maranata – estamos vivendo um momento muito delicado, os comentarios são semelhantis, não falamos mentiras, é real, fomos enganados, ou nos deixamos enganar?

A paz do SENHOR Jesus Cristo a todos os meus amados irmãos.

O preconceito visto no mundo até certo ponto é aceitável, mas não quando se trata de pessoas que se consideram irmãos, ligados pelo sangue de Jesus o qual é a comunhão intimidade diária como uma grande família. Bem. Vamos ao assunto em questão.

Eu presencie alguns anos atraz situação parecida com minha sogra ela sofria de insufissiêcia renal crônica e recém convertida, liberta da idolatria que vivia, entregou-se ao nosso SALVADOR,e logo foi ao Seminário. queria receber uma BENÇÃO, além dessa enfermidade ela não escutava bem, saimos do interior para Manain de PE. Não é muito distante, mas para uma pessoa com esses problemas chega a cansar-se.

infelizmente ela passou mal, a pressão dela subiu muito e fomos pra enfermaria, ela foi atendida por uma médica que logo nos perguntou: o que essa mulher está fazendo aqui? além de ser doente dos rins, não ouve nada… Fiquei decepcionada e respondi pra ela que ela tinha ido buscar uma benção, como ela tambem estava ali pra receber a dela.

Como nos enganamos, achando que tudo é uma benção, as pessoas são uma benção, a obra é uma benção, os Manains, as bancas, as telhas….e tudo que é relacionado a obra!!!!!!!

Ainda estou no ninho. Minha sogra recebeu a sua benção ha cinco anos. O Senhor a CHAMOU. Eu meu esposo e cinco filhos (um jovem, um adolescente e três crianças) estamos não sei até quando, pois eu e meu esposo nos preucupamos com eles. para onde ir?

estamos vivendo um momento muito delicado, os comentarios são semelhantis, não falamos mentiras, é real, fomos enganados, ou nos deixamos enganar? essa pergunta nos fazemos constantimente. Se formos falar tudo, o espaço ainda é pequeno, o tempo é pouco, enfim fica para depois. QUE O NOSSO DEUS E PAI,TENHA MISERICÓRDIA DE TODOS OS SEUS FILHOS,inclusive de mim e minha familia.

CV, obrigada pela oportunidade e liberdade que temos de falar o que sentimos neste BLOG QUÉ É UMA BENÇAO. A paz do senhor a todos.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos/#comment-13035

maranata – discriminação e preconceitos na icm

Alguém consegue explicar a desestruturação familiar nessa Maranata?

Alguém consegue explicar a atual e intensa motivação do maranatêsnos púlpitos das unidades locais da ICM-PES em perseguição aosretirantes?

Alguém consegue explicar como aconteceu que a elite da ICM-PES deixou-se estruturar em mitos religiosos?

Alguém consegue explicar o despudor do sumo sacerdote que manipula os emissários do palácio com o maquiavélico voto de cabresto?

Alguém consegue explicar a novidade de vigílias com profetadas e revelagens de curas de dor de cabeça, enquanto cadeirantes, doentes crônicos, doentes em estado terminal e até alguns membros portadores de cuidados especiais continuam desprezados na casa mal-assombrada?

Alguém consegue frear o potencial de destruição que o “outro evangelho” realiza na mente do icemista, nele instigando o ódio religioso com o dissimulado propósito de defesa da monarquia pseudocarismática e quadragenária cognominada de Obra Maravilhosa ?

E o que fazer, se inescrupulosamente o dominador do rebanho espalha agressões, maldições e meias verdades; nunca deixa de lado os ardis dalinguagem do não-pensamento (entenda esse artigo para entender o maranatismo pseudocarismático); e nunca fecha a boca dos meia-solas reformados prenhes de profetadas e revelagens?

Enquanto os comparsas dos ladrões de dízimos profetizam de si para si mesmos e os honestos são tidos por traidores, peço a Deus que levante alguns Estêvãos ainda que ao peso do enfrentamento com a morte. Certamente, se Deus lhes enviar um Esteêvão, o sinédrio o matará.

Não tenho outro modo de dizer: famílias inteiras foram prejudicadas com profetadas e revelagens. No canto da boca de cada um delesespumas de ódio e olhar de serpentes. Quarenta e dois anos e milhares de famílias feridas. Não tenho outro modo de dizer: o gedeltismo falhou e o maranatismo está moribundo.

Ora, a formatação é impressionantemente profunda na mente do icemita de carteirinha, a ponto de acreditar que pode receber unção do Senhor pelas mãos de autoridades eclesiásticas envolvidas com ilícitos penalmente puníveis (em tese). Mas a falsa unção dá em frutos podres. E mata! E isso arde na consciência do cristão médio.

Ora, se a estupidez da heresia instiga o ódio religioso na alma de bobos da corte facilmente manipuláveis, quando é que o sistema religioso deixará de discriminar os diferentes? Quando os emissários do palácio da rainha desfigurada lançarão fora preconceitos contra pessoas que precisam de cuidados especiais?

Que o ninho está sujo… muito sujo, milhares compreenderam e por isso as estradas estão cheias de retirantes. Mas como explicar isso para o formatado, se além de não distinguir entre o santo e o profano, prefere continuar casa mal assombrada comendo pão bolorento e aos goles de suco de uvas de veneno? Quem lê entenda.

Querem saber? O gedeltismo perdeu a noção de “igreja de Deus… corpo de Cristo” e mergulhou em certa espécie de eclesiasticismo herético:  nem evangélico, nem pentecostal. Pois vou lhes mostrar o exemplo de culto público que jamais caberia na mente do maranatismo pseudocarismático (Mt. 15. 30-31):

“E vieram a ele muitas multidões trazendo consigo coxos, aleijados, cegos, mudos e outros muitos e os largaram junto aos pés de Jesus; e ele os curou. De modo que o povo se maravilhou ao ver que os mudos falavam, os aleijados recobravam saúde, os coxos andavam e os cegos viam. Então, glorificavam ao Deus de Israel.”

Se alguém não se importa com falsos dons nos cultos proféticos como frutos de heresias ensinadas nos seminários na base da linguagem do não-pensamento; entenderá como natural a negativa de pedaço de esparadrapo ao necessitado ao procurar ajuda urgente em posto médico do sistema (enquanto os chefes dos balcões de negócios constróem ilhas de fortuna e os Judas gozam os mórbidos prazeres dos roubos).

NOTA:

Evite comentário/postagem em CAIXA ALTA.

O artigo é específico. Observe o FOCO: estarei reunindo postagens sobre o assunto da discriminação e preconceitos contra doentes crônicos, pacientes em estado terminal, portadores de necessidades especiais…

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2012/06/discriminacao-e-preconceitos

maranata – Infelismente ainda tenho muitos parentes e familiares envolvidos nessa seita. Não gostaria que eles sofressem mas não vejo outro destino enquanto eles continuarem nesse caminho do engano, e dominação da mente.

Fui participante desta tão propalada “obra” desde criança levado pela minha mãe(já se vão ai uns bons vinte anos)e sempre fui rotulado e execrado como o tal cabritinho,aquele que não aceita a “revelação” a palavra do santo homem que tudo sabe e tudo vê, pois nunca engoli certas revelagens e profetadas que me tentaram enfiar goela abaixo.

Sempre achei que Deus me deu dicernimento sobre o certo e o errado, o moral e o ético e isso sempre bastou para pautar minha vida no caminho da retidão e na formação do meu carater. O que mais me matava de raiva era aquele olhar de pena sobre mim, tadinho ele não alcançou a revelação, ele questiona tudo, é um pobrezinho. Pois bem, nessa de revelação eu vi adulterios sendo cometidos, vinganças, peseguições, abusos psiscológicos e físicos, preconceitos (de raça, classe social e etc), robalheiras (pequenas e grandes) e muita cara de pau desse senhor (pastor Deus é ti) que se intitula o dono da verdade, o principe da palavra revelada(a foto dele com pescocinho de lado e soriso maroto na delegacia foi cômica).

Sera que ele estava tão alheio a tudo que estava acontecendo? e a tal revelação? So serve pra ver quem chegou queimado de praia e não vai poder tocar, ou pra quem não da o dizimo fielmente? Bem só sei que ele contratou o advogado mais caro do estado (…) e duvido que Deus é ti vai pagar do bolso dele… Haja dizimo galera.

Infelismente ainda tenho muitos parentes e familiares envolvidos nessa seita. Não gostaria que eles sofressem mas não vejo outro destino enquanto eles continuarem nesse caminho do engano, e dominação da mente.

fonte: http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/12/banquete-de-ladroes/comment-page-3/#comments