igreja maranata – adultério e fornicação em maanains

> SEM DIZER QUE ALI JÁ ROLOU CADA UMA CASO! AM SE OS BELICHES FALASSEM!!!!!
> ATÉ PR CHEFE JÁ DESFRUTOU DO SERVIÇO DO QUARTO TRIPLEX MOTEL,APESAR DE
> CAMA SER DURA !!
> !!!!! SÓ QUE ROLOU UM ABAFA BÁSICO!!!!!!!!
> Infelizmente este comentário parece ser verdade. Já o ouvi algumas vezes
> por voluntários que tinham frequencia no maanaim.
> em portugues claro… adultério ou fornicação ali dentro? Foi isso q
> entendi…
>
> adultério ou fornicação ali dentro?
>
> Aqueles alojamentos me enojavam, não por sujeira mas por eu ter que sair
> do conforto da minha casa para ter que compartilhar da intimidade de um
> monte de homens porcos sem educação que eu não conhecia e nem queria
> conhecer. Ter que levar para aquele lugar tapa ouvidos se quisesse dormir,
> primeiro pelas conversas intermináveis e chatas dos imbecis que insistiam
> em desobedecer a hora do silêncio, segundo pelos roncos altíssimos. Não
> sei se alguém gostava daquilo, mas eu odiava.
>
> A única lembrança ruim que tenho do alojamento, quando ao chegar em casa
> de um 3° periodo (?) , não mais achei minha blusa azul NOVINHA que
> acabara de ganhar da minha esposa e que não usei nenhuma vez, por que não
> fez frio nenhum lá.A vergonha alheia que senti em contar que “um irmão”
> que já havia feito o 3° período simplesmente me roubou . não entendia como
> poderia isso ser possível…….. Hoje mesmo após saber que pastores do
> PES roubaram milhôes do dízimo, não consigo entender como um “irmão” vai
> ao seminário e na cara dura tira coisas da mala de outro “irmão”!!!
>
> se o dos homens era assim, imagine o das mulheres , fofocas, risadinhas
> ,preparação para o desfile de modas, falta de educação e respeito para com
> aqueles que queriam descansar , além dos odores desagradáveis e dos roncos
> insuportáveis, realmente era muito complicado “dormir” naquele ambiente.
> Graças a Deus estou livre desse constrangimento.
>
> As vezes um momento que era para ser de alegria se tornava insuportável.
> Eu nunca gostei de dormir cedo e gostava de ficar conversando mas não
> podia porque num alojamento gigante tinha que respeitar quem queria
> dormir. Então eu ficava escutando os roncos e os peidos, arghhhh. Seria
> melhor se fossem quartos onde pessoas com os mesmos gostos ficassem
> juntas, mas como disse nosso irmão falta verba $$$$. Afinal eles tem que
> juntar dindin pra comprar mais mansões em Miami, quem sabe uma em Abu
> Dabi?
>
> Eu nunca dormi no alojamento, não conseguia, roncos infindos!! E no
> alojamento feminino as meninas acordavam e começava a sinfonia das
> sacolas… Sempre falei pros rapazes, vc quer ver como são as tchutchucas
> do maanaim de verdade vão para o alojamento, terão a visão do inferno!!
> kkk
>
> …Os pastores dormem em um chalé bem confortável, poderiam dormir no
> alojamento também.
>
> E as esposas deles, as filhas, as amiguinhas das filhas, as funcionárias
> do PES, as dondocas da alta sociedade Maranática…Esse povo aí nunca
> enfrentou um banho gelado ou morcegos sobrevoando os alojamentos e muito
> menos precisaram fazer fila pra banho, pra escovar os dentes, pra usar o
> banheiro. Eu fui muito ao Maanaim, mas não dá pra dizer que aqueles
> alojamentos são um hotel 5 estrelas, aliás, estrela nenhuma né?
>
> Havia toda essa distinção para a “alta sociedade maranática,é?” Nunca
> soube disso, Sabia dos pastores.
>
> É então reflexo da “sociedade de privilégios”, característica nacional,
> Mais uma prova de que a ICM é somente mais uma igrejinha com todos os
> vícios da sociedade onde surgiu como acepção de pessoas depedendo da sua
> classe social. Isso em claro contraste com o que o Senhor nos ensinou.
>
> Sim, as filhas e esposas dos pastores que passaram pela Igreja que eu
> frequentava nunca ficavam nos alojamentos conosco, e eu, assim como as
> outras jovens, como não éramos da “alta” nunca podíamos ficar em chalé
> nenhum, só as dondocas de Vila Velha 1 e Praia da Costa.
>
>
> enquanto os dizimistas se amontoam todos…
>
> os que recebem o dizimo: carro importado, empresas na europa, dolares para
> o exterior, apartamentos de luxo em Miami
> eeeeee povão trouxaaaaaaaaaaaaaaaa
> Fiquei sabendo que ate tiro rolou no alojamento de trabalhadores, o irmao
> ainda tem a bala alojada na cabeça, mas houve o famoso abafa
>
> os alojamentos da OBRA tem que ser melhores rapaz. É da OBRA que você tá
> falando não é? POis é, alojamentos revelados, na velocidade da luz. A
> questão não é a qualidade e a inevitabilidade de acontecidos
> desconfortáveis, a questão é a OBRIGATORIEDADE de ir pra lá amigo, eu não
> gosto daquilo, não sou soldado pra dormir em alojamento e se voce procurar
> saber os alojamentos militares tem comida de primeira. Agora uma coisa, a
> maranata constrói mansões em DOMINGOS MARTINS com dinheiro desviado, por
> que não construir os seus 3000 chalés?
>
> sou reservada e nunca gostei desse investimento “espiritual”, ir ao
> Maanaim é sim uma imposição, você pode até procrastinar, mas se quer
> cargos e etc… não tem como ser diferente: Organize sua mochila chiando
> ou não, e siga os bons.
> Observando mais amplamente, dada a sociedade ” ? ” em que vivemos, não
> é diferente dentro do “acampamento” de anjos, existe de A a Z os
> privilegiados. Alojamento e comidas separadas. Pastores e os filés são
> apresentados. Esposas e filhas de pastores são agraciadas por revelação.
> Desde que o mundo foi mundo esses ditames nunca mudaram (lê-se: Desde que
> a ICM foi ICM).
> Quando estive lá, nada passou despercebido, sempre achei importante
> observar tudo sem ares de críticas, mas para conhecimento, não perdi
> tempo, acho que ganhei mais autoridade para falar o que falo aqui.
> O eixo maior é o dinheiro que se movimenta lá dentro, porque nada cai por
> acaso alí nas muralhas espirituais.Todos os membros são convidados
> (obrigados) a fazer sim os estudos, ou será visto como desacertado, fraco
> na fé. Se você mora na capital que tem uma “fazendinha encantada” dessas,
> ainda o custo é menor, mas se você mora numa média de 900km, tem que
> enfrentar os percalços.
> A rotatividade financeira é clara, faça às contas.Por deveras, os casais
> já tiveram muitos problemas em seus lares, quando ela a esposa entendia a
> OBRIGAÇÃO de frequentar e o esposo não, ou ao contrário. Um se achando
> mais espiritual do que o outro, numa disputa imprópria para um lar que se
> diz edificado por Deus. Pasmem! Começa a rachar. Neste exemplo quero
> colocar ela como sendo a que quer ir ele não, pois bem, é um pulo
> milimétrico para declarem guerra. Ela passa a achar que está na “BENÇA’ na
> fazendinha encantada, e sua casa e seu marido as moscas por muito pouco
> tempo, afinal, as aves de rapina chegam mais rapidamente do que as moscas.
> Se fosse dá exemplos, aqui… talvez ficasse falando sozinha, mas eu creio
> que em algum coração, cada letra seja valorizada.
> Está provado que todas as igrejas locais e etc, estavam e estão passando
> pela fase da economia, e aonde não existe manutenção a degradação é mais
> voraz.
> Os recursos sagrados, eram para a obra de si mesmo e não convertidas as
> melhorias, dada a demanda da membresia.Aqui se questiona, o que os olhos
> dos inocentes viam e não tinham como confrontar.Aqui se questiona, o que
> os passos dos inocentes avançavam e não tinha como seguir seus próprios
> destinos.
> É provado que a criação de chalés e o número de 3.000 mil é pouco para o
> que se arrecada. Mas, é estudado psicologicamente que o homem é o “ser da
> falta”.
> O luxo e o bom gosto nessas localidades faraônicas, não justifica aos
> membros, estarem se esbarrando da forma flagelante a qual são tratados,
> não existe mesmo razão dessa inópia.Quem não tem queixas que compreenda de
> forma ampla o que nos reportamos, e não se prenda a PEDRA QUE JESUS NÃO
> TINHA PARA RECOSTAR.O Antônio na sua postagem, falou de algo
> primorosamente importante: PIOR DE TUDO, É ISSO MESMO .
>
>
> É assim que a classe fica no seminario após a aula do supremo GG sobre
> Pascoa,ninguém entende nadica de nada,ele fala o coelho,bacalhau depois
> disse que na Oubra não se prega uso e costume,foi o que entendi no
> comentario sobre comidas proibidas pele GG,,
>
> “Curta a obra com Moderação, pois ela é curta… e fique de olho aberto,
> senão vão sumir com o seu $$$….
>
> Irmãos eu sei bem do que vocês estão falando… Antes de ser tecladista
> das Aulas de Gedelti, eu passei por este sufoco, depois de virar Popstar e
> entrar pra nata dos amigos de Vila Velha 1 e Praia da Costa, tudo mudou
> completamente, e vos digo que a diferença entre os alojamentos comuns e os
> reservados é como se eu fosse comparar o Céu e o Inferno…. Eu ficava
> impressionado com tamanha regalia, só porque comecei a dar minha cara a
> tapa tocando nas aulas de Gedelti e Amadeu… Não posso reclamar, pois fui
> um dos poucos que tive “tais regalias” de Ficar em alojamentos reservados,
> Chalés e fazer as refeições no refeitório do Gran Mestre… Vocês não
> fazem idéia de como era o cardápio das refeições desde o café até a ultima
> refeição, extremamente farto e variado, com direito a mesa de frutas de
> sobremesas variadas e tal… Eu estava ali… sim estava, gostava ??? Sim
> gostava, mas na minha cabeça eu me perguntava Meu Deus por que tanta
> diferença de tratamento ??? .
>
> Digo popstar como forma irônica odiava este apelido que o pessoal de Vila
> Velha 1 e da Catedral me colocaram … Eu nunca me achei merda nenhuma….
> Me lembro que antes de todas as aulas em que eu tocava, a minha oração era
> sempre para que eu fosse um vaso usado nas mãos do Senhor.

fonte: email recebido

igreja maranata – irmaos da icm que estao lendo esta, saiam o mais rapido desta seita maligna Que acabou com familias, casamentos, vidas destruidas por causa de orgulho, arrogancia, cargos, salarios, vantagens pessoais

Para Alexandre PDSJ,
meu amigo tinha resolvido deixar de postar pois tudo isso e muito triste, mas nao pude deixar de comover com seu escrito.
Meu irmao e irmaos da icm que estao lendo esta, saiam o mais rapido desta seita maligna Que acabou com familias, casamentos, vidas destruidas por causa de orgulho, arrogancia, cargos, salarios, vantagens pessoais.
Saiam pois verao que o Corpo de Cristo e algo maravilhoso, imenso, da qual a icm pelo seu sectarismo ja se afastou do Senhor ha muito tempo.
Lugar onde estes lobos, que se dizem pastores, fazem estas coisas como convocar o povo para ouvir aquele senhor de idade que esta doente espiritualmente, fisicamente, falar barabaridades antibiblicas e achar que o povo ira acreditar.
Nao sei como ainda continuam a frequentar este lugar que destila odio, heresias, apostasias e que de Jesus esta muito distante.
Saiam pelo amor ao Senhor aos seus familiares, as suas esposas, aos seus filhos.
Porque fico pensando como estes lobos conseguem colocar suas cabecas no travesseiro e deitar depois de proclamarem tanta discordia, desuniao, e principalmente proclamar tantas coisa antibiblicas.
Saiam e verao o quanto e maravilhoso servir ao Senhor longe deste lugar.
Saiam.PDSJ
.
.
Olá, Sérgio, graça e paz
Continue escrevendo.
Sua palavra é consoladora…
CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/04/nota-a-imprensa/#comment-17206

igreja cristã maranata – A ICM muda a Palavra para subjugar as pessoas, escraviza-las e usa-las no sistema “obra”. Por isso vemos tantos testemunhos de pessoas feridas, magoadas, vidas destruidas, almas dilaceradas pela falta de temor de homens q se dizem representantes de Deus na terra.

Deus abençõe a todos,

Compartilhando uma passagem da pregação de ontem no culto da IMEM:

“Em nossas vidas precisamos ter uma referencia para nos dar segurança, certeza de que estamos fazendo as escolhas certas, tomando as decisões certas. A referencia não pode ser movel, não pode mudar, pois deixa de ser referencia. A biblia é nossa referencia de vida cristã pq nada nela precisa mudar, nem tirar, nem acrescentar. A Palavra de Deus não muda e é por isso que Deus é a nossa principal referencia: Porque Deus é o mesmo ontem, hoje e será eternamente.”

Pastor José Rego

A ICM muda a Palavra para subjugar as pessoas, escraviza-las e usa-las no sistema “obra”. Por isso vemos tantos testemunhos de pessoas feridas, magoadas, vidas destruidas, almas dilaceradas pela falta de temor de homens q se dizem representantes de Deus na terra. Mas Deus fará justiça por cada uma delas.

A paz do Senhor.

Obrigada pelo feliz aniversario, CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-15043

maranata – Para que eu quero uma oração dessas? Que Deus é esse que se serve na maranata? Onde está a fé? E que evangelho é esse? Era isso que Jesus dizia para alguém que o procurasse?

ORAÇÃ INUSITADA II

Certa vez eu estava sentindo muita dor. Coisa muito comum em uma pessoa com deficiência motora mas dessa vez a dor insistia por muitos dias, interferindo no meu humor e desempenho profissional.

Após o culto resolvi pedir oração ao pastor. Claro que a gente faz esse pedido cheia de esperança. Vejam o que o pastor me falou:

“Eu vou orar por você para que você aceite a viver assim, que você saiba conviver com esse problema porque ele não tem jeito.”

Irmãos, eu fui tão bobinha que deixei ele orar assim mesmo.

Eu pergunto: Para que eu quero uma oração dessas? Que Deus é esse que se serve na maranata?
Onde está a fé? E que evangelho é esse? Era isso que Jesus dizia para alguém que o procurasse?

Agora vou fazer a mesma pergunta que o Gedelti fazia gritando no púlpito do Maanaim:

É ESSE EVANGELHO QUE VOCÊS QUEREM?

Amados que leem esse Blog, estou lendo o livro indicado pelo CV, “Curai enfermos e expulsai demônios” e digo a vocês que é muito bom que todos nós que estamos no libertando do jugo maranático o leiam também.

É um livro muito esclarecedor e fala sobre o Evangelho poderroso e puro de Jesus que veio para nos salvar mas TAMBÉM curar. Pastores, especialmente, precisam ler e praticar o que é ministrado nos capítulos deste livro.

Jesus não diz para nenhum enfermo se conformar com a dor. Ele curava a todos e comissionou seus discípulos a fazerem o mesmo: “curar os enfermos e expulsar os demônios”.

Aliás, certa vez o demônio entrou na minha “unidade local” e ninguém teve autoridade para expulsá-lo. Não será porque Jesus estava ausente? Ou será porque a obra!, obra!, obra!, realmente não tem poder nenhum?

É ESSE EVANGELHO QUE VOCÊS QUEREM?

A paz do Senhor Jesus a todos.

Eurípia Inês (nesses dias em Vitória-ES).

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-14588

maranata – 26 anos depois descobri que pastores que eu pensava terem sido levantados para levar o evangelho a toda criatura, na verdade estavam levando o suado dinheiro dos fiéis para suas gordas contas bancárias

Desde que me conheço por gente aprendi que a Igreja Cristã Maranata era a obra do Senhor.

26 anos depois descobri que pastores que eu pensava terem sido levantados para levar o evangelho a toda criatura, na verdade estavam levando o suado dinheiro dos fiéis para suas gordas contas bancárias.

Minha mãe sempre me ensinou que quem mente é filho do maligno. O que dizer sobre pessoas que se aproveitam de pessoas de boa fé? muito mais do que decepcionada, eu fiquei sem chão.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-14588

maranata – Quem tiver interesse leia a história de Jim Jones e da seita dele – peoples temple christian church – no final em 1978 morreram 900 fieis e entre eles mais de 200 crianças…

Quem tiver interesse leia a história de Jim Jones e da seita dele – peoples temple christian church – no final em 1978 morreram 900 fieis e entre eles mais de 200 crianças…
Só para ter uma ideia até onde pode levar o fanatismo quando o motorista do ônibus for louco mesmo.

PAZ

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/desertores-quem-sao-e-onde-estao/#comment-13834

maranata – fico indignado com a lavagem cerebral que fizeram em mim e que graças a Deus já estou liberto dela depois que saí da Seita

Ao Indignado do Comentário Enviado em 24/06/2012 as 2:51

Amigo, agora eu gostaria de te dizer com o que eu fico indignado.

Preste atenção:

Fico indignado quando penso que fui enganado nesta Seita ICM durante 27 anos;
fico indignado com as doutrinas heréticas que me ensinaram e que me levaram a ensinar tambem;
fico indignado com a lavagem cerebral que fizeram em mim e que graças a Deus já estou liberto dela depois que saí da Seita; fico indignado quando penso que muitas vezes ia para aquele Maanaim para aprender sempre as mesmas coisas, ou seja, heresias, quando poderia ter aproveitado melhor este precioso tempo perdido;
fico indignado quando penso nos “cultos de madrugadas” que tive que participar, quando poderia ter ficado em casa dormindo um pouco mais;
fico indignado quando penso que quando saía com minha esposa e filha para passearmos, ficava com pressa para retornar para não perder o tal do “culto profético” e aí nem aproveitava direito o passeio;
fico indignado quando penso que chegava do trabalho e ás vezes nem banho tomava, pois tinha que ir para a “igreja” rapidamente, pois era o diácono responsável pela “igreja” e não podia perder a reunião do culto profético;
fico indignado quando penso que em todos os anos na época do Natal não podíamos participar de momentos juntos com os familiares porque nos era ensinado para não participarmos;
fico indignado quando penso que nem o dia das mães podíamos comemorar junto com nossa mãezinha, porque nos ensinaram que isto não podia-se fazer…

Veja bem amigo, são tantas as indignações que se quizer colocar todas aqui,este comentário ficará imenso. Mas vou terminar falando de mais uma indignação:
fico indignado em pensar que meu dinheiro do dízimo e das ofertas foi surrupiado por uma quadrilha(em tese) que se instalou na cúpula desta “igreja”. Dinheiro este que não foi só o meu e que foi desviado para compra de carrões e mansões e foi até utilizado para se fazer plástica de natureza estética em mulher de pastor. E o pior é a indignação de saber que todos os crimes (em tese) dos quais a cúpula da Seita ICM está sendo investigada, provavelmente vem acontecendo a muitos anos…

Deixo este comentário para a sua reflexão.
Será que voce tambem ficará indignado?

Um abraço a todos e fiquem na PAZ!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/castigo-definitivo/#comment-13528

maranata – quem ficou 10,20,30,40 anos nesta seita rezou a mesma coisa igual os católicos rezam o terço.

Tristes lembranças.

Quando encurralada no “beco sem saída”, observava que todo mês as circulares eram cópias. Ou seja quem ficou 10,20,30,40 anos nesta seita rezou a mesma coisa igual os católicos rezam o terço.
O que mais me incomodava era que sempre se orou por coisas ou grupos (funções) e quase NUNCA por pessoas.
Exemplo orar…
.pela Obra……………………………..coisa
.pelo PES e comissão executiva;…………..coisa
.pelos maanains e próximos seminários;…….coisa
.grupos constituídos…………………….coisa
.preservação dos ministérios……………..coisa
.culto da noite…………………………coisa
.fortalecimento das doutrinas??????????……coisa
.famílias (grupo)……………………….coisa
.aperfeiçoamento dos dons(não o são?)……..coisa
coisa, coisa, coisa, coisa, coisa, coisa, coisa,..

E os irmãos e suas necessidades?
Ah! Esses são só pra serem usados e explorados pelo PES? É mesmo muita lavagem cerebral para não perceber que são usados por quem não se preocupa com a ovelha que pode estar ferida, doente, fez cirurgia, perdeu um ente querido, dentre tantas outras aflições e tristezas.
A frieza e distância do Evangelho de Jesus é tanta que tornam essa liderança cega ao ponto de não enxergarem nem o ridículo que é passar 40 anos com a mesma circular de oração mensal(terço).

E o nosso Senhor criador dos céus e da terra e tudo o que neles há, retira alguém para construir uma ponte que leva não a um novo caminho mas para nos ajudar a voltar ao ÚNICO E VERDADEIRO CAMINHO, nosso AMADO JESUS CRISTO.
Como sou feliz por isso e a cada um de vocês que entrarem aqui que ainda não sentiu essa felicidade eu digo: Experimentem!
Leiam os artigos, meditem, confiram na palavra, leiam também os comentários porque são de pessoas como você que um dia estava presa a um sistema que ditava até a forma de você orar. Isso é muito invasivo.
Deixe-se libertar! Viver com Jesus é maravilhoso. Ele é manso, é suave, é bom infinitamente.
NINGUÉM pode tirar isso de você, de mim, de nós.
A nossa conversa com Deus não deve ser ditada por homens e muito menos por 90 dias(novena)

Seja livre, livre, livre,…

Que o Senhor Jesus esteja convosco.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/09/clamor-errado-na-hora-errada/#comment-12844

maranata – Ao curioso deve ser explicado tudo de forma evasiva e superficial – “não podemos revelar o segredos dessa Obra”.

“OBSCURANTISMO” – Uma doutrina da ICM
2.1.5. O Obscurantismo é o método de governo que oculta fatos e argumentos que possam denunciar ou contradizer os atos, as decisões e as afirmações de certos grupos que se arvoram donos da verdade. É um recurso político e religioso que se opõe a difusão do conhecimento entre os subalternos do sistema.

É um estado de espírito oposto à razão e ao progresso intelectual e material; um desejo de não instrução ao povo; engenhosamente objetivando um estado de completa ignorância (desinformação) aos subordinados. Seja conhecimento a nível social, político, religioso e cultural, é o sistema que nega a instrução e o conhecimento às pessoas para preservar o estado de ignorância de modo a facilitar o poder de controle das Instituições.

2.1.5.1. O Secretismo Religioso é um dos artifícios amplamente recorridos na Maranata. O caráter secreto é um inerente atributo das reuniões e encontros do sistema religioso da Maranata cujo objetivo é tornar seu sistema fechado, isolado, a fim de não expor as intimidades dos conteúdos teológicos, das decisões administrativas e das determinações sobre a vida das pessoas enquanto membros da Maranata.
.
Há uma enormidade de reuniões com caráter secreto, para as quais, rigorosamente, só determinadas castas “superiores” ou “edificadas” da igreja podem participar. Os componentes dessas reuniões ou encontros seguem a cartilha de que jamais podem revelar o conteúdo ou assunto tratado, para que se mantenha oculto, em mistério, as matérias expostas aos não participantes.

Além da parte prática, que é ocultar informações e decisões dos visitantes e membros, o secretismo religioso tem o poder de suscitar, naturalmente, nos adeptos das reuniões às portas fechadas a sensação de mistério e privilégio espiritual sobre o restante dos membros não participantes, comumente reputados pelo sistema como “não-edificados” suficientemente para receberem tal “conhecimento”.

As práticas secretas estimulam uma vaidade elitista, orgulho religioso e ostentação espiritual ao participante. Reuniões de pastores, “culto-proféticos”, seminário de 7º período, “grupo de intercessão”, algumas reuniões de jovens, reunião de obreiros, são exemplos de reuniões que são revestidas da capa do obscurantismo religioso.

2.1.5.1.1. De acordo com a teologia da Maranata, Deus revelou a liderança “Segredos da Obra”. Se há secretismo religioso entre os internos, por conseguinte, em relação aos de fora, é mais acentuado. Muito embora as palavras de Jesus asseverem que tudo que se falar às escondidas deve ser anunciado sobre os telhados e nada há oculto para que seja revelado, na Maranata, porém, é ensinado que Deus houvera revelado “segredos da Obra” especialmente a seus fundadores, de tal sorte que é terminantemente proibido se falar dos detalhes e minúcias do sistema da Maranata a pessoas não-membros.

Tais “segredos” seriam as doutrinas originais e particulares da teologia da Maranata, assim como os conteúdos expostos em seminários, reuniões, encontros e distribuídos em apostilas. Ao curioso deve ser explicado tudo de forma evasiva e superficial – “não podemos revelar o segredos dessa Obra”.

Seminários, cultos e reuniões, por exemplo, são proibidos expressamente de serem gravados, seja até mesmo em áudio. Já se chegara até a proibir meras filmagens e fotografias dentro dos “maanains”, a fim de preservar a sensação de mistério e pretensão espiritual do local.

2.1.5.2. A Falta de Prestação de Contas ou Intransparência Orçamentária é diretriz basilar do governo da Maranata. Os valores arrecadados dos dízimos e ofertas são omitidos dos adeptos, ficando tão-somente sob a ciência do Presbitério (em matéria geral) e do pastor e tesoureiro (a guisa local).

Não há prestação de contas ou exposição do memorial descritivo de custos e arrecadações mensais aos membros, tampouco dos negócios firmados pelo Presbitério na aquisição e alienação de bens. O Estatuto da Instituição Religiosa, também, é omitido dos membros que não podem reclamar o seu acesso e ciência, sob pena de sofrerem retaliações e sanções.

Não obstante ensinarem que “o maanaim é dos membros”, não se justifica o motivo pelo qual levou a alienação de algum deles. Tudo é muito oculto e nada pode ser revelado em matéria que envolva administração de finanças, as quais estão totalmente a mercê da consciência do Presbitério.

E a Palavra do Senhor Jesus diz:

“Jesus lhe respondeu: Eu falei abertamente ao mundo; eu sempre ensinei na sinagoga e no templo, onde os judeus sempre se ajuntam, e nada disse em oculto.”
 João 18:20

“Porque não há ninguém que procure ser conhecido que faça coisa alguma em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo.” João 7:4

“Porque nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se. O que vos digo em trevas dizei-o em luz; e o que escutais ao ouvido pregai-o sobre os telhados.” Mat 10:26-27

E Paulo explica o motivo pelo qual seitas utiliza a política do obscurantismo:

“Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.”2 Co 4:2

Sugestivo e muito.

Em Cristo.

Fonte:http://obramaranata.wordpress.com/governo-e-organizacao/

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/04/poder-camaleonico/#comment-12612

maranata – no maanaim “O senhor revelou que é para economizar esparadrapo” para uma irmã deficiente física

Uma coisa que me marcou muito sobre esse negócio de “ossôrrevelo” foi quando eu estava no maanaim e encontrei uma irmã que chorava compulsivamente. Eu me aproximei para tentar ajudá-la e perguntei o motivo daquele choro. Era uma irmã deficiente física e usava muletas. Ela me disse que uma porca que segurava o parafuso de sua muleta havia se perdido e ela estava com medo de perder o parafuso também, então ela foi ao posto médico do maanaim e pediu um pedaço de esparadrapo para prender aquele parafuso.
Olha o que um médico e uma médica responderam para ela:

“O senhor revelou que é para economizar esparadrapo”.
“Pra que você quer?”

A irmã explicou mas eles não deram o esparadrapo para a irmã e ainda disseram que ela deveria ter previsto aquele incidente.
Detalhe, a irmã estava em outro estado e em maanaim longe da cidade.

Alguém já viu coisa parecida? E dentro de uma igreja?

Eu insisto na pergunta: Tem como não desertar?
.
.
E o seguro obrigatório embutido na inscrição?

Este “ossorrevelô” é coisa maligna: negar atenção e cuidados a portadores de deficiência física é INOMINÁVEL.

Este maranatismo pseudocarismático é cidadela de escândalos, pedra de tropeço e poço de iniquidades.

Faliu!!!

Quem sobreviverá?

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/desertores-quem-sao-e-onde-estao/comment-page-1/#comment-12240