igreja maranata – adultério e fornicação em maanains

> SEM DIZER QUE ALI JÁ ROLOU CADA UMA CASO! AM SE OS BELICHES FALASSEM!!!!!
> ATÉ PR CHEFE JÁ DESFRUTOU DO SERVIÇO DO QUARTO TRIPLEX MOTEL,APESAR DE
> CAMA SER DURA !!
> !!!!! SÓ QUE ROLOU UM ABAFA BÁSICO!!!!!!!!
> Infelizmente este comentário parece ser verdade. Já o ouvi algumas vezes
> por voluntários que tinham frequencia no maanaim.
> em portugues claro… adultério ou fornicação ali dentro? Foi isso q
> entendi…
>
> adultério ou fornicação ali dentro?
>
> Aqueles alojamentos me enojavam, não por sujeira mas por eu ter que sair
> do conforto da minha casa para ter que compartilhar da intimidade de um
> monte de homens porcos sem educação que eu não conhecia e nem queria
> conhecer. Ter que levar para aquele lugar tapa ouvidos se quisesse dormir,
> primeiro pelas conversas intermináveis e chatas dos imbecis que insistiam
> em desobedecer a hora do silêncio, segundo pelos roncos altíssimos. Não
> sei se alguém gostava daquilo, mas eu odiava.
>
> A única lembrança ruim que tenho do alojamento, quando ao chegar em casa
> de um 3° periodo (?) , não mais achei minha blusa azul NOVINHA que
> acabara de ganhar da minha esposa e que não usei nenhuma vez, por que não
> fez frio nenhum lá.A vergonha alheia que senti em contar que “um irmão”
> que já havia feito o 3° período simplesmente me roubou . não entendia como
> poderia isso ser possível…….. Hoje mesmo após saber que pastores do
> PES roubaram milhôes do dízimo, não consigo entender como um “irmão” vai
> ao seminário e na cara dura tira coisas da mala de outro “irmão”!!!
>
> se o dos homens era assim, imagine o das mulheres , fofocas, risadinhas
> ,preparação para o desfile de modas, falta de educação e respeito para com
> aqueles que queriam descansar , além dos odores desagradáveis e dos roncos
> insuportáveis, realmente era muito complicado “dormir” naquele ambiente.
> Graças a Deus estou livre desse constrangimento.
>
> As vezes um momento que era para ser de alegria se tornava insuportável.
> Eu nunca gostei de dormir cedo e gostava de ficar conversando mas não
> podia porque num alojamento gigante tinha que respeitar quem queria
> dormir. Então eu ficava escutando os roncos e os peidos, arghhhh. Seria
> melhor se fossem quartos onde pessoas com os mesmos gostos ficassem
> juntas, mas como disse nosso irmão falta verba $$$$. Afinal eles tem que
> juntar dindin pra comprar mais mansões em Miami, quem sabe uma em Abu
> Dabi?
>
> Eu nunca dormi no alojamento, não conseguia, roncos infindos!! E no
> alojamento feminino as meninas acordavam e começava a sinfonia das
> sacolas… Sempre falei pros rapazes, vc quer ver como são as tchutchucas
> do maanaim de verdade vão para o alojamento, terão a visão do inferno!!
> kkk
>
> …Os pastores dormem em um chalé bem confortável, poderiam dormir no
> alojamento também.
>
> E as esposas deles, as filhas, as amiguinhas das filhas, as funcionárias
> do PES, as dondocas da alta sociedade Maranática…Esse povo aí nunca
> enfrentou um banho gelado ou morcegos sobrevoando os alojamentos e muito
> menos precisaram fazer fila pra banho, pra escovar os dentes, pra usar o
> banheiro. Eu fui muito ao Maanaim, mas não dá pra dizer que aqueles
> alojamentos são um hotel 5 estrelas, aliás, estrela nenhuma né?
>
> Havia toda essa distinção para a “alta sociedade maranática,é?” Nunca
> soube disso, Sabia dos pastores.
>
> É então reflexo da “sociedade de privilégios”, característica nacional,
> Mais uma prova de que a ICM é somente mais uma igrejinha com todos os
> vícios da sociedade onde surgiu como acepção de pessoas depedendo da sua
> classe social. Isso em claro contraste com o que o Senhor nos ensinou.
>
> Sim, as filhas e esposas dos pastores que passaram pela Igreja que eu
> frequentava nunca ficavam nos alojamentos conosco, e eu, assim como as
> outras jovens, como não éramos da “alta” nunca podíamos ficar em chalé
> nenhum, só as dondocas de Vila Velha 1 e Praia da Costa.
>
>
> enquanto os dizimistas se amontoam todos…
>
> os que recebem o dizimo: carro importado, empresas na europa, dolares para
> o exterior, apartamentos de luxo em Miami
> eeeeee povão trouxaaaaaaaaaaaaaaaa
> Fiquei sabendo que ate tiro rolou no alojamento de trabalhadores, o irmao
> ainda tem a bala alojada na cabeça, mas houve o famoso abafa
>
> os alojamentos da OBRA tem que ser melhores rapaz. É da OBRA que você tá
> falando não é? POis é, alojamentos revelados, na velocidade da luz. A
> questão não é a qualidade e a inevitabilidade de acontecidos
> desconfortáveis, a questão é a OBRIGATORIEDADE de ir pra lá amigo, eu não
> gosto daquilo, não sou soldado pra dormir em alojamento e se voce procurar
> saber os alojamentos militares tem comida de primeira. Agora uma coisa, a
> maranata constrói mansões em DOMINGOS MARTINS com dinheiro desviado, por
> que não construir os seus 3000 chalés?
>
> sou reservada e nunca gostei desse investimento “espiritual”, ir ao
> Maanaim é sim uma imposição, você pode até procrastinar, mas se quer
> cargos e etc… não tem como ser diferente: Organize sua mochila chiando
> ou não, e siga os bons.
> Observando mais amplamente, dada a sociedade ” ? ” em que vivemos, não
> é diferente dentro do “acampamento” de anjos, existe de A a Z os
> privilegiados. Alojamento e comidas separadas. Pastores e os filés são
> apresentados. Esposas e filhas de pastores são agraciadas por revelação.
> Desde que o mundo foi mundo esses ditames nunca mudaram (lê-se: Desde que
> a ICM foi ICM).
> Quando estive lá, nada passou despercebido, sempre achei importante
> observar tudo sem ares de críticas, mas para conhecimento, não perdi
> tempo, acho que ganhei mais autoridade para falar o que falo aqui.
> O eixo maior é o dinheiro que se movimenta lá dentro, porque nada cai por
> acaso alí nas muralhas espirituais.Todos os membros são convidados
> (obrigados) a fazer sim os estudos, ou será visto como desacertado, fraco
> na fé. Se você mora na capital que tem uma “fazendinha encantada” dessas,
> ainda o custo é menor, mas se você mora numa média de 900km, tem que
> enfrentar os percalços.
> A rotatividade financeira é clara, faça às contas.Por deveras, os casais
> já tiveram muitos problemas em seus lares, quando ela a esposa entendia a
> OBRIGAÇÃO de frequentar e o esposo não, ou ao contrário. Um se achando
> mais espiritual do que o outro, numa disputa imprópria para um lar que se
> diz edificado por Deus. Pasmem! Começa a rachar. Neste exemplo quero
> colocar ela como sendo a que quer ir ele não, pois bem, é um pulo
> milimétrico para declarem guerra. Ela passa a achar que está na “BENÇA’ na
> fazendinha encantada, e sua casa e seu marido as moscas por muito pouco
> tempo, afinal, as aves de rapina chegam mais rapidamente do que as moscas.
> Se fosse dá exemplos, aqui… talvez ficasse falando sozinha, mas eu creio
> que em algum coração, cada letra seja valorizada.
> Está provado que todas as igrejas locais e etc, estavam e estão passando
> pela fase da economia, e aonde não existe manutenção a degradação é mais
> voraz.
> Os recursos sagrados, eram para a obra de si mesmo e não convertidas as
> melhorias, dada a demanda da membresia.Aqui se questiona, o que os olhos
> dos inocentes viam e não tinham como confrontar.Aqui se questiona, o que
> os passos dos inocentes avançavam e não tinha como seguir seus próprios
> destinos.
> É provado que a criação de chalés e o número de 3.000 mil é pouco para o
> que se arrecada. Mas, é estudado psicologicamente que o homem é o “ser da
> falta”.
> O luxo e o bom gosto nessas localidades faraônicas, não justifica aos
> membros, estarem se esbarrando da forma flagelante a qual são tratados,
> não existe mesmo razão dessa inópia.Quem não tem queixas que compreenda de
> forma ampla o que nos reportamos, e não se prenda a PEDRA QUE JESUS NÃO
> TINHA PARA RECOSTAR.O Antônio na sua postagem, falou de algo
> primorosamente importante: PIOR DE TUDO, É ISSO MESMO .
>
>
> É assim que a classe fica no seminario após a aula do supremo GG sobre
> Pascoa,ninguém entende nadica de nada,ele fala o coelho,bacalhau depois
> disse que na Oubra não se prega uso e costume,foi o que entendi no
> comentario sobre comidas proibidas pele GG,,
>
> “Curta a obra com Moderação, pois ela é curta… e fique de olho aberto,
> senão vão sumir com o seu $$$….
>
> Irmãos eu sei bem do que vocês estão falando… Antes de ser tecladista
> das Aulas de Gedelti, eu passei por este sufoco, depois de virar Popstar e
> entrar pra nata dos amigos de Vila Velha 1 e Praia da Costa, tudo mudou
> completamente, e vos digo que a diferença entre os alojamentos comuns e os
> reservados é como se eu fosse comparar o Céu e o Inferno…. Eu ficava
> impressionado com tamanha regalia, só porque comecei a dar minha cara a
> tapa tocando nas aulas de Gedelti e Amadeu… Não posso reclamar, pois fui
> um dos poucos que tive “tais regalias” de Ficar em alojamentos reservados,
> Chalés e fazer as refeições no refeitório do Gran Mestre… Vocês não
> fazem idéia de como era o cardápio das refeições desde o café até a ultima
> refeição, extremamente farto e variado, com direito a mesa de frutas de
> sobremesas variadas e tal… Eu estava ali… sim estava, gostava ??? Sim
> gostava, mas na minha cabeça eu me perguntava Meu Deus por que tanta
> diferença de tratamento ??? .
>
> Digo popstar como forma irônica odiava este apelido que o pessoal de Vila
> Velha 1 e da Catedral me colocaram … Eu nunca me achei merda nenhuma….
> Me lembro que antes de todas as aulas em que eu tocava, a minha oração era
> sempre para que eu fosse um vaso usado nas mãos do Senhor.

fonte: email recebido

maranata – 26 anos depois descobri que pastores que eu pensava terem sido levantados para levar o evangelho a toda criatura, na verdade estavam levando o suado dinheiro dos fiéis para suas gordas contas bancárias

Desde que me conheço por gente aprendi que a Igreja Cristã Maranata era a obra do Senhor.

26 anos depois descobri que pastores que eu pensava terem sido levantados para levar o evangelho a toda criatura, na verdade estavam levando o suado dinheiro dos fiéis para suas gordas contas bancárias.

Minha mãe sempre me ensinou que quem mente é filho do maligno. O que dizer sobre pessoas que se aproveitam de pessoas de boa fé? muito mais do que decepcionada, eu fiquei sem chão.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-14588

maranata – O jugo do Senhor é leve. Não se engane a si mesmo. Deixe somente o Senhor te guiar, e não um grupo de pessoas inescrupulosas, homens arrogantes, amantes de si mesmo, pessoas que não tem vergonha de contar mentiras e dizer que o “sinhô” revelou.

Prezado “Cavalheiro” Veloz, o alcance do evangelho vai muito mais além do que uma construção de tijolos à vista com nome de igreja, o Espírito do Senhor Jesus busca o verdadeiro adorador onde quer que ele esteja.

Deus é capaz de usar os meios de comunicação ou qualquer outro meio para salvar e dar paz ao homem.

Nesse sentido, seu blog tem sido um norteador para muitos irmãos que estão decidindo romper com a ICM e buscar a Deus verdadeiramente, se desapegando àquilo que de certa forma trazia segurança para eles (a obra).

Às vezes fico, por horas e horas, lendo os relatos das pessoas. Me alegro em saber que cada vez mais as pessoas estão saindo do hospício e não precisarão mais daqueles remédios paliativos. Mas me entristeço, pois há muita gente sofrendo e lutando para sair desse lugar.

Li um post de uma pessoa que comparou o ambiente da ICM a um hospital, aqueles corredores longos e vazios, escuros, frios, solitários, a enfermeira passa nos horários marcados (madrugada, culto ao meio-dia e culto à noite) para dar o remédio e nunca aparece um médico para saber se você está bem e te dar alta, é algo totalmente sombrio, longe da família, sem o conforto do seu lar, sem poder receber visitas. Assim é o ambiente da casa mal assombrada, e é nessas horas que me sensibilizo com os relatos tristes das pessoas que ainda sofrem nesse local.

Se alguém ainda não rompeu com esse sistema maligno, renda-se agora ao Salvador. Ele já sofreu no seu lugar, não é preciso mais sacrifício, jejuns, madrugadas, listas infindáveis de oração, Deus não requer isso do homem.

O jugo do Senhor é leve. Não se engane a si mesmo. Deixe somente o Senhor te guiar, e não um grupo de pessoas inescrupulosas, homens arrogantes, amantes de si mesmo, pessoas que não tem vergonha de contar mentiras e dizer que o “sinhô” revelou.

Fiquem na Paz!
.
Boa-fé
Download do artigo FUGI DO HOSPITAL em
http://obramaranata.wordpress.com/2011/04/05/fugi-do-hospital/

Paz

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-14123

maranata – Quem tiver interesse leia a história de Jim Jones e da seita dele – peoples temple christian church – no final em 1978 morreram 900 fieis e entre eles mais de 200 crianças…

Quem tiver interesse leia a história de Jim Jones e da seita dele – peoples temple christian church – no final em 1978 morreram 900 fieis e entre eles mais de 200 crianças…
Só para ter uma ideia até onde pode levar o fanatismo quando o motorista do ônibus for louco mesmo.

PAZ

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/desertores-quem-sao-e-onde-estao/#comment-13834

maranata – fico indignado com a lavagem cerebral que fizeram em mim e que graças a Deus já estou liberto dela depois que saí da Seita

Ao Indignado do Comentário Enviado em 24/06/2012 as 2:51

Amigo, agora eu gostaria de te dizer com o que eu fico indignado.

Preste atenção:

Fico indignado quando penso que fui enganado nesta Seita ICM durante 27 anos;
fico indignado com as doutrinas heréticas que me ensinaram e que me levaram a ensinar tambem;
fico indignado com a lavagem cerebral que fizeram em mim e que graças a Deus já estou liberto dela depois que saí da Seita; fico indignado quando penso que muitas vezes ia para aquele Maanaim para aprender sempre as mesmas coisas, ou seja, heresias, quando poderia ter aproveitado melhor este precioso tempo perdido;
fico indignado quando penso nos “cultos de madrugadas” que tive que participar, quando poderia ter ficado em casa dormindo um pouco mais;
fico indignado quando penso que quando saía com minha esposa e filha para passearmos, ficava com pressa para retornar para não perder o tal do “culto profético” e aí nem aproveitava direito o passeio;
fico indignado quando penso que chegava do trabalho e ás vezes nem banho tomava, pois tinha que ir para a “igreja” rapidamente, pois era o diácono responsável pela “igreja” e não podia perder a reunião do culto profético;
fico indignado quando penso que em todos os anos na época do Natal não podíamos participar de momentos juntos com os familiares porque nos era ensinado para não participarmos;
fico indignado quando penso que nem o dia das mães podíamos comemorar junto com nossa mãezinha, porque nos ensinaram que isto não podia-se fazer…

Veja bem amigo, são tantas as indignações que se quizer colocar todas aqui,este comentário ficará imenso. Mas vou terminar falando de mais uma indignação:
fico indignado em pensar que meu dinheiro do dízimo e das ofertas foi surrupiado por uma quadrilha(em tese) que se instalou na cúpula desta “igreja”. Dinheiro este que não foi só o meu e que foi desviado para compra de carrões e mansões e foi até utilizado para se fazer plástica de natureza estética em mulher de pastor. E o pior é a indignação de saber que todos os crimes (em tese) dos quais a cúpula da Seita ICM está sendo investigada, provavelmente vem acontecendo a muitos anos…

Deixo este comentário para a sua reflexão.
Será que voce tambem ficará indignado?

Um abraço a todos e fiquem na PAZ!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/castigo-definitivo/#comment-13528

maranata – quem ficou 10,20,30,40 anos nesta seita rezou a mesma coisa igual os católicos rezam o terço.

Tristes lembranças.

Quando encurralada no “beco sem saída”, observava que todo mês as circulares eram cópias. Ou seja quem ficou 10,20,30,40 anos nesta seita rezou a mesma coisa igual os católicos rezam o terço.
O que mais me incomodava era que sempre se orou por coisas ou grupos (funções) e quase NUNCA por pessoas.
Exemplo orar…
.pela Obra……………………………..coisa
.pelo PES e comissão executiva;…………..coisa
.pelos maanains e próximos seminários;…….coisa
.grupos constituídos…………………….coisa
.preservação dos ministérios……………..coisa
.culto da noite…………………………coisa
.fortalecimento das doutrinas??????????……coisa
.famílias (grupo)……………………….coisa
.aperfeiçoamento dos dons(não o são?)……..coisa
coisa, coisa, coisa, coisa, coisa, coisa, coisa,..

E os irmãos e suas necessidades?
Ah! Esses são só pra serem usados e explorados pelo PES? É mesmo muita lavagem cerebral para não perceber que são usados por quem não se preocupa com a ovelha que pode estar ferida, doente, fez cirurgia, perdeu um ente querido, dentre tantas outras aflições e tristezas.
A frieza e distância do Evangelho de Jesus é tanta que tornam essa liderança cega ao ponto de não enxergarem nem o ridículo que é passar 40 anos com a mesma circular de oração mensal(terço).

E o nosso Senhor criador dos céus e da terra e tudo o que neles há, retira alguém para construir uma ponte que leva não a um novo caminho mas para nos ajudar a voltar ao ÚNICO E VERDADEIRO CAMINHO, nosso AMADO JESUS CRISTO.
Como sou feliz por isso e a cada um de vocês que entrarem aqui que ainda não sentiu essa felicidade eu digo: Experimentem!
Leiam os artigos, meditem, confiram na palavra, leiam também os comentários porque são de pessoas como você que um dia estava presa a um sistema que ditava até a forma de você orar. Isso é muito invasivo.
Deixe-se libertar! Viver com Jesus é maravilhoso. Ele é manso, é suave, é bom infinitamente.
NINGUÉM pode tirar isso de você, de mim, de nós.
A nossa conversa com Deus não deve ser ditada por homens e muito menos por 90 dias(novena)

Seja livre, livre, livre,…

Que o Senhor Jesus esteja convosco.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2010/09/clamor-errado-na-hora-errada/#comment-12844

maranata – Ao curioso deve ser explicado tudo de forma evasiva e superficial – “não podemos revelar o segredos dessa Obra”.

“OBSCURANTISMO” – Uma doutrina da ICM
2.1.5. O Obscurantismo é o método de governo que oculta fatos e argumentos que possam denunciar ou contradizer os atos, as decisões e as afirmações de certos grupos que se arvoram donos da verdade. É um recurso político e religioso que se opõe a difusão do conhecimento entre os subalternos do sistema.

É um estado de espírito oposto à razão e ao progresso intelectual e material; um desejo de não instrução ao povo; engenhosamente objetivando um estado de completa ignorância (desinformação) aos subordinados. Seja conhecimento a nível social, político, religioso e cultural, é o sistema que nega a instrução e o conhecimento às pessoas para preservar o estado de ignorância de modo a facilitar o poder de controle das Instituições.

2.1.5.1. O Secretismo Religioso é um dos artifícios amplamente recorridos na Maranata. O caráter secreto é um inerente atributo das reuniões e encontros do sistema religioso da Maranata cujo objetivo é tornar seu sistema fechado, isolado, a fim de não expor as intimidades dos conteúdos teológicos, das decisões administrativas e das determinações sobre a vida das pessoas enquanto membros da Maranata.
.
Há uma enormidade de reuniões com caráter secreto, para as quais, rigorosamente, só determinadas castas “superiores” ou “edificadas” da igreja podem participar. Os componentes dessas reuniões ou encontros seguem a cartilha de que jamais podem revelar o conteúdo ou assunto tratado, para que se mantenha oculto, em mistério, as matérias expostas aos não participantes.

Além da parte prática, que é ocultar informações e decisões dos visitantes e membros, o secretismo religioso tem o poder de suscitar, naturalmente, nos adeptos das reuniões às portas fechadas a sensação de mistério e privilégio espiritual sobre o restante dos membros não participantes, comumente reputados pelo sistema como “não-edificados” suficientemente para receberem tal “conhecimento”.

As práticas secretas estimulam uma vaidade elitista, orgulho religioso e ostentação espiritual ao participante. Reuniões de pastores, “culto-proféticos”, seminário de 7º período, “grupo de intercessão”, algumas reuniões de jovens, reunião de obreiros, são exemplos de reuniões que são revestidas da capa do obscurantismo religioso.

2.1.5.1.1. De acordo com a teologia da Maranata, Deus revelou a liderança “Segredos da Obra”. Se há secretismo religioso entre os internos, por conseguinte, em relação aos de fora, é mais acentuado. Muito embora as palavras de Jesus asseverem que tudo que se falar às escondidas deve ser anunciado sobre os telhados e nada há oculto para que seja revelado, na Maranata, porém, é ensinado que Deus houvera revelado “segredos da Obra” especialmente a seus fundadores, de tal sorte que é terminantemente proibido se falar dos detalhes e minúcias do sistema da Maranata a pessoas não-membros.

Tais “segredos” seriam as doutrinas originais e particulares da teologia da Maranata, assim como os conteúdos expostos em seminários, reuniões, encontros e distribuídos em apostilas. Ao curioso deve ser explicado tudo de forma evasiva e superficial – “não podemos revelar o segredos dessa Obra”.

Seminários, cultos e reuniões, por exemplo, são proibidos expressamente de serem gravados, seja até mesmo em áudio. Já se chegara até a proibir meras filmagens e fotografias dentro dos “maanains”, a fim de preservar a sensação de mistério e pretensão espiritual do local.

2.1.5.2. A Falta de Prestação de Contas ou Intransparência Orçamentária é diretriz basilar do governo da Maranata. Os valores arrecadados dos dízimos e ofertas são omitidos dos adeptos, ficando tão-somente sob a ciência do Presbitério (em matéria geral) e do pastor e tesoureiro (a guisa local).

Não há prestação de contas ou exposição do memorial descritivo de custos e arrecadações mensais aos membros, tampouco dos negócios firmados pelo Presbitério na aquisição e alienação de bens. O Estatuto da Instituição Religiosa, também, é omitido dos membros que não podem reclamar o seu acesso e ciência, sob pena de sofrerem retaliações e sanções.

Não obstante ensinarem que “o maanaim é dos membros”, não se justifica o motivo pelo qual levou a alienação de algum deles. Tudo é muito oculto e nada pode ser revelado em matéria que envolva administração de finanças, as quais estão totalmente a mercê da consciência do Presbitério.

E a Palavra do Senhor Jesus diz:

“Jesus lhe respondeu: Eu falei abertamente ao mundo; eu sempre ensinei na sinagoga e no templo, onde os judeus sempre se ajuntam, e nada disse em oculto.”
 João 18:20

“Porque não há ninguém que procure ser conhecido que faça coisa alguma em oculto. Se fazes estas coisas, manifesta-te ao mundo.” João 7:4

“Porque nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se. O que vos digo em trevas dizei-o em luz; e o que escutais ao ouvido pregai-o sobre os telhados.” Mat 10:26-27

E Paulo explica o motivo pelo qual seitas utiliza a política do obscurantismo:

“Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.”2 Co 4:2

Sugestivo e muito.

Em Cristo.

Fonte:http://obramaranata.wordpress.com/governo-e-organizacao/

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/04/poder-camaleonico/#comment-12612