação de sonhos e de visões;
c) impedimentos na educação não formal;
e d) proibição na educação formal teológica de pastores.
A contaminação começou bem no início, a partir de Vila Velha –
ES, nas reuniões dominicais de membros do Presbitério. A duras penas os
“Valentes da Obra” começavam a aprender que na OBRA manda quem pode e
obedece quem tem juízo. Faltar àquelas convocações… nem pensar.
A falta de ardente desvelo – individual – pelo ministério começava
a criar descontentamento e escavar lugares para as raízes de rebelião. Deste
modo, fomos muito prejudicados tanto no que diz respeito ao aprendizado não
formal de como interpretar revelações, sonhos e visões, quanto na intervenção
do bíblico “discernimento de espíritos”. Lamentavelmente, esta geração de
crédulos continua entorpecida com o erro… e gosta disto! O potencial destrutivo
está presente no ministério da ICM-PES.
Quero relatar algumas cenas que aconteceu. Perguntas sinceras
merecem respostas sinceras… e elas estão neste Tópico.
Certo membro da elite do Presbitério (1) elaborou uma apostilha
de interpretação dos chamados “dons espirituais”, distribuição exclusiva para
os pastores, logo considerada manual de interpretação de dons (que abrevio:
MID), cujo conteúdo estava mais para literatura de banca de jornal do que
competentes fundamentos a respeito de interpretação de dons; e o que deveria
servir de bênção na educação não formal dos aprendizes dificultava, em muito,
o bíblico “discernimento espiritual”.
Consultar (abrir, ler e fechar) a Bíblia fazia-se ininteligível e
mecânico, no mais das vezes entremeado com o anúncio: “revelação!” Deste
modo, a criteriosa demonstração do MID foi ficando para traz… e os erros
começaram. E foram muitos desacertos encobertos com o esperto “jogo de
cintura”. Desde então, sobre os pastores pesava (e ainda pesa) a mesma
resposta de Cristo Jesus aos orgulhosos saduceus (Mt. 29.29): “Errais, não
conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus”! Se nos deixamos ficar na
mesma maneira de viver dos inimigos de Jesus, que glória nos restava?
Naquelas antigas convocações dominicais, consultado o “dom”,
aguardava-se o augusto “discernimento”, nunca relacionado com o contexto
das Doutrinas Cristãs Fundamentais, nem com as Escrituras Sagradas. A
inusitada pressa em se apresentar com o “discernimento” aliado ao esforço na
construção de heresias (2) fazia do primaz inigualável malabarista. Diante do
“dom” ininteligível ele conseguia desviar a atenção dos presentes e enchia o
tempo com longos sermões, certo que a credulidade dos presentes sustentava
a linguagem do não-pensamento. Ele gostava (e gosta) de exercer a primazia!
Nenhum de nós poderia imaginar o que hoje se vê como frutos de
nossos desacertos e de deturpação das Escrituras (3). Por oportuno, a
credulidade, a linguagem do não-pensamento, o afastamento das Escrituras, o
excesso de confiança nos membros da elite e o impedimento para a adequada
educação não formal cada vez mais nos colocava em uma desagradável
posição: ANDANDO NO CENTRO DO ERRO.
Nesta condição, a influência da apostilha era fato inconsciente e
incontestável. As sementes da incorreta interpretação estavam sendo
plantadas na mente dos pastores, a maioria deles ordenados por “dons”, a
moda da casa. Algum estudioso poderia dizer que o “consciente coletivo” (4) da
denominação estava em formação para as gerações. Cores, números e
símbolos oníricos eram “interpretados” em meio aos desacertos; e, de costume,
entraram no ensino e pregação com as nuances de “doutrina revelada” (5).
• AEROPORTO – a OBRA se expande rapidamente;
• ÁGUIA – a OBRA vê novos horizontes;
• ANJOS – a OBRA está na eternidade;
• BATISMO – a OBRA oferece uma fé renovada;
• BICICLETA – esforço individual atrapalha a OBRA;
• BOLSA – o controle do dinheiro é on-line e para o futuro da OBRA;
• BORBOLETA – a OBRA saiu do casulo e está em crescente metamorfose;
• CABELOS COMPRIDOS – as revelações para o Corpo da Obra emergem do PES;
• CACHORROS LATINDO – a caravana da OBRA continua na caminhada do deserto;
• CADÁVER – o que sai da OBRA não tem jeito: morre sem salvação;
• CAJADO – a OBRA está no comando das denominações;
• CANHÕES – os dons da OBRA atingem as distâncias da eternidade;
• CAMELO – a OBRA está abastecida para atravessar os desertos;
• CAMINHÃO CARREGADO – a bênção espiritual da OBRA para os encontros no
Maanaim;
• CAMPO DE BATALHA – a OBRA de Davi está vencendo a Casa de Saul;
• CHUVAS SERÔDIAS – a abundância de dons e maravilhas da OBRA;
• ESCADA – a ascensão e transformações da OBRA;
• ESCURIDÃO – na OBRA estamos livres de recursos e religião dos homens;
• ESPADA BIGÚMEA – o discernimento “além da letra” é exclusivo da OBRA;
• ESPELHO – a OBRA mostra o modelo para as igrejas;
• FLORES – a graciosa sensibilidade dos “dons” que operam na OBRA;
• FORMIGAS – os servos da OBRA obedecem às normas e orientações do
Presbitério;
• HOSPITAL – somente a OBRA oferece socorro os feridos da religião;
• INCÊNDIO – as bênçãos espirituais são para os servos da OBRA;
• MÃO – os 05 dons do ministério de Cristo atuam na OBRA;
• MINA DE OURO – a doutrina revelada é exclusiva e para a OBRA;
• ÓCULOS – o discernimento espiritual de que a OBRA é modelo;
• PADARIA – na OBRA o pão quentinho é servido a cada dia;
• PROFESSOR – a OBRA é mestra das demais igrejas;
• TANQUES DE GUERRA – os valentes gerados na OBRA;
• TRIGO – o alimento da OBRA prevalece contra o joio da religião.
Portanto, a fim de que o “dom” (revelação, sonho ou visão)
confirmado pela consulta apresentasse algo convincente, o dominador do
rebanho entrava em cena. No mais das vezes, certo sonho ou visão dava
margem a cansativos “discernimentos” de mais de hora, entremeados com
dezenas de jargões surrados do tipo: “a Obra”; “eternidade da Obra”; “inimigo
da Obra”; “nesta Obra”; “porque a Obra”; “quem sai da Obra” etc. O jogo de
cintura do mestre demonstrava esperteza que gerou “a mentalidade de Obra” –
que mediocridade! O modelo de “discernimento” entrou na experiência
(educação não formal) dos pastores e na formação da “doutrina revelada”, hoje
institucionalizada, dando margem à intrusão de graves heresias, como
denunciamos (6), (7).
Sendo a manifestação do dom de “discernimento de espíritos” (1
Co. 12. 10, gr. diakriseis pneumaton) algo de desejo imprescindível e intenso,
segundo o padrão do Novo Testamento, a evidência deste carisma poderoso
somente pode ser demonstrado no contexto da fé e obediência às Escrituras.
De Deus não se zomba! Forçosamente, a revelação deste dom tem como
Fonte o Espírito de Cristo Jesus. Ora, a ação divina que comunica a
manifestação deste “carisma” à “igreja de Deus… corpo de Cristo”, comunica o
absoluto ao examinar, desde a raiz, o que está escondido. O dom de
“discernimento de espíritos” examina o desconhecido, o mais misterioso e
profundo das manifestações, prodígios e sinais, em especial quando agentes
do falso profetismo, deslealdade ministerial e os poderes do inferno estão
presentes.
Verdadeiramente, o dom de “discernimento de espíritos” é a ação
do Espírito de Deus invadindo o domínio do invisível onde os obreiros
pseudocarismáticos dissimulam intenções por darem ouvidos “a espíritos
enganadores e a ensinos de demônios”, conforme o ensino do apóstolo Paulo
(1 Tm. 4.1). Alguém acha que o líder do rebanho investigaria as possíveis
raízes satânicas do “dom” em consulta? Nem pensar! O fracasso na expulsão
de demônios, em ocasião anterior, deixara marcas e medo de repetir o
insucesso… evidenciando orgulho religioso! Então, “para que cutucar o inimigo
com vara curta” (ele dizia), se esta investigação poderia colocar outro pastor da
Obra em situação de vexame? Mas o apóstolo João afirma (1 Jo. 4.1 – ênfase
nossa): “PROVAI OS ESPÍRITOS”. Porém, tal não aconteceu… e aqui começa
o desaparecimento do ministério dos evangelistas… mas isto é assunto para
outra ocasião.
CONCLUSÃO
A aparência de “crente espiritual” cimentou condutas pastorais e
fundamentou o orgulho religioso que hoje se vê no exclusivismo de “Obra
revelada”. A covardia, a cumplicidade e a infidelidade às Escrituras
prevaleceram. Nesta geração de crédulos o mal está enraizado.
Profundamente! O joio cresceu junto com o trigo, enquanto os obreiros
continuam dormindo… e ai daquele que acordar!
A augusta autoridade eclesiástica deu provas de que não
obedecia às Escrituras e nem exercia fé no poder de Deus. As falhas foram se
acumulando… e não quisemos reconhecer os erros, não pedimos perdão aos
que foram feridos com nossos desvios do bom caminho, cujos limites estão
traçados pelo Altíssimo Deus, como diz a Escritura (Is. 30.21; Jr. 6.16 – ênfase
nossa):
“Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a
esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: ESTE
É O CAMINHO, ANDAI POR ELE. (…) Assim diz o SENHOR: Ponde-vos à
margem no caminho e vede, perguntai pelas veredas antigas, qual é O
BOM CAMINHO; ANDAI POR ELE E ACHAREIS DESCANSO PARA A
VOSSA ALMA; mas eles dizem: NÃO ANDAREMOS.”
As fantasias dos falsos mestres e dos falsos profetas andam
soltas como a imaginação das crianças sentadas nos cavalinhos do carrossel.
O carrossel gira e gira… e sobe e desce… mas continua no mesmo lugar, preso
ao centro, no lugar de destaque do parque de diversões. Enquanto
dançávamos as cirandas doutrinárias (cabala, chantagens doutrinárias,
construtos humanos, heresias, numerologias e vãs sutilezas) no Maanaim (8),
nós girávamos presos ao centro do erro e não percebíamos que a dominação
quadregenária estava em curso. Porém, o Espírito de Cristo Jesus pode
colocar freio nesta opressão.
As falsas profecias, falsas revelações e falsas visões são comuns
na “feira de dons”, conforme depoimentos em diversos Tópicos desta
Comunidade. Biblicamente pensando, dos que lá (ou aqui) estão quem não
inventou “dons”? E quem chorou arrependido do mal que fez aos seus irmãos?
Não há como negar que o dominador do rebanho não arreda o pé
do palácio da rainha desfigurada; porém, ele está ANDANDO NO CENTRO DO
ERRO. Não há como contestar, desmentir ou duvidar: cada vez mais a ICMPES
mergulha em apostasia (2 Ts. 2.3-4, gr. rebelião – a negação da fé em
Deus) individual e coletiva (10).
Neste contexto se entende a força dos arts. 5º, 25 e 26 do
constitutivo eclesial obrigando que todos aceitem “integralmente a doutrina,
normas e orientações espirituais emanadas do Presbitério”, pena de exclusão
sempre humilhante e sem direito de defesa.
O EVANGELHO DO ETERNO É ABSOLUTO. Nada existe no
Evangelho que aos pseudocarismáticos e sofistas possa satisfazer. O que
deixei registrado, o fiz, no âmbito das idéias e por amor ao Testemunho da
Verdade. Antigamente nenhum de nós podia manifestar-se, por melhor que
fossem nossas palavras. O cabresto e freio eram os instrumentos da retranca.
Nesta Comunidade, com amparo na Carta Magna, podemos manifestar nossas
opiniões que são respeitosas e verdadeiras.
Por temor de perder o que foi acumulado por orgulho que incita a
discriminação eclesiástica e o ódio religioso, como escapar dali sem angústias,
desilusões e traumas, se em defesa da fragilidade do sistema a elite das elites
“degola” os desafetos e destrói suas famílias? As ameaças continuam.
Se alguém já percebeu estar debaixo da autoridade de obreiros
pseudocarismáticos, LIVRE-SE DELES E DEPENDA EXCLUSIVAMENTE DO
ESPÍRITO DE CRISTO JESUS.
A Paz do Senhor Jesus.
NOTAS:.
Atenção: Retornando à Comunidade em 30.11.2008 escrevi A OBRA: CONSTRUINDO HERESIAS. Ao
postar o Tópico ainda não havia percebido que Natsu Kao já havia escrito o texto Refutando HERESIAS:
ALÉM DA LETRA (cabalismo) onde aparece a maioria dos símbolos que os mestres e pastores da ICMPES
emprega para animais, cores, materiais e objetos, na tentativa de “interpretar” o que passa na
cabeça de cada um daí surgindo a “doutrina revelada”. Em 07.01.2009 escrevi A OBRA: ANDANDO NO
CENTRO DO ERRO onde faço referência ao excelente trabalho de Natsu Kao.
Refutando HERESIAS: “ALÉM DA LETRA” (cabalismo)
.
.
(1) Pastores ordenados pela ICM são membros do Presbitério e denominados representantes do
Presbitério. Consulte art. 6º do Estatuto da ICM em
.
(2) “A OBRA”: CONSTRUINDO HERESIAS
.
(3) ENGANAÇÃO: MINISTRAÇÕES CONFUSAS E INCOMPLETAS…
.
(4) A mente humana, para Carl G. Jung, psicanalista, possui padrões de comportamento denominados
arquétipos, que são referências de valores e virtudes. Se a especulação jungiana é plausível, como
alguns insistem, na ICM-PES os fatos permitem ao estudioso alcançar o doutorado.
.
(5) A expressão “doutrina revelada” (e equivalentes) é bastante comum entre antigas seitas:
adventistas, cristadelfianos, mórmons, russelitas (testemunhas-de-jeová) e outras.
.
(6) “A OBRA”: LOUVOR COM GOSTO DE HERESIAS
.
(7) CRENTE FOLHA SOLTA VOANDO PRA LÁ E PRA CÁ
.
(8) Refutando HERESIAS: “ALÉM DA LETRA” (cabalismo)
.
(9) “A OBRA”: A DOMINAÇÃO QUADRAGENÁRIA!
.
(10) A BÍBLIA DE ESTUDO PENTECOSTAL – CPAD, p. 1903, oferece um bom estudo a respeito da
APOSTASIA PESSOAL.
.
(11) A esperada apostila (trechos) para Pastores da ICM
.
(12) MENSAGEM DE NATAL – PAZ E AMOR – PES
=3&nst=11&nid=1278527-5279168496521237906-5279170351947109778

Alucinados religiosos, e o vício das religiões

Alucinados religiosos, e o vício das religiões

[227960]

Sempre é salutar, consola, que alivia, edificante, conforme nos ensina a sã doutrina, que vivamos em comunhão, como disse o salmista: “Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união” [Salmos 133];

Esta união, comunhão entre os irmãos, nos fazem mais próximos uns aos outros, consolamo-nos, falamos das coisas de Deus, em louvores e adoração, esta união, comunhão, reunião de irmãos é tão somente a “universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus” [Hebreus 12];

Mas, onde devemos nos reunir ou viver em comunhão, congregar??
Temos obrigatoriedade de que estas reuniões ou a vivência em comunhão devem ser num lugar especifico??

Não! De forma alguma.
A Palavra de Deus (contida na Bíblia) não nos obriga e não faz referência a nenhum local que deve ser especifico para nossas reuniões, para que vivamos em comunhão. Não há relatos bíblicos que sustentem lugares específicos como tendo importância em si próprios; não há testemunho bíblico de que lugares sejam santos;

Estar em comunhão consiste em viver de acordo com a Palavra de Deus, amando ao próximo, é congregar com nossos irmãos em nome do Senhor Jesus, adorando a Deus em espírito e em verdade, falando entre nós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no nosso coração. Isto é congregar, isto é a Igreja, a Ekklēsia; independente do local onde se está reunidos.

Porém, muitas são as defesas na dádiva astuciosa, para atrair ou enganar, um mimo aliciador de que somente há comunhão, se e somente se, frequentar os lugares com placas de “igrejas”, a chamada igreja instituição (igreja física), que na verdade são as instituições religiosas criadas por homens, que constroem seus templos dando-lhes a camuflagem de serem lugares santos, de que estes lugares mórbidos são a igreja;

Existem evangélicosalucinados religiosos, que brigam para dar importância aos templos, que foram inventados pelo imperador pagão Constantino (por volta do ano 300 dC), estes alucinados dizem conhecer a Deus, em especial os que estão a frente da “igreja instituição” (igreja física), e aprofundam suas defesas ao “cristianismo”, que foi oficializado pelo império romano em defesa própria, e não aos interesses de Deus, pelo Édito de Milão

… estes evangélicos usam para a defesa dos seus “templos”, agora, chamados de “igrejas”, a publicação deste Édito, as edificações que foram patrocinadas pelo Império Romano.

Porquanto, podemos notar que a maioria dos evangélicos adora é aos “templos religiosos”, que colocam a confiança é em lugares com nome de “igreja”, e com isto desprezam o amor de Cristo, o sofrimento vicário de nosso Senhor e Salvador, que nos trouxe liberdade (tanto para nos depreender dos usos e costumes, como do local em que se adora) tão somente.

A verdade da Palavra de Deus (contida na Bíblia) sobre a Igreja de Deusde Cristo, diz:

Igreja não é templos [Atos 17.24; 1Coríntios 6.19], não tem placas, não tem endereço por que não tem como ser frequentada, não possui dono ou fundador, foi gerada antes da fundação do mundo, não precisa de CNPJ, é sustentada por Deus e não por dinheiro;

Igreja, não sendo exclusiva, sem nomes sugestivos religiosos, não controla vidas, não tem liturgias, não é uma organização, instituição ou “casa de Deus”, não se buscam bênçãos através dEla, pois, Ela é a bênção com a promessa feita por Cristo: a vida eterna [1João 2.25];

Igreja, se reúne onde estiverem dois ou três na comunhão em nome do SENHOR [Mateus 18.20] e em qualquer lugar, e não é necessário cantores (os tais levitas que não nasceram na tribo de Levi, porquanto, falsos levitas); a adoração é em espírito e em verdade [João 4] e não através de músicas;

Igreja são os santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso; Seu Líder é o Espírito Santo, quem ensina e derrama unção [1João 2.27];

Igreja, a noiva do Cordeiro, organismo vivo, são pessoas [Efésios 2] compradas por um bom preço, é edificada por Cristo [Mateus 16.18], suas leis são contidas na Palavra de Deus, Seu registro é o Sangue do Cordeiro.

Quando se sustenta e aceita que estar bem é frequentar e ser membro de um lugar com placa de “igreja”, a chamada igreja instituição (igreja física), as instituições religiosas criadas por homens, quando se aceita a camuflagem maligna de que o templo é um lugar santo, de repente se torna escravo, deixa de ser servo de Cristo, perder-se-á, portanto, os direitos e, por conseguinte, não se tem herança, passa-se a ser um despojo de guerra;

Conhecemos a Verdade, e verdadeiramente somos livres por Cristo, mas, quando se aplica que o descanso é em um lugar com placa de “igreja” (ou igrejas evangélicas e adjacentes), quando se passa a criar e aceitar “leis” ab-rogadas, quando se vive por crendices e imposições religiosas que desafiam a Autoridade de Deus, quando se usa do dinheiro como forma de agradar a Deus; torna-se criadores, perde-se a fonte do regozijo, deixa-se de servir, torna-se a somente ser receptáculos religiosos, não se compartilha, mas, recebe-se do pão da vergonha!!!

Por Cristo. Em Cristo. Para Cristo. Nos interesses da Igreja que Cristo edificou.