maranata curitiba – centralizaram um local em Curitiba para enviar as doações aos desabrigados, boa parte dos objetos em boas condições foram saqueados por pastores, familiares e membros e o restante foi enviado para SC. Que vergonha fazer parte de uma igreja como essa.

Irmãos,

Ao longo da minha jornada congregando na icm, acreditei até certo ponto que era uma igreja cristã. Como fui seguidor fiel, tudo o que entendia que era orientação de Deus eu aplicava em minha vida. Assim, me sinto no direito de fazer aqui colocações que jamais tive oportunidade de fazer na seita, até porque lá ninguém deixará você falar, a menos que seja para elogiá-los.

Apesar de tudo, o que fiz dediquei a Deus e pela misericórdia dele estou livre do jugo humano.

Sempre fui muito questionador, mesmo que internamente. Alguns absurdos que trouxe comigo, em silêncio, durante alguns anos. Seguem alguns deles:

– a seita deixou alguns irmãos, durante um período, testemunharem nos púlpitos (se o objetivo é engradecer o nome do Senhor, isso deveria ser frequente)
– tudo o que se faz na seita tem que ter o aval do pastor, até para ajudar um irmão (esse controle nada mais é que submissão para que a seita não perca as rédeas da membresia)
– mesmo para quem é dizimista, fazem uma vaquinha, discretamente, para comprar material de limpeza, pois o “kit” que o presbitério manda não é suficiente
– em meados de 2007, com a ascensão do então vice para a presidência, gedelti, houve um corte nos gastos (na verdade ele sempre mandou). Assim, sobraria mais dinheiro para o cofrinho do gedelti. Mandaram doar geladeira, bebedouro, reduzir o número de ventiladores, as luzes dos templos ficavam parte apagadas. E o pastor da minha unidade local cumpria à risca as orientações.
– nos idos de 2008 houve uma chuva avassaladora no vale do Itajaí, em SC, atingindo milhares de pessoas. O então presidente da seita enviou uma circular para as igrejas dizendo: como vocês economizaram com as despesas das igrejas, agora podemos “ajudar os irmãos de SC”. Que homenzinho hipócrita!!! Quer dizer que gedelti sabia já em 2007 que haveria uma tragédia em 2008, talvez deus tenha contado pra ele em um de seus cafés da manhã.
– vejo pessoas doarem objetos sem qualquer vínculo com igreja, acho que o mínimo que deveria ser feito, seria ajudar a todos, não só os da seita. Mas parece que nessa época não dava pra ajudar muito aqui no Brasil, pois os dólares eram enviados (dentro das malas) para ajudar os irmãos no exterior (acredito que os irmãos gedelti, jurama e cia).
– centralizaram um local em Curitiba para enviar as doações aos desabrigados, boa parte dos objetos em boas condições foram saqueados por pastores, familiares e membros e o restante foi enviado para SC. Que vergonha fazer parte de uma igreja como essa.
– não conseguia entender porque gedelti tinha seguranças, já que viviam dizendo que o maanaim era arrodeado de anjos enormes e tal… será que Deus não enviou nenhum anjinho para o GG? “O anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem, e os livra” Sl 34:7.
– ao ouvir a mensagem no maanaim falando sobre Samuel, um menino novo que substituiu o ministério velho de Eli. Nunca vi essa aplicação dentro de uma igreja icm, sempre os mesmos velhos que governam, e se tentar mudar eles te excluem.

Há muitas outras coisas, mas paro por aqui, porque acho que cada membro dessa seita também tem os seus questionamentos. Faço um apelo, não se torture, não fique se cobrando por não ir a cultos, fiz isso durante muito tempo e entendi que isso não é tudo para Deus.

Conheço muitos indivíduos que são assíduos aos cultos da icm mas tem uma vida de aparência. Ficar enfurnado no templo não transforma ninguém.

Exerça sua fé em Jesus, leia a bíblia, dedique um tempo para sua família, filhos, busque exercer sua fé em Deus.

fonte: http://diganaoaseita.wordpress.com/boca-na-trombeta/#comment-411

maranata – fui perseguido pelo PES: o Comendador e os coordenadores do RS pois era o único que abria á boca. de tanta perseguição fui para Rio do Sul-SC

CONFESSO
Eu tive o dissabor de conhecer e conviver com Pastores e Diaconos meia-solas. é triste, mas vou tentar relatar algumas coisas. No RS a maioria são fraquinhos, até a coordenação além de politicos, mentirosos e perseguidores de membros! Aí os membros ligavam para mim que mais parecia uma central telefonica do que uma casa, daí eu reclamava para o PES e eles davam mais força aos coordenadores.

fui perseguido pelo PES: o Comendador e os coordenadores do RS pois era o único que abria á boca. de tanta perseguição fui para Rio do Sul-SC, o PES não deixou assumir a “unidade local” (igreja da seita), não tinha nem diacono na igreja. dai descobri que eles superfaturavam o números dos membros. falei com a secretaria da seita, me disseram que era do conheciomento deles a fraude: que não havia o numero de membros que aparecia nos relatórios. Daí eu botei o numero certo e a briga foi comprada com o suprevisor do polo,
Depois o supervisor do polo junto com o coordenador da área mandaram uma circular dizendo que era uma orientação,fazer seminarios em Curitiba Parana e não em Florianópolis mesmo que fosse mais perto. aí eu liguei para um Pastor mais antigo, e disse que aquilo não era do Senhor; porque o Senhor sempre vai facilitar as coisas para seu povo e não dificulta-lás, Ele disse que ia esperar. Daí liguei para o PES, ou seja, o secretario do PES e expliquei. aí ele disse que era para eu falar com o coordenador geral de toda a área. liguei e ele disse que tinha sido um engano, agora vocês vejam, como as circulares parecem: dizem que é uma orientação,mas na verdade é uma coisa que vem na mente,e dizem que é uma orientação, porque na verdade descobri depois que os seminarios em Curitiba tinha pouca gente.

Aí começaram a me perseguir em SC: numa reunião fui humilhado e fui morar em Catalão-GO. Ia assumir a igreja, ms a recomendação do PES impediu para eu não assumir, Na verdade me colocaram na geladeira, só porque lutava pelo bem dos membros,

conheço Pastores que para ir em seminarios aumentavam a passagem dos membros para viajar de graça nos seminarios, e não precisavam. Como eu poderia ficar numa seita desta, onde os que não prestam, são bem tratados e quem luta pelo bem estar dos membros e diz a verdade é perseguido?

Se não fosse eu ter intercedido até hoje em SC estariam fazendo seminario em Curitiba; mas não falei para as pessoas me gloriando fiz, porque pensei nos membros. tinha cidade do polo que ficava a 60km de Florianópolis, se fossem para Curitiba seria quase 300km. Teve um diacono que um irmão foi falar que um membro estava passando por problemas e o diacono respondeu deixa o Senhor revelar!!! como ficar no meio destes meia-solas como ficar neste ninho sujo? só se eu não tivese vergonha e repeito por mim mesmo, não tivesse dignidade coisa que eu preservo até hoje,
saia deste ninho sujo! saia depressa dai… não tem jeito… nindo onde há muita mentira que chamam de orientação ou revelação. saia enquanto a lama toda não aparecer, porque ainda há tempo. falei!!!

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/03/o-clamor-publico/#comment-12560