igreja cristã maranata – o lindo encontro de jovens em Brasília

O Lindo Encontro de Jovens de Brasília.

CV e irmãos,

Tive o prazer de participar deste encontro de jovens em Brasília. Foi realmente lindo!

Os jovens estavam muito felizes naquela tarde. Todos nós amávamos muito ao Pr. Fonseca principalmente pela forma amorosa com que ele tratava as ovelhas e o seu carinho especial para com os jovens.

Além dele ser amoroso com todos, ele sempre exaltava ao Senhor Jesus, o amor e o perdão em todas as suas mensagens.

Naquela tarde foi especial. Foi o primeiro encontro em que os jovens surdos daqui de Brasília frequentaram o Maanaim e foi a primeira vez que eu interpretei diante de tanta gente. Estava nervosa e o Pr. Fonseca muito me incentivou naquele trabalho e disse que gostaria de saber LIBRAS para poder, ele mesmo, interpretar para os irmãos surdos. Ele queria cantar para eles e me disse para eu interpretar usando todos os recursos linguísticos necessários para que o louvor ficasse lindo, sem preconceitos ou restrições.

Em determinado momento da mensagem, quando nós já desfrutávamos de uma comunhão plena com o SENHOR, o Pr. Fonseca nos disse para declararmos nosso amor a Jesus. Ele dizia que podíamos falar: “Jesus eu te amo!”.

Os jovens então começaram a dizer esta frase “Jesus eu te amo!” em voz alta.

Nós na verdade, não estávamos acostumados a fazer uma declaração de amor a Jesus nesta obra e apesar de estranhar nós prontamente começamos a fazê-la com alegria. Foi uma grande benção!

Foi um momento único que pudemos falar para Jesus que o amávamos.

O Pr. Fonseca era meu pastor local e, depois que ele assumiu a minha unidade local, ela nunca mais foi a mesma. Ficava lotada todos os dias e muitos irmãos assistiam ao culto do lado de fora de tão cheia que ficava. Se não me falha a memória, isso foi entre os anos de 2003 e 2004.

Nós jovens jamais imaginávamos que aquela declaração de amor a Jesus, naquele lindo encontro no Maanaim fosse afastar para sempre aquele amado pastor do nosso convívio. Juntado a isso tinha os cultos lotados, as mensagens com o foco em Jesus, no amor e no perdão.

Tudo isso foi demais para o PES cheio de ódio, rancor, e ciúmes, além de ser contrário a tudo que a obra prega, ela não foi o objeto de adoração naquele lindo encontro de jovens. Isso foi insuportável para os pastores legalistas e sem amor pelas ovelhas. Eles não suportam alguém pregar o amor a Jesus e ao próximo.

E foi assim que o Pr. Fonseca, logo depois daquele encontro foi colocado no banco e depois expulso da igreja. Foi muito triste. Naquele ano muitos irmãos foram embora. A igreja ficou vazia e pouco tempo depois quem nos visitou foi o demônio que se manifestou e não teve quem o expulsasse, nos enchendo de pavor. Depois disso ele voltou por mais duas vezes e, novamente, não havia ninguém que tivesse autoridade para expulsá-lo, precisando importar um pastor não sei de onde para resolver o problema. Aquela unidade local NUNCA mais foi a mesma.

Sou testemunha ocular destes fatos.

Na época eu não entendia o que estava acontecendo. Não sabia o que fazer e nada era explicado para nós e ainda éramos levados a odiar aos que saíram.

Não foram poucos os seminários em que tivemos que ouvir o Gedelti fazer chacotas e desprezar e zombar do pastor que tanto amávamos e que nos levou a declarar amor a Jesus.

É assim que esta obra trata quem fala de Jesus e prega amor e perdão.

Eu tenho muito arrependimento do meu comportamento e quero ainda rever todos os irmãos e pedir-lhes perdão por não ter feito nada por eles. De certa forma faço isto agora.

É por isso que hoje, acho que devemos ter paciência e amor para com os irmãos que não conseguem enxergar o que se passa dentro desta seita. Quando estamos lá dentro, não temos como fazer nada, não somos ouvidos. Somos prisioneiros. O gedeltismo enganou a todos.

Claro que hoje a situação é bem diferente daqueles anos pois não tínhamos as informações que temos hoje, mas a LPN fez com que as doutrinas, heresias e mentiras se cauterizassem nas mentes de muitos amados irmãos. Entendam este artigo do CV para entenderem a enganação e a fraude http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/11/a-linguagem-do-nao-pensamento/

Quis escrever este assunto neste artigo para que os amados leitores vejam que existe discriminação e preconceitosaté com pastores que pregam o amor a Jesus.

Como ainda se chama Igreja Cristã Maranata, se não podemos declarar o nosso amor ao nosso Cristo?

Que grande contradição!

Que Deus abençoe grandemente ao nosso amado Pr. Fonseca.

A paz do Senhor Jesus.

Eurípia Inês.
.
.
Acompanhei este episódio denunciado na Comunidade Já Fui um Maranata.

Depois baixaram o COMUNICADO N.º 033/0909 impondo o jugo maranático e regras na glorificação “para não usarem palavras inadequadas dirigidas a pessoas, tais como: Obrigado! Muito Obrigado! Pai do céu! Paizinho do céu! E outras semelhantes. (…) O pastor é o responsável pela conservação da sã doutrina, para que o rebanho não acompanhe tais desvios inadmissíveis disseminados como inovações por religiosos e cantores profissionais.”

Farisaísmo!

Gedelti adoeceu esta igreja. Ciumento,como sempre, perseguiu a quem quis.

Os filhos do gedeltismo gritam MARANATAAAAAAAAAAAA mas estão desesperados, doentes, empanzinados com profetadas e revelagens de sorte que continuam andando ao redor dos erros. E não se arrependem.

Que obra maravilhosa, hein Gedelti?!

http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2012/11/mp-cumpre-mandados-e-investiga-desvios-de-dizimos-em-igreja-no-es.html

http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2012/11/justica-afasta-cupula-da-igreja-maranata-no-es.html

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/11/noticias/cidades/1377487-fundacao-comprava-ate-remedio-superfaturado.html

Retirantes, lembrem-se da mulher de Ló.

Sei de algo bem certo: o som do TAMBOR chegou aos ouvidos de milhares deles http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2009/12/eu-e-o-meu-tambor/ e muitos não mais poderão dizer: NINGUÉM ME AVISOU.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-49251

igreja maranata – notícias de Brasilia

GG É O “MORDE E CAI”, QUE ROEU A CORDA E EXPÔS A OBRA!

Irmão(ã) Universo grátis, post 23/10/12 às 13:02.

A essa altura do campeonato, ninguém mais precisa falar mal da c(obra) porque, como se vê, seu próprio dono já faz muito bem esse trabalho. E ele pensou que Deus ia deixar os filhos Dele enganados para sempre…

Há um texto bíblico em Mt. 10:26 que diz:

“Portanto, não os temais; pois nada há encoberto, que não venha a ser revelado;nem oculto, que não venha a ser conhecido.”

Mas, mesmo que o GG faça bem este trabalho, nós continuaremos aqui pra falar quem é a c(obra).

É engraçado que eles falavam tanto em não expor a obra e agora, está aí, a boca deles mesmos a escancara aos quatro cantos. E olha que a maioria dos retirantes está calada. Não vai demorar muito, e eles também, estarão falando tudo o que passaram lá dentro da obra maravilhosa.

Por sinal, alguém tem um pedaço de esparadrapo para me arrumar? rsrsrs

Quem tiver pode mandar aqui para o blog do CV que ele me passa…

Fico agradecida.

Eurípia Inês.

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/10/forcando-a-barra/comment-page-1/#comment-19504

.

Uma breve observação ao comentário da nossa irmã Eurípia, no ítem 19.

Eu sempre questionei dentro de mim o por quê da expressão “expor a Obra” ser colocada da forma que o GG faz

Exemplo: Vc expôs a Obra, a Obra foi exposta, temos que ter cuidado pra não expor a Obra.

Se a referência se faz a Obra de Deus, bem foi pra isso que Jesus veio ao Mundo, para que a Obra do Pai fosse exposta.

Não tem como usar essa expressão para preservar aquilo que Deus veio realizar na vada da humanidade.

Deus não precisa de protetores…

A expressão correta seria: “expor a ICM”

Abraço Eurípia.

A paz do Senhor Jesus!

http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/10/forcando-a-barra/comment-page-1/#comment-20015

.

Notícias de Brasília.

Parece que as mensagens via chatélite em que GG se compara a Mordecai não estão surtindo o efeito desejado no povo de Brasília não.

Conversando com um irmão de lá, olha o que ele me falou:

Na igreja da Asa Sul, principal da região, não tem instrumentistas. Todos foram embora.

A igreja do SS “Super Sílvio”, o coordenador da área, está vazia e muito triste. Ele assumiu essa unidade local porque o pastor de lá é homem de caráter e saiu juntamente com outros irmãos. Depois disso, muitos mudaram para outras unidades locais porque não suportam esse tal SS “Super Sílvio”.

Esse SS “Super Sílvio” é odiado por muitos devido à sua arrogância, soberba e maldade com o rebanho, mas, o “Super GG” gosta demais dele por ser um ótimo contador, não deixando de mandar cada centavo da arrecadação dos dízimos e ofertas para o PES.

As igrejas do Riacho Fundo, da QSD, da QNE, do Aeral estão vazias e tristes até aos domingos.

O maanaim não tem jeito. Vai ser derrubado e no lugar passará um viaduto. É área pública.

Já existe uma nova igreja só de ex-maranata. É a Nova Aliança. Uma benção. Os irmãos e pastores estão buscando a direção na Bíblia e estão tendo aulas com os irmãos de outras denominações para aprenderem como preparar mensagens, EBD, etc…

Sem esquecer que tem as igrejas da CEEN que cada dia cresce mais.

Lá em Brasília está ficando cada vez mais comum as pessoas chegarem em outras denominações e encontrar ex-maranatas.

E tem muita gente querendo sair mas estão presos por cônjuges, familiares e enlaces em geral.

Muitos que permanecem não estão mais nem aí em obedecer as ordens do PES.

É, o GG está mais para Morde e Cai, como diz um irmão no OUKUT. Quando ele abre a boca o povo cai fora e os que ficam estão cada vez mais fanáticos defendendo a ICM-PES.

Bem. É isso que fiquei sabendo sobre Brasília. Se alguém tem mais notícias, por favor publiquem porque muitos irmãos de lá ainda estão sem saber quase nada.

Paz.

Novo dia.

Publicado em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/triste-fim-de-jornada-de-quarenta-anos/comment-page-4/#comment-49150

.

COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:

.

O quebra-cabeça está montado: GG é o MORDE E CAI a corda e a OBRA ficou exposta!

.

Havia uma cortina de mistério, presa por uma corda, que cobria a obra, e agora foi mordida e roída por GG, e tudo que se tentou evitar por longos quarenta e quatro anos foi por algo abaixo, a obra ficou exposta, a cortina caiu, e tudo está revelado do que é a realidade nua e crua dessa obra.

.

Os jornais estampam, os irmãos sabem, a população comenta, e a vergonha é total! A obra foi exposta!

.

Que obra maravilhosa hein, morde e cai?

.

Só falta afirmar que essa obra é a ESPER, de ESPERTEZA, fazendo a comparação completa com a prima de Mordecai, constante no livro de Ester, só que essa esperteza foi para o espaço quando o próprio fundador roeu a corda.

.

Fiquem todos com a Paz do Senhor Jesus!

.

Alandati.

fonte: http://diganaoaseita.wordpress.com/2012/12/16/gg-e-o-morde-e-cai-que-roeu-a-corda-e-expos-a-obra/

igreja cristã maranata – Olha as notícias de Brasília

Amado Pr. Eduardo Gil Vasconcellos,

realmente estamos sentindo sua falta.

Olha as notícias de Brasília:

-Dois irmãos de unidades locais diferentes disseram que até nos finais de semana, as igrejas estão vazias e tristes. O que salva é a presença de alguns visitantes.
-Tem muitos irmãos esperando ser iniciada uma igreja como a Louvai para poderem sair.
-Tem muitos irmãos que ainda não saíram porque aguardam seus familiares se definirem(principalmente cônjuges) e outros aguardam as investigações.
-Há aqueles que foram para outras denominações.
-A casa onde nos reunimos aqui em Brasília não está mais cabendo todos e olha que não é pequeno o salão.
-O ex-pastor da icm, Ronaldo do RJ, estará conosco nos próximos dias.

Bom, essas são notícias locais, tem as dos outros Estados e do Exterior com muitos acontecimentos, com muitas deserções.

O povo está acordando.

Até breve e que Deus te abençoe.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/muita-coisa-esta-errada-dentro-desta-igreja/#comment-14238

igreja cristã maranata – ”Tem muitos irmãos esperando ser iniciada uma igreja como a Louvai para poderem sair.”

A comentários de pessoas que querem um modelo de igreja tipo a Louvai. Novo dia disse:”Tem muitos irmãos esperando ser iniciada uma igreja como a Louvai para poderem sair.”

Será que quando a pessoa se liberta do jugo maranático, será que ele ainda queira levar consigo alguns dogmas e preceitos da ICM. Geralmente quando a pessoa desprende do julgo da seita, ele se sente muito aliviado e com uma vontade imensa de servir a Deus com liberdade eu não conheço o modelo de Igreja da Louvai, mas para muitos quererem ir para ela, deve ter alguma característica que se assemelha ao modelo da ICM. Alguém suprir dúvida.
.
.
Olá, Ray do Aço

Acompanho as posts de sua autoria e me lembro quemo amado irmnão esteve preso na seita por 20 (vinte) anos, chegando a frequentar os seminários até o 7º Período.

Entendo que ao dizer:”Tem muitos irmãos esperando ser iniciada uma igreja como a Louvai para poderem sair.” Novo Dia apenas noticiou algo que acontece em Brasília, sem emitir opinião. Apostagem deixa isto bem ecidente: “Bom, essas são notícias locais, tem as dos outros Estados e do Exterior com muitos acontecimentos, com muitas deserções.”

Pois bem. Mas seu questionamento merece resposta. A experiência insiste em que igrejas doentes geram igrejas doentes. Deixo claro que falo isto em tese. Meu desejo é que os que rompem com a gedeltismo, heresias e mitos da ICM-PES retornem às Escrituras. Neste passo, grande a necessidade de deixar pra trás o jugo maranático em extensão e profundidade.

Então, avanço um pouco mais, dizendo que diáconos e pastores originários da ICM-PES devem busquem a Face de Deus e alcançar a compreensão do que vem a ser o EVANGELHO DE DEUS. Constantemente, lembro o livro CURAI ENFERMOS E EXPULSAI DEMÔNIOS (T. L. Osborn), excelente neste ponto.

Por exemplo, as corriqueiras práticas “evangelísticas”. Quando vejo as cenas de Atos dos apóstolos, envergonho-me da distãncia em que estamos do exercício da “fé em Jesus”, levando-se em conta que o modelo do Novo Testamento aponta para o “poder de Deus de sabedoria de Deus”. Creio desnecesário extender em ponto.

Quanto ao que acontece na IEL não debateremos (este SITE é específico). Mas pediria a alguém de lá que informe o endereço – link – de contato com a administração desta nova Comunidade Eclesiástica.

Shalom!

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/11/muita-coisa-esta-errada-dentro-desta-igreja/#comment-14238

maranata – Ela falou que sempre sofreu preconceito e discriminação. Chegou a pensar em denunciar a igreja às autoridades que fiscalizam essa questão

Este comentário do(a) irmão(a) Livre Livre, sobre a irmã de muletas, me lembrou um fato também que muito me indignou.
Foi no Maanaim de Brasília e com uma irmã deficiente também. Eu a encontrei no estacionamento. Ela parecia estar sentindo dor e eu percebi que ela havia chorado. Ela me pediu para segurar no meu ombro para sair dali e assim ela foi me contando que havia caído e que não conseguia andar onde tinha brita. Ela disse que já havia pedido para fazer vagas especiais nos estacionamentos mas não foi atendida. Disse também que foram muitas vezes que caiu, que por muitas vezes foi humilhada por causa disso.
Eu reencontrei aquela irmã por muitas vezes naquele Maanaim e ela sempre me contava o quanto foi maltratada e os problemas que tinha com a falta da acessibilidade. Me pasmei numa dessas vezes que a vi, ela me disse que se fosse pelo tratamento que recebia da igreja, com relação à sua deficiência, ela jamais teria ficado na ICM. Ela falou que sempre sofreu preconceito e discriminação. Chegou a pensar em denunciar a igreja às autoridades que fiscalizam essa questão, mas não tinha coragem porque, segundo ela, “amava muito a Obra” e que não tinha coragem de fazer isso.
Agora penso comigo: O que aquela irmã não sabia era que a Obra nunca a amou.
Durante todo o tempo que passei em Brasília eu via aquela irmã trabalhando no Maanim. Ela era muito atuante. Me lembro que ela trabalhava ajudando um grupo de deficientes auditivos. Mesmo tendo dificuldades ela estava sempre disposta trabalhando.
Ela me disse muito mais coisas que sofreu na igreja com relação à deficiência, como falta de acesso e adaptações e inclusive nas mensagens. Não sei se essa irmã ainda continua na ICM.
Eu perdi o contato com ela. Espero que tenha saído, e espero também que o MP esteja atento a esses desmandos e com pessoas que deviam ter uma atenção diferenciada.
.
.
E agüentando discriminação, humilhação e preconeitos, apesar de deficiente servia aos demais; porém não era servida em coisas elementares como condições de acesso… Lamentável!

Enquanto a Constituição Federal busca do bem-estar de todos, sem discriminação de quaisquer tipos; e, da mesma maneira, o Código Penal Brasileiro determina como passível de punição os atos criminosos e de desrespeito causados por fatores discriminatórios, essa falta de cuidados especiais existe e testemunha contra o dono do rebanho e seus emissários.

Gritos de Obra!… Obra!… Obra!… Obra!… nada valem, enquanto o maranatismo oferece o “outro evangelho” e exige inquestionável OBEDIÊNCIA.

Paulo insistiu com Timóteo que considerasse as mulheres com testemunho de boas obras (1, 5.10). Queira Deus que no Dia do Senhor seja lembrado o bem que essa irmã fez aos demais.

CV.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos

maranata – Espero que isso não termine do jeito que estamos acostumados a ver no Brasil, numa pouca vergonha. Já tem um deputado federal gritando aos quatro ventos em Brasília “viva a obra!”, ou viva a hipocrisia!!! Povo que perdeu o respeito por si mesmo

Peço a Deus, caro CV, que muitas pessoas tenham a sã consciência de entender que o inimigo da Obra (de Deus) é o anti-Cristo, porém o inimigo da obra (maranata) é a própria cúpula, sendo seu presidente (que é o mentor de tudo) e todos os seus subordinados.

Fico me lembrando das evangelizações, quando chegava Gedelti, o “mundo da maranata” parava, o chefe chegou, a equipe de trânsito parava tudo para ele passar, aquele alvoroço.

Olho pra trás e vejo quanta presunção, quanta decepção. Tristeza ver essa gente se culpando por faltar a um culto, vai à “casa do Senhor” e volta vazio. Meu Deus, ensina a esse povo a te servir.

“O boi conhece o seu possuidor, e o jumento a manjedoura do seu dono; mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende.” Isaías 1:3

Vejo que se criou um tabu em relação ao nome “obra” no contexto da maranata. Todos têm medo de criticar com receio de um juízo, heresia bem criada pelo chefe religioso.

Valha-me Deus. Espero que isso não termine do jeito que estamos acostumados a ver no Brasil, numa pouca vergonha. Já tem um deputado federal gritando aos quatro ventos em Brasília “viva a obra!”, ou viva a hipocrisia!!! Povo que perdeu o respeito por si mesmo.
.
.
Obs.
Cris trouxe para o SITE o lik
“Sem palavras. É mesmo o fim do mundo! Assistam ai.
Deputado Manato usa a tribuna da câmara para defender a ICM.”

Acessem o link:http://www.youtube.com/watch?v=wn9a0SfRsdg

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/01/mene-mene-tequel-parsim/#comments